Grupo Pestana reabre 10 hotéis a 5 de Junho e oferece descontos a profissionais de saúde

18-05-2020 (16h46)

O Grupo Pestana anunciou hoje que vai reabrir 10 hotéis a 5 de Junho e vai oferecer 50% de desconto a profissionais de saúde, para agradecer o “seu contributo na minimização dos efeitos da covid-19 em Portugal”.

O CEO do Grupo, José Theotónio, já tinha anunciado na semana passada que a empresa estava a preparar a reabertura de dez unidades a partir de Junho e, hoje, o grupo detalhou que será a partir de 5 de Junho que reabrem na região de Lisboa o hotel Pestana Cascais e no Algarve as unidades Pestana Viking, Pestana Alvor South Beach e Pestana D. João Villas, além das Pousadas em Viana do Castelo, Ria de Aveiro, Alcácer do Sal, Sagres, Valença e Bragança.

O Pestana Tróia Eco-Resort, segundo o comunicado, “está já disponível, bem como os campos de golfe do Grupo e, na Madeira, o Casino da Madeira está igualmente pronto a reiniciar atividade, em Junho”.

O grupo hoteleiro destaca na nota de imprensa um agradecimento aos profissionais de saúde “pelo seu contributo na minimização dos efeitos da covid-19 em Portugal”, e oferece até ao final do ano 50% de desconto no alojamento com pequeno-almoço incluído.

Algumas das medidas adoptadas pelo Grupo Pestana para garantir a segurança de hóspedes e trabalhadores “incluem a criação de circuitos de circulação, devidamente identificados, tendo em vista o distanciamento social; novas funcionalidades da app, permitindo menor contato pessoal e disponibilização de novos serviços neste canal e colocação de acrílicos de proteção nas receções”.

A empresa também reforçou os procedimentos e frequência da limpeza e higienização dos espaços comuns (piscinas, elevadores e outros) e dos quartos (sem a presença dos hóspedes durante o período de ocupação).

Os trabalhadores estarão equipados com materiais de proteção individual (máscaras, viseiras, protetores de sapatos, luvas, álcool-gel) e os hóspedes serão aconselhados a manter o distanciamento social e a cumprir a etiqueta respiratória indicada pela Direção-Geral da Saúde.

Os restaurantes dos hotéis e pousadas do Grupo estarão a funcionar por marcação, estando também disponíveis serviços de take-away e room service.

O grupo hoteleiro acrescenta que “para famílias, grupos de amigos ou um evento especial, há ainda a possibilidade de alugar, em exclusivo, todo o espaço de uma Pousada de Portugal, podendo usufruir de um Castelo, um Palácio, um Mosteiro ou um Convento em privado e em maior segurança”.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Promoções

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pandemia ‘destruiu’ cerca de 20 milhões de dormidas no alojamento turístico português até Junho

03-08-2020 (14h59)

A pandemia provocou uma quebra de dormidas no alojamento turístico português que se situa na ordem dos 20 milhões, de acordo com os dados divulgados hoje pelo INE, que indica 1,07 milhões de pernoitas no mês de Junho, elevando para 10,5 milhões o total no semestre.

Lufthansa programa ter este Agosto 60 voos por semana dos seus hubs para Portugal

03-08-2020 (13h17)

A companhia alemã Lufthansa, líder do maior grupo aéreo europeu, tem programado para este mês de Agosto fazer 60 voos por semana dos seus hubs de Frankfurte e Munique aeroportos portugueses.

Portugueses proporcionam “ligeira melhoria” em Junho da actividade turística em Portugal

03-08-2020 (11h21)

O mercado dos residentes em Portugal, proporcionou ao turismo um mês de Junho ‘ligeiramente' menos negativo que os anteriores, informou hoje o INE, que indicou que uma queda das suas dormidas no alojamento turístico duas décimas menor que os 60%, enquanto da parte do turismo internacional a queda manteve-se acima dos 95%.

ACI, A4E e IATA dizem que os governos prejudicam mais do que ajudam

31-07-2020 (17h15)

As associações comerciais representativas de aeroportos e companhias aéreas europeias ACI, A4E e IATA acusaram hoje os governos europeus de terem “uma abordagem inconsistente das restrições de viagem”.

Air Canada anuncia perdas de 1,1 mil milhões de euros no 2º trimestre

31-07-2020 (16h44)

A Air Canada anunciou hoje que perdeu mais de 1,7 mil milhões de dólares canadianos (1,1 mil milhões de euros) no segundo trimestre, devido aos "efeitos devastadores" da pandemia de covid-19.

Opinião e Análise