Hotel em Gaia terá sistema que permite poupar dois milhões de litros de água municipal

31-07-2019 (10h22)

O Boeira Garden Hotel, uma unidade com mais de 100 quartos que está a ser construída em Gaia, vai ter uma reserva de água freática, o que permitirá poupar cerca de dois milhões de litros de água municipal.

A Quinta da Boeira, empresa ligada aos vinhos do Porto que investiu 19 milhões de euros na construção deste hotel, anunciou em comunicado que “o hotel obteve a classificação energética de A+, pela utilização de painéis fotovoltaicos que irão permitir utilizar energia solar durante todo o dia, além de toda a maquinaria e iluminação ser, também ela, de tecnologia led A+”.

O Boeira Garden Hotel terá “depósitos para reserva de água freática” para utilização nas instalações sanitárias e rega dos jardins, o que gera “uma economia de cerca de dois milhões de litros de água municipal”, indica a mesma nota.

Em resposta a perguntas da agência Lusa, fonte ligada ao projecto indicou que este empreendimento gerou a criação de 60 postos de trabalho numa fase inicial, estando prevista a entrada de mais 20 trabalhadores.

A abertura está prevista para o final de Agosto, início de Setembro, e o hotel vai funcionar também como galeria de arte, indicou a Quinta da Boeira que construiu o empreendimento turístico em nove dos 27 mil metros quadrados que detém no centro de Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto.

“O cuidado adoptado na conservação da natureza, as características da maquinaria e a utilização de energias alternativas vão permitir, futuramente, classificá-lo como Eco Hotel”, indica a descrição do projecto enviada à Lusa.

Esta é a última de cinco fases do projecto de reabilitação global que a Quinta da Boeira está a levar a cabo no centro histórico gaiense.

“O volume total de investimentos projectados para a Quinta da Boeira situa-se nos 38 milhões de euros. A empresa prevê atingir, a partir de 2020, entre oito a 10 milhões de euros de vendas”, referem os responsáveis da Quinta da Boeira, local onde, em 2014, foi inaugurada “a maior garrafa do mundo”.

Em causa uma garrafa com 32 metros de comprimento e 10 metros de diâmetro dedicada a provas, que pretende homenagear “a qualidade e a diversidade dos vinhos portugueses” e que recebeu em 2017 mais de 70.000 visitantes.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP marca passo apesar de “interesse público”

10-07-2020 (15h34)

Uma semana depois de o Governo anunciar mudanças de fundo da TAP, entre elas a do CEO da companhia, inerentes ao reforço da sua posição para mais de 70% do capital, ainda nada mudou e é Antonoaldo Neves que continua a comandar a transportadora aérea.

SATA faz balanço "muito positivo" da retoma gradual das operações

10-07-2020 (15h25)

A SATA anunciou que a taxa de ocupação média dos seus voos “rondou os 40%” em Junho, fazendo assim um balanço "muito positivo" da retoma gradual das operações, que estiveram suspensas devido à pandemia da covid-19.

LATAM Brasil entra com processo de reestruturação da dívida nos EUA

10-07-2020 (15h10)

A LATAM Brasil entrou com um pedido de reestruturação da dívida nos EUA para conter os impactos da pandemia da covid-19, anunciou a empresa, acrescentando que continuará a “operar normalmente".

Bestravel leva agentes de viagens à Madeira para “transmitir confiança aos clientes”

10-07-2020 (14h49)

A Bestravel organizou uma viagem à Madeira com dez agentes de viagens para experienciarem “todo o processo que este novo normal implica” e “transmitir confiança aos clientes”.

Ryanair pede dados a clientes que reservaram em OTAs não autorizadas para os reembolsar

10-07-2020 (14h07)

A Ryanair está a pedir aos clientes que reservaram os seus voos em agências de viagens online (OTAs) não autorizadas, e que estão tentar obter reembolsos, para enviarem os seus dados e receberem directamente da companhia um voucher, alteração do voo ou devolução do dinheiro.

Opinião e Análise