Banco de Portugal admite regresso da taxa de desemprego aos dois dígitos

26-03-2020 (15h32)

A taxa de desemprego deverá subir acima dos 10% em 2020, na sequência da pandemia de covid-19, admite um dos cenários de evolução projectados pelo Boletim Económico do Banco de Portugal, hoje divulgado.

No “cenário base”, o Banco de Portugal (BdP) aponta para uma taxa de desemprego de 10,1% em 2020, com uma descida progressiva para 9,5% em 2021 e 8,0% em 2022.

“A contração da actividade económica em 2020 tem reflexo numa destruição de postos de trabalho, projectando-se uma redução do emprego de 3,5% (após um crescimento de 0,8% em 2019)”, explica.

O banco central adverte que no cenário base “a evolução projectada para o desemprego depende crucialmente da configuração e magnitude das medidas de política que possam ser implementadas de imediato”.

“As remunerações por trabalhador deverão desacelerar em 2020 – reflectindo principalmente o impacto do aumento das baixas médicas e por assistência à família – e recuperar em 2021-22”, prevê o banco central.

No cenário adverso, diz o boletim económico, a taxa de desemprego 'dispara' para 11,7% este ano, descendo para 10,7% em 2021 e 8,3% em 2022.

“Ambos os cenários contemplam uma recessão da economia portuguesa em 2020, diferindo na magnitude assumida para o impacto económico da pandemia a nível mundial”, esclarece.

Em 2019, a taxa de desemprego foi de 6,5%, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).​​​​​​​​​​​​​​

O BdP refere que “os cenários procuram ter em consideração o potencial impacto das políticas já adoptadas pelas autoridades nacionais e europeias em face do choque”, e avisa que “a magnitude da recessão e o perfil da subsequente recuperação dependem criticamente da resposta de política, que tem vindo a ser sucessivamente reforçada a nível nacional e global”.

(PressTUR com Agência Lusa)

Para ler mais clique:

Banco de Portugal prevê queda do PIB entre 3,7% e 5,7% este ano

Banco de Portugal sublinha repetidamente o especial impacto da pandemia no turismo

 

Clique para mais notícias: Banco de Portugal

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Coronavírus

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

United Airlines pode vir a despedir mais de um terço dos seus funcionários

09-07-2020 (11h48)

A companhia aérea norte-americana United Airlines, duramente atingida pela crise devido à pandemia de covid-19, advertiu hoje que pode dispensar até 36 mil dos seus 95.200 funcionários em Outubro.

Tráfego aéreo gerido pela NAV Portugal cai mais de 50% no 1º semestre

09-07-2020 (11h02)

A NAV Portugal geriu 179.542 voos no primeiro semestre, uma quebra de 54% ou 213,5 mil voos face ao período homólogo do ano passado, devido ao impacto das medidas de contenção da pandemia de covid-19.

Charters para as Caraíbas cancelados em Julho e Agosto

08-07-2020 (18h44)

As praias e resorts das Caraíbas, tanto da Dominicana como do México e de Cuba, que todos os anos atraem milhares de portugueses que viajam com pacotes turísticos, este ano não os vão ter, pelo menos nos meses de ‘pico’ de Verão, pois os voos charter já estão cancelados.

TAP e TAAG anunciam dez voos Luanda-Lisboa em Julho

08-07-2020 (18h04)

As companhias aéreas portuguesa TAP e angolana TAAG vão realizar dez voos em Julho para ligar a capital de Angola, Luanda, que continua sob cerca sanitária devido à covid-19, a Portugal.

Portugal tem 877 mil trabalhadores em lay-off simplificado

08-07-2020 (17h26)

O número de trabalhadores em lay-off simplificado em Portugal é de 877 mil, o que corresponde a cerca de 25% da população activa do sector privado, indicou hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Opinião e Análise