Carnival vai vender 13 navios de cruzeiros este ano

13-07-2020 (11h49)

A Carnival Corporation, que detém companhias como a Costa Cruzeiros ou a AIDA, anunciou que vai antecipar a redução da sua frota este ano, tendo previsto vender um total de 13 navios de cruzeiros, oito dos quais nos próximos 90 dias.

A empresa anunciou que, além do navio que vendeu em Junho, tem acordos para vender mais cinco navios e acordos preliminares para vender outros três, os quais deverão deixar de fazer parte da sua frota nos próximos 90 dias.

Além destes acordos, a Carnival já tinha anunciado a venda de quatro navios de cruzeiros, chegando assim a um total de 13 navios, o que representará uma redução de quase 9% da sua capacidade actual.

A Carnival também adiou a recepção de novos navios e espera receber no final do ano fiscal de 2021 apenas cinco dos nove navios que planeava receber durante os anos fiscais de 2020 e 2021.

A empresa adianta ainda que prevê receber mais tarde do que previsto os navios que deveria receber nos anos fiscais de 2022 e 2023.

Citado num comunicado, o presidente e CEO da Carnival, Arnold Donald, afirmou que a empresa está a fazer "uma transição da frota para uma pausa prolongada, dimensionando correctamente as operações".

O executivo revelou que a empresa já reduziu os custos operacionais em mais de 7 mil milhões de dólares por ano (6,2 mil milhões de euros) e os investimentos em capital para os próximos 18 meses em mais de 5 mil milhões de dólares (4,4 mil milhões de euros).

"Garantimos mais de 10 mil milhões de dólares [8,8 mil milhões de euros] em liquidez adicional para sustentar mais um ano inteiro", sublinhou Arnold Donald.

A Carnival Corporation integra as companhias de cruzeiros Carnival Cruise Line, Princess Cruises, Holland America Line, Seabourn, Cunard, AIDA Cruises, Costa Cruises e P&O Cruises (UK e Australia).

 

Clique para ver mais: Cruzeiros

Clique para ver mais: Carnival Corporation

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Seabourn cancela viagens de três navios

11-08-2020 (20h02)

A Seabourn, filial da Carnival, anunciou o cancelamento de viagens de três navios de cruzeiro, incluindo uma volta ao mundo.

P&O Cruises prolonga suspensão de operação até 12 de Novembro

11-08-2020 (17h37)

A P&O Cruises, filial da Carnival, anunciou que vai prolongar a sua suspensão de operação até 12 de Novembro e cancelar dois cruzeiros de longa duração.

Royal Caribbean prolonga suspensão de operações até final de Outubro

07-08-2020 (17h21)

O grupo Royal Caribbean anunciou que decidiu estender a suspensão das suas partidas até 31 de Outubro deste ano, com excepção dos embarques da China e da Austrália.

MSC Cruzeiros anuncia medidas de higiene e segurança

04-08-2020 (18h16)

A MSC divulgou os detalhes do seu novo protocolo "para apoiar o recomeço das operações no Mediterrâneo, criado para proteger a saúde e a segurança dos passageiros, tripulação e as comunidades locais" onde os navios fazem escala, que incluem teste à Covid-19 antes do embarque.

Noruega suspende desembarques de cruzeiros durante duas semanas após surto em navio

04-08-2020 (15h52)

O Governo norueguês anunciou que vai impedir nas próximas duas semanas o desembarque de cruzeiros nos seus portos, após a confirmação de um surto de Covid-19 num navio da companhia Hurtigruten.

Opinião e Análise