Accor vende metade da sua participação na Huazhu por 451 milhões de dólares

09-12-2019 (12h31)

Foto: Helloquence / Unsplash
Foto: Helloquence / Unsplash

A Accor assinou um acordo para vender metade da sua participação no Huazhu Group Limited, anteriormente conhecido por China Lodging, por 451 milhões de dólares, cerca de 408 milhões de euros.

O acordo prevê que a Accor mantenha uma participação de aproximadamente 5% na Huazhu e que o seu chairman e CEO, Sebastien Bazin, permaneça no Conselho de Administração do grupo.

A Accor sublinha num comunicado que o acordo para a venda da participação de 5% foi “realizado em total cooperação com a Huazhu e o seu fundador e presidente Qi Ji”.

O negócio vai permitir à Accor “cristalizar o valor criado a partir da implementação da parceria entre os dois grupos em Janeiro de 2016”, uma vez que desde essa altura “o valor do investimento inicial da Accor na Huazhu aumentou em 4,5 vezes” (clique para ler: Accor concretiza parceria com Huazhu para criar ‘gigante’ da hotelaria na China).

A Accor e a Huazhu vão continuar a desenvolver a sua parceria, que permitiu “a abertura de 200 hotéis económicos e de gama média na China, principalmente sob as marcas ibis, Novotel e Mercure”.

Para os próximos três anos, estão previstas abrir 250 unidades, acrescenta o comunicado.

A Huazhu também detém uma participação na Accor de cerca de 5%.

O anúncio da venda de metade da participação da Accor na Huazhu acontece cerca de um mês depois do grupo chinês ter anunciado um acordo para comprar o grupo hoteleiro alemão Deutsche Hospitality por cerca de 802 milhões de dólares, cerca de 725 milhões de euros.

A aquisição desta empresa ao grupo egípcio Travco deverá possibilitar o crescimento da Huazhu nos segmentos de gama alta e de luxo na Ásia.

A Deutsche Hospitality tem 118 hotéis em funcionamento e 36 em desenvolvimento em 19 países em três continentes. Os planos do grupo baseado em Frankfurt apontam para 250 hotéis em 2024.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Accor

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vila Galé abre hotel na capital económica do Brasil no dia 20

07-08-2020 (14h06)

A Vila Galé Hotels, segunda maior rede hoteleira portuguesa e nº 1 no Brasil em resorts de praia, marcou para dia 20 a sua ‘chegada’ a São Paulo, capital económica brasileira, com um hotel ‘focado’ em pintura na rua Bela Cintra.

Accor pondera despedir 1.000 trabalhadores em todo o mundo

05-08-2020 (19h02)

O grupo hoteleiro Accor está a ponderar despedir mil trabalhadores em todo o mundo, entre um universo de 18.000, após ter registado um prejuízo de 1.512 milhões de euros no primeiro semestre de 2020.

Novo hotel em Valpaços aposta em spa com com tratamentos à base de azeite

05-08-2020 (13h33)

Valpaços, no distrito de Vila Real, Trás-os-Montes, conta com uma nova unidade hoteleira que, localizada num concelho produtor de azeite de Trás-os-Montes DOP (Denominação de Origem Protegida), tem como diferencial precisamente um spa com tratamentos à base de azeite.

Iberostar aposta no tratamento de dados com soluções da Minsait

04-08-2020 (14h11)

A Minsait, que pertence à Indra, anunciou o fornecimento de uma solução analítica completa concebida para centralizar e gerir todos os dados ao grupo de turismo Iberostar.

Pandemia ‘destruiu’ cerca de 20 milhões de dormidas no alojamento turístico português até Junho

03-08-2020 (14h59)

A pandemia provocou uma quebra de dormidas no alojamento turístico português que se situa na ordem dos 20 milhões, de acordo com os dados divulgados hoje pelo INE, que indica 1,07 milhões de pernoitas no mês de Junho, elevando para 10,5 milhões o total no semestre.

Opinião e Análise