Hotelaria espanhola ‘perdeu’ até Setembro 3,4 milhões de dormidas de residentes na Alemanha

24-10-2019 (16h10)

A hotelaria espanhola chegou ao fim de Setembro com uma quebra de 3,4 milhões de dormidas de turistas residentes na Alemanha nos primeiros nove meses deste ano, a que se somam ainda grandes quebras dos mercados belga, dinamarquês, holandês, sueco, norueguês e suíço.

Os dados do INE espanhol relativos à actividade da hotelaria nos meses de Janeiro a Setembro, inclusive, indicam uma estagnação das pernoitas de turistas residentes no estrangeiro (+0,04% que há um ano) porque também registou crescimentos fortes das dormidas de residentes na Irlanda, em Itália, em Portugal, no Reino Unido, na Rússia, nos Estados Unidos, no conjunto dos outros países do continente americano, no Japão, e no conjunto “resto do mundo”.

A informação do INE indica que nos primeiros nove meses deste ano os estabelecimentos hoteleiros espanhóis receberam 44,668 milhões de turistas residentes no estrangeiro, que permaneceram no país uma média de 3,23 noites, realizando assim um total de 180,896 milhões de dormidas.

Relativamente aos primeiros nove meses de 2018, a hotelaria espanhola está este ano com um aumento do número de turistas residentes no estrangeiro em 3,1% ou 1,34 milhões, mas uma queda da sua estada média em 3%, para 4,05 noites, pelo que em número de dormidas o crescimento é apenas em 0,04% ou 70,1 mil.

O mercado que mais penaliza a evolução este ano é o alemão, que está com uma quebra de dormidas em 9,2% ou 3,4 milhões, mantendo-se, ainda assim, como o segundo maior, com 33,77 milhões de pernoitas, depois do Reino Unido, com 46,2 milhões, e à frente de França, com 15 milhões.

A Suécia é o segundo mercado que mais cai, registando uma quebra de 595,2 mil dormidas (-12,4%, para 4,2 milhões), seguindo-se os Países Baixos, com quebra de 429,7 mil pernoitas (-5,6%, para 7,266 milhões), a Suíça, com menos 232,5 mil (-7,1%, para 3,05 milhões), e Bélgica, com menos 187 mil (-3,6%, para 5,04 milhões).

A liderar os aumentos estiveram os emissores da ‘outra margem do Atlântico’, a começar pelos Estados Unidos, com um aumento de 881,6 mil pernoitas (+16,4%, para 6,25 milhões), o conjunto dos outros países do continente americano, com mais 902 mil (+14,1%, para 7,3 milhões), Itália, com mais 573 mil (+7,4%, para 8,357 milhões), Irlanda, com mais 512,1 mil )+14%, para 4,168 milhões), e até mesmo Portugal, com mais 281,4 mil (+8,3%, para 3,69 milhões).

Incluindo o mercado doméstico, dos residentes em Espanha, a hotelaria espanhola atinge um total de 277,357 milhões de dormidas e regista um aumento em 1,3% ou 3,42 milhões relativamente aos primeiros nove meses de 2018, com aumento do mercado doméstico em 3,6% ou 3,35 milhões, para 96,46 milhões.

Do mercado doméstico, a hotelaria espanhola recebeu até Setembro, inclusive, 41,16 milhões de hóspedes que tiveram uma estada média de 2,34 noites, em alta de 3,6% ou 3,356 milhões em número de hóspedes e de 0,1% na estada média, para 2,34 noites.

 

Clique para mais notícias: Hotelaria espanhola

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vila Galé abre hotel na capital económica do Brasil no dia 20

07-08-2020 (14h06)

A Vila Galé Hotels, segunda maior rede hoteleira portuguesa e nº 1 no Brasil em resorts de praia, marcou para dia 20 a sua ‘chegada’ a São Paulo, capital económica brasileira, com um hotel ‘focado’ em pintura na rua Bela Cintra.

Accor pondera despedir 1.000 trabalhadores em todo o mundo

05-08-2020 (19h02)

O grupo hoteleiro Accor está a ponderar despedir mil trabalhadores em todo o mundo, entre um universo de 18.000, após ter registado um prejuízo de 1.512 milhões de euros no primeiro semestre de 2020.

Novo hotel em Valpaços aposta em spa com com tratamentos à base de azeite

05-08-2020 (13h33)

Valpaços, no distrito de Vila Real, Trás-os-Montes, conta com uma nova unidade hoteleira que, localizada num concelho produtor de azeite de Trás-os-Montes DOP (Denominação de Origem Protegida), tem como diferencial precisamente um spa com tratamentos à base de azeite.

Iberostar aposta no tratamento de dados com soluções da Minsait

04-08-2020 (14h11)

A Minsait, que pertence à Indra, anunciou o fornecimento de uma solução analítica completa concebida para centralizar e gerir todos os dados ao grupo de turismo Iberostar.

Pandemia ‘destruiu’ cerca de 20 milhões de dormidas no alojamento turístico português até Junho

03-08-2020 (14h59)

A pandemia provocou uma quebra de dormidas no alojamento turístico português que se situa na ordem dos 20 milhões, de acordo com os dados divulgados hoje pelo INE, que indica 1,07 milhões de pernoitas no mês de Junho, elevando para 10,5 milhões o total no semestre.

Opinião e Análise