Lisboa sobe a 2º maior destino mundial de congressos e reuniões internacionais

12-05-2020 (17h12)

Foto: Nathan Dumlao / Unsplash
Foto: Nathan Dumlao / Unsplash

Com mais 38 que em 2018, alcançando um total de 190, Lisboa subiu quatro posições no ranking das cidades com mais congressos e reuniões internacionais elaborado pela ICCA (do inglês para International Congress and Convention Association), beneficiando nomeadamente de uma maior concentração desses eventos na capital.

Lisboa teve aliás o maior aumento de congressos e reuniões internacionais entre as cidades líderes em 2019, segundo os dados da ICCA, os quais indicam que a capital portuguesa subiu do 6º lugar em 2018 para o 2º lugar no ano passado, ultrapassando Viena, Madrid, Barcelona e Berlim.

A ‘escalada’ da capital portuguesa na classificação beneficiou da quebra de reuniões em Viena, que teve menos 23 que em 2018 e desceu do 2º lugar para o 6º, em Madrid, que teve menos 11 e desceu do 3º para o 5º lugar, e em Barcelona, que conseguiu segurar o 4º lugar apesar da quebra de sete reuniões.

Já Berlim teve um aumento inferior ao de Lisboa e conseguiu, com mais 14 reuniões, subir do 5º lugar em 2018 para o 3º no ano passado.

O 1º lugar voltou a ser de Paris, que teve um aumento inferior ao de Lisboa, com mais 25 reuniões, mas para um total de 237, ou seja, mais 83 reuniões que a capital portuguesa.

A posição de Lisboa no 2º lugar da tabela também beneficia de em Portugal haver maior concentração de reuniões na capital que noutros países.

Lisboa recebeu 55,6% das reuniões realizadas em Portugal em 2019, enquanto Paris recebeu 39,8% das reuniões realizadas em França no ano passado.

Berlim, a 3ª classificada, concentrou apenas 24,6% das reuniões na Alemanha em 2019, enquanto Barcelona e Madrid somaram, respectivamente, 27% e 26,6% das reuniões em Espanha.

Viena, por outro lado, teve uma concentração maior que Lisboa ao somar 64,5% das reuniões realizadas na Áustria em 2019.

É por essa concentração numa cidade ou dispersão por várias que os Estados Unidos, que com 934 eventos ocupam a 1ª posição no ranking dos países, não têm nenhuma cidade no Top20 de cidades com mais reuniões.

Assim, apesar de Lisboa ser o 2º maior destino mundial de reuniões internacionais, Portugal ocupa a 10ª posição na tabela dos países, com 342, mais 36 ou +11,8% que em 2018, o que lhe permitiu subir um lugar na classificação.

Os EUA lideram o ranking há duas décadas e seguraram essa posição em 2019 apesar de uma quebra de 13 reuniões face a 2018.

A Alemanha manteve a 2ª posição com 714 reuniões, mais 72 que em 2018, França subiu ao 3º lugar, com 595 reuniões (mais 16), e Espanha desceu para 4º, com 578 (menos 17), enquanto o Reino Unido segurou o 5º lugar com 567 reuniões internacionais, menos sete que em 2018.

A ICCA contabilizou 13.254 reuniões em 2019, o maior volume anual de sempre, com um aumento de 317 em relação ao ano anterior.

A ICCA contabiliza apenas reuniões que alternem a sua localização entre pelo menos três países, que tenham a participação de pelo menos 50 pessoas e que sejam realizadas regularmente.

 

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: Feiras&Eventos

Clique para ver mais: ICCA

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Bienal de Arte de Riga reinventa-se online e começa a 21 de Maio

14-05-2020 (12h31)

A Bienal Internacional de Arte de Riga - RIBOCA2, na Letónia, que deveria começar no próximo Sábado, 16 de Maio, vai decorrer online a partir de dia 21, com conversas e um filme com a exposição inacabada como cenário.

BTL2020 cancelada e BTL2021 já marcada para Março

08-05-2020 (17h49)

A Fundação AIP, que já tinha adiado a edição deste ano da BTL para o fim deste mês, nos dias 27 a 31, anunciou hoje a decisão de cancelar o evento "devido à situação mundial que se vive atualmente com a pandemia da covid-19 e seguindo as recomendações da DGS - Direção Geral de Saúde e da OMS - Organização Mundial de Saúde"

Prazo para reagendar espectáculos gratuitos após restrições reduzido

30-04-2020 (14h16)

O prazo para as entidades públicas reagendarem os espectáculos de entrada livre, quando terminarem as restrições impostas devido à covid-19, foi encurtado de 24 para 18 meses, segundo uma rectificação hoje publicada em Diário da República.

Fórum de Investimento de Cabo Verde adiado

27-04-2020 (17h25)

A edição de 2020 do Fórum de Investimento de Cabo Verde, que em Julho deveria reunir na ilha do Sal dezenas de empresários internacionais, investidores e políticos, foi adiada devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo cabo-verdiano.

Rock in Rio adiado para 2021

03-04-2020 (13h04)

O festival de música Rock in Rio Lisboa, que estava previsto para os dias 20, 21, 27 e 28 de Junho, foi adiado um ano devido à pandemia do novo coronavírus.

Opinião e Análise