Grupo Pestana anuncia novos hotéis em Tânger, Manchester e Lisboa

11-12-2019 (17h28)

O Grupo Pestana anunciou hoje que vai abrir novos hotéis em Tânger, Manchester e Lisboa, que, em conjunto com outros projectos já anunciados, totalizam um investimento de 250 milhões de euros até 2025.

A nova unidade hoteleira em Tânger, em Marrocos, para abrir já em 2020, será um hotel “mais virado para o corporate, um pouco como o de Casablanca”, indicou José Roquette, Chief Development Officer, numa conferência de imprensa hoje em Lisboa.

Em Manchester, no Reino Unido, o grupo prevê inaugurar em 2023 o 7º hotel da marca Pestana CR7, em parceria com o futebolista Cristiano Ronaldo. “A escolha da cidade tem que ver com o mercado de Manchester, que é o segundo com mais vigor no Reino Unido”, comentou o executivo.

A aposta em Manchester “é um sinal do tipo de crescimento” que o grupo quer ter na Europa, que passa por investir nas cidades secundárias dos países onde já tem hotéis na capital, como o Reino Unido, a Alemanha ou a Holanda.

A terceira novidade dos planos do grupo é uma nova Pousada numa zona histórica em Lisboa, que José Roquette apenas indicou que ficará localizada em Alfama e que terá cerca de 50 quartos, num projecto que será desenvolvido em conjunto com um promotor local.

Além desta Pousada, o grupo hoteleiro já tem anunciados dois projectos para a capital portuguesa, um na Rua Braamcamp e outro na Rua Augusta, totalizando assim 20 milhões de euros de investimento para 250 novos quartos.

Para 2020, incluindo novidades e hotéis já anunciados, o grupo tem previsto abrir dez hotéis, dos quais seis serão em Portugal, que “é hoje o palco mais rentável do nosso investimento hoteleiro”, salientou José Roquette.

“Não há nenhum lugar onde nós possamos fazer hoje investimento com as mesmas condições de rentabilidade do que Portugal. Isto é verdade comparando os nossos top performances com os hotéis de Londres, Berlim e Amesterdão. Realmente, Portugal hoje é uma estrela ao nível da rentabilidade”, sublinhou o executivo.

Por outro lado, acrescentou, “temos a noção de que existem ciclos e de que é importante para o grupo continuar a olhar para fora com ambição”.

As inaugurações no próximo ano em Portugal incluem o novo hotel na Rua Braamcamp em Lisboa, a abertura da última fase do Pestana Tróia, a segunda unidade em Câmara de Lobos, na Madeira, a Pousada de Vila Real de Santo António, a Pousada da Rua das Flores, no Porto, e o Pestana Douro.

No Porto, com estes dois novos hotéis, que acrescentam 300 quartos num investimento de 30 milhões de euros, o grupo Pestana chegará aos seis hotéis.

Fora de Portugal, o maior grupo hoteleiro português tem previsto abrir quatro hotéis fora de Portugal no próximo ano, incluindo três da marca Pestana CR7 em Madrid (Gran Vía) em Nova Iorque (West Side) e em Marraquexe, e um hotel Pestana em Tânger.

Assim, os planos até 2025 apontam para um total superior a 3.500 quartos, dos quais cerca de dois mil serão inaugurados já em 2020.

Ver também:

Pestana prevê reabrir hotel em Salvador no final do próximo ano

Receitas do Grupo Pestana sobem para 450 milhões de euros este ano

 

Clique para ver mais: Pestana Hotel Group

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Algarve teve mais turismo de portugueses em Agosto do que há um ano, apesar da pandemia

01-10-2020 (12h07)

O alojamento turístico do Algarve teve este Agosto mais 9% de dormidas de turistas residentes em Portugal, apesar dos tempos de pandemia, que provocou uma quebra dos estrangeiros em 67,5%.

Meliá sinaliza confiança na China com novo hotel em Chengdu

29-09-2020 (11h32)

A Meliá Hotels International inaugurou um hotel da sua marca Gran Meliá em Chengdu, na China, país que considera pioneiro na recuperação da crise provocada pela pandemia da covid-19.

Covid-19 custou 30 milhões de dormidas à hotelaria espanhola só em Agosto

23-09-2020 (17h03)

A pandemia de covid-19 retirou à hotelaria espanhola 30,2 milhões de dormidas em Agosto, tradicionalmente o seu melhor mês, com quase 80% dessa quebra a dever-se aos mercados internacionais, que reduziram as dormidas em 83,4% ou 24 milhões.

Portugueses reduziram em 82% as dormidas na hotelaria espanhola em Agosto

23-09-2020 (16h36)

A hotelaria espanhola teve este Agosto uma quebra de dormidas de turistas residentes em Portugal em 82%, desde logo por um decréscimo do número de turistas em 76,7%, a que acresceu uma diminuição da estada média em 22,8%.

Gigante alemão DER Touristik assume três hotéis na Madeira

21-09-2020 (16h15)

“A partir de agora os hotéis Galo irão assumir a designação Sentido, e farão parte de uma das seis marcas DER Touristik”, anunciou o gigante alemão com forte presença nomeadamente na área da distribuição.

Opinião e Análise