Accor vende metade da sua participação na Huazhu por 451 milhões de dólares

09-12-2019 (12h31)

Foto: Helloquence / Unsplash
Foto: Helloquence / Unsplash

A Accor assinou um acordo para vender metade da sua participação no Huazhu Group Limited, anteriormente conhecido por China Lodging, por 451 milhões de dólares, cerca de 408 milhões de euros.

O acordo prevê que a Accor mantenha uma participação de aproximadamente 5% na Huazhu e que o seu chairman e CEO, Sebastien Bazin, permaneça no Conselho de Administração do grupo.

A Accor sublinha num comunicado que o acordo para a venda da participação de 5% foi “realizado em total cooperação com a Huazhu e o seu fundador e presidente Qi Ji”.

O negócio vai permitir à Accor “cristalizar o valor criado a partir da implementação da parceria entre os dois grupos em Janeiro de 2016”, uma vez que desde essa altura “o valor do investimento inicial da Accor na Huazhu aumentou em 4,5 vezes” (clique para ler: Accor concretiza parceria com Huazhu para criar ‘gigante’ da hotelaria na China).

A Accor e a Huazhu vão continuar a desenvolver a sua parceria, que permitiu “a abertura de 200 hotéis económicos e de gama média na China, principalmente sob as marcas ibis, Novotel e Mercure”.

Para os próximos três anos, estão previstas abrir 250 unidades, acrescenta o comunicado.

A Huazhu também detém uma participação na Accor de cerca de 5%.

O anúncio da venda de metade da participação da Accor na Huazhu acontece cerca de um mês depois do grupo chinês ter anunciado um acordo para comprar o grupo hoteleiro alemão Deutsche Hospitality por cerca de 802 milhões de dólares, cerca de 725 milhões de euros.

A aquisição desta empresa ao grupo egípcio Travco deverá possibilitar o crescimento da Huazhu nos segmentos de gama alta e de luxo na Ásia.

A Deutsche Hospitality tem 118 hotéis em funcionamento e 36 em desenvolvimento em 19 países em três continentes. Os planos do grupo baseado em Frankfurt apontam para 250 hotéis em 2024.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Accor

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Covid-19 custou 30 milhões de dormidas à hotelaria espanhola só em Agosto

23-09-2020 (17h03)

A pandemia de covid-19 retirou à hotelaria espanhola 30,2 milhões de dormidas em Agosto, tradicionalmente o seu melhor mês, com quase 80% dessa quebra a dever-se aos mercados internacionais, que reduziram as dormidas em 83,4% ou 24 milhões.

Portugueses reduziram em 82% as dormidas na hotelaria espanhola em Agosto

23-09-2020 (16h36)

A hotelaria espanhola teve este Agosto uma quebra de dormidas de turistas residentes em Portugal em 82%, desde logo por um decréscimo do número de turistas em 76,7%, a que acresceu uma diminuição da estada média em 22,8%.

Gigante alemão DER Touristik assume três hotéis na Madeira

21-09-2020 (16h15)

“A partir de agora os hotéis Galo irão assumir a designação Sentido, e farão parte de uma das seis marcas DER Touristik”, anunciou o gigante alemão com forte presença nomeadamente na área da distribuição.

Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes

18-09-2020 (14h00)

Mais de 20 organizações europeias de turismo e de aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes.

Turim Saldanha Hotel reabre amanhã

15-09-2020 (16h13)

O Grupo Turim Hotéis anunciou que vai reabrir amanhã, dia 16, o Turim Saldanha Hotel, cumprindo as directrizes da DGS e o plano de higiene e segurança da empresa.

Opinião e Análise