CTP pede condições para acelerar a retoma do turismo e devolver confiança aos turistas

04-01-2021 (12h16)

A CTP estima que as quebras da actividade turística em Portugal tenham ficado na ordem dos 70% em 2020 e avisa que, apesar da vacinação, a covid-19 terá impacto no turismo em 2021, pelo que considera necessário acelerar a retoma do sector e devolver a confiança aos turistas.

“Apesar do processo de vacinação, já em curso em Portugal e nos principais mercados emissores da União Europeia, Reino Unido e Estados Unidos, entre outros, e da imunidade dos já infetados, vamos ter de viver com o vírus ainda em 2021, pelo menos”, avisou o presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), Francisco Calheiros, citado num comunicado.

“Importa assim criar condições para acelerar o início da retoma do Turismo e da Economia através do estabelecimento de padrões internacionais comuns para as viagens que em conjunto com as medidas sanitárias nos destinos devolvam a confiança aos turistas”, acrescentou Francisco Calheiros.

O presidente da CTP considera “crucial manter a oferta turística para poder captar a maior quota possível da retoma do Turismo Internacional” e defende “Portugal mantém toda a sua capacidade de atração”, podendo “inclusive ser beneficiado em termos de preferência dos turistas no contexto dessa retoma”.

A CTP estima que a quebra das receitas turísticas em 2020 tenham atingido os 57%, para 8 mil milhões de euros, e a quebra das receitas do transporte aéreo de passageiros tenha alcançado os 60%, o que equivale a 2 milhões euros.

O saldo da balança turística deverá situar-se nos 6 mil milhões de euros, menos 62% do que em 2019, segundo as previsões avançadas pela CTP.

A Confederação prevê um impacto negativo de cerca de 10 mil milhões de euros no saldo das contas externas do país, “colocando em causa o seu equilíbrio obtido nos últimos anos com a contribuição decisiva do Turismo”.

Por sectores, a CTP prevê que a quebra de dormidas no alojamento turístico em 2020 fique pelos 65% a 70%, com um decréscimo de 3 mil milhões de euros nos proveitos totais.

O movimento de passageiros nos aeroportos portugueses também deverá ter uma quebra entre 65% e 70% em 2020, enquanto o movimento de passageiros de cruzeiros deverá ter quebras superiores a 80%.

A atividade do rent-a-car ligeiros de passageiros deverá também diminuir entre 65% a 70%, sendo que na componente turística a quebra será na ordem dos 80%, estima a CTP.

O comunicado sublinha ainda que “o turismo foi o motor da recuperação económica de Portugal no período pós resgate financeiro de Portugal em 2011 e o impacto nas exportações foi decisivo para o superavit das contas externas até 2019”.

A crise provocada pela pandemia de covid-19 “dura há mais de 9 meses” e “está longe de chegar ao fim”, acrescenta a CTP.

O Banco de Portugal avançou em Dezembro a previsão de que os gastos de turistas estrangeiros em Portugal ainda ficarão em 2023 abaixo de 2019 (clique para ler: Gastos de turistas estrangeiros em Portugal ainda ficarão em 2023 abaixo de 2019).

 

Clique para ver mais: CTP

Clique para ver mais: Empresas&Negócios

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

IAG só prevê ter este trimestre 20% da capacidade de há um ano

01-03-2021 (16h39)

O IAG, segundo maior grupo europeu de aviação, de que fazem parte a British Airways, a Iberia, a Vueling e a Aer Lingus, só prevê ter este trimestre 20% da capacidade que teve há um ano, sem avançar mais além desse período dada a “elevada incerteza” que predomina.

MSC Seaside volta aos cruzeiros a 1 de Maio

01-03-2021 (16h36)

A MSC Cruzeiros anunciou que o MSC Seaside vai voltar aos cruzeiros a 1 de Maio, juntando-se assim ao MSC Grandiosa que está a fazer itinerários no Mediterrâneo Oriental.

Comissão Europeia propõe este mês passe digital para permitir retoma das viagens

01-03-2021 (16h03)

A Comissão Europeia vai propor este mês um “Digital Green Pass” com indicações de vacinação, teste negativo ou recuperação recente da covid-19 para que se possa retomar a mobilidade, “que muitos Estados esperam ocorra em toda a Europa antes de Maio”.

Vila Galé junta 2.500 colaboradores de Portugal e do Brasil em convenção digital

01-03-2021 (15h43)

A Vila Galé começa hoje a sua convenção anual que vai reunir pela primeira vez todos os 2.500 colaboradores de Portugal e do Brasil em simultâneo, em formato digital, além de convidados como a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e o ministro de Turismo do Brasil, Gilson Machado Neto.

Ritz-Carlton Yacht Collection recebe o seu primeiro navio em Abril

01-03-2021 (15h04)

A Ritz-Carlton Yacht Collection vai receber a sua primeira embarcação, o Evrima, a 22 de Abril, depois de uma subsidiária da proprietária do navio ter tomado controlo do estaleiro onde este está a ser construído.

Opinião e Análise