Cabo Verde aprova construção de resort de 5-estrelas na Cidade Velha da Ilha de Santiago

28-07-2021 (10h51)

O Governo de Cabo Verde aprovou o projecto da empresa New Vision Investment (NVI) para construir um resort de 5-estrelas com 719 quartos na Cidade Velha, uma área na ilha de Santiago classificada Património Mundial pela UNESCO.

A agência Lusa noticiou hoje que o empreendimento, designado Ocean Cliffs Resort, terá um investimento superior a 228 milhões de euros e deverá gerar mais de mil empregos.

“O desenvolvimento global do projecto gerará um total de 1.010 novos postos de trabalho directos e representará um aumento significativo da oferta turística na ilha de Santiago, particularmente na localidade de Ribeira Grande”, segundo uma minuta de convenção de estabelecimento deste investimento, aprovada pelo Conselho de Ministros e que dá acesso aos promotores a benefícios fiscais e aduaneiros, entre outros apoios do Estado.

A Cidade Velha, na ilha cabo-verdiana de Santiago, foi classificada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) como Património da Humanidade em 10 de Maio de 2009. Em 26 de Junho do mesmo ano, obteve a classificação de uma das Sete Maravilhas do Mundo de origem portuguesa.

A Cidade Velha foi a primeira cidade construída pelos europeus a sul do Saara e a primeira capital de Cabo Verde, título que manteve até 1770, quando a capital passou a ser Praia de Santa Maria, actual cidade da Praia.

A primeira fase do investimento para o Ocean Cliffs Resort está orçada em 17,5 milhões de euros e segundo os promotores criará 200 postos de trabalho, envolvendo “todo o trabalho de infraestruturação”, a ser executado em 12 meses, que deverá ser iniciado “num período máximo de 11 meses”.

A segunda fase consiste na construção das diferentes unidades previstas na urbanização, como hotéis, hotéis-resort, vilas, apartamentos, centro desportivo, centro clínico, centro de negócios, centro de congressos e aquaparque, estimada em 210,7 milhões de euros, para ser concluída em quatro anos, gerando 160 empregos diretos na fase de obra, incluindo a componente imobiliária.

“O Governo de Cabo Verde considera o projeto New Vision Investments – NVI, SA de grande valia, e, por isso, o declara de interesse excepcional no quadro da sua estratégia de desenvolvimento socioeconómico do país, tendo em conta o impacto que representará em termos de investimento, do emprego, da formação profissional, da riqueza que gerará e do aumento quantitativo e qualitativo da capacidade de alojamento nacional”, lê-se no documento.

Globalmente, a obra envolve, entre outros, sete blocos de edifícios com 800 fogos, dois townhouses com 330 unidades, um “quarteirão” com 52 lotes para vilas, dois hotéis, sendo um com 164 quartos e outro com 48 quartos, e um hotel-resort com 520 suítes.

“Durante a fase de funcionamento, o empreendimento criará 650 empregos directos e permanentes, perfazendo um total de 1.010 postos de trabalho previstos até à conclusão das duas fases e a respectiva exploração”, lê-se ainda no documento.

Nesta convenção, os promotores comprometem-se a envolver “activamente e financeiramente em actividades de caráter social”, através de um memorando de entendimento assinado com a Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, prevendo estabelecer um protocolo no valor de 26 milhões de euros, a concretizar até 24 meses após a entrada em funcionamento do empreendimento, para apoio a obras locais, arranjos urbanísticos ou na promoção internacional da marca “Cidade Velha” Património Mundial da Unesco como destino turístico internacional.

(Notícia Lusa)

 

Clique para ver mais: Cabo Verde

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Quebras no alojamento turístico atenuaram-se em Julho para a ordem dos 40%

14-09-2021 (15h05)

As quebras de dormidas, de proveitos e de rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) no alojamento turístico em Portugal face a 2019, pré-pandemia, atenuaram-se para a ordem dos 40% em Julho, segundo os dados divulgados hoje pelo INE.

Smy Hotels e OK Group lança nova empresa de gestão hoteleira

14-09-2021 (09h43)

A Smy Hotels, rede hoteleira do Grupo Logitravel, e a holding OK Group criaram uma nova empresa de gestão hoteleira internacional, a OKLogi Hotels.

Bahia Principe Luxury Runaway Bay reabre na Jamaica

09-09-2021 (14h46)

O Bahia Principe Luxury Runaway Bay de 525 quartos é a segunda unidade hoteleira do Grupo Piñero a retomar operações na Jamaica.

Grupo Pestana inaugura Fisherman Village em Câmara de Lobos

07-09-2021 (16h53)

O Pestana Hotel Group inaugurou a sua 16ª unidade hoteleira na Madeira, o Fisherman Village Boutique Hotel, cuja temática recorre à obra "O Velho e o Mar", de Ernest Hemingway, "como tributo ao pescador de Câmara de Lobos".

RIU reabre dois hotéis em Cabo Verde

07-09-2021 (16h10)

A cadeia hoteleira RIU Hotels & Resorts reabre hoje o 5-estrelas Riu Palace Boavista de 505 quartos, na Ilha da Boavista, e no dia 10 de Setembro vai reabrir o 5-estrelas Riu Funana, na Ilha do Sal, ficando com três hotéis em funcionamento em Cabo Verde.

Opinião e Análise