Hotelaria portuguesa prevê quebra de receitas até 1,44 mil milhões de euros em quatro meses

08-04-2020 (17h44)

A hotelaria portuguesa prevê uma quebra de receitas até 1,44 mil milhões de euros de 1 de Março a 30 de Junho devido ao impacto da pandemia do novo coronavírus, anunciou a Associação da Hotelaria de Portugal (AHP).

As previsões representam um agravamento face às estimativas anunciadas pela AHP há cerca de um mês, no dia 12 de Março, em que a perspectiva era de uma quebra das receitas entre 30% e 50% das receitas ou entre cerca de 500 milhões e 800 milhões de euros, respectivamente.

As estimativas avançadas hoje pela CEO da AHP, Cristina Siza Vieira, apontam para quebras de receitas na hotelaria entre 80% e 90%, no montante de 1,28 mil milhões e 1,44 mil milhões de euros, respectivamente.

Os dados do INE indicam que no período homólogo de 2019 os hotéis facturaram 1.027 mil milhões de euros e que no conceito alargado de hotelaria, incluindo também hotéis-apartamentos, pousadas e quintas da Madeira, apartamentos turísticos e aldeamentos turísticos os proveitos ascenderam a 1.285,9 milhões de euros.

As novas perspectivas divulgadas hoje, segundo a Associação, resultam de um inquérito realizado aos seus associados entre 1 e 7 de Abril, enquanto as previsões anteriores reflectiam as respostas de um inquérito realizado entre 3 e 9 de Março.

Em ambos os casos, as previsões referem-se às receitas totais por quarto disponível (TRevPAR).

A AHP também agravou a sua previsão sobre a quebra de dormidas na hotelaria portuguesa entre 1 de Março e 30 de Junho, apontando para quebras entre 80% e 90%, o que corresponde a menos entre 11,8 milhões e 13,1 milhões de dormidas, respectivamente. A estimativa inicial apontava para quebras entre 30% e 50%, respectivamente entre 4,4 milhões e 7,3 milhões de dormidas a menos.

Em 2019, nos meses de Março a Junho, inclusive, segundo o INE a hotelaria em conceito lato teve um total de 20,2 milhões de dormidas, 14,6 milhões das quais em hotéis.

No inquérito, a AHP perguntou aos hoteleiros a sua previsão sobre a quebra de receitas no primeiro semestre e 71% dos inquiridos declarou “uma previsão de quebra de receita entre 70% e 100%”, sublinhou Cristina Siza Vieira numa conferência de imprensa digital.

Mais de 30% dos inquiridos prevê uma quebra de receita no primeiro semestre entre 80% e 89%, enquanto mais de 20% prevê quebras entre 70% e 79%, mais de 10% estima quebras de 60% a 69%, e quase 10% dos inquiridos perspectivam quebras de 90% a 99%.

Relativamente à taxa de ocupação no primeiro semestre, “65% dos inquiridos estima uma quebra na taxa de ocupação entre 70 e 100%”, acrescentou a CEO da AHP.

Ver também:

AHP propõe vouchers para viajar mais tarde em vez do reembolso imediato

 

Clique para ver mais: AHP

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Coronavírus

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHP diz que 2020 é “um ano perdido” para a hotelaria, apesar de “alguns balões de oxigénio”

04-06-2020 (14h34)

As expectativas da hotelaria portuguesa para o segundo semestre deste ano “não são tão negativas como se admitia”, mas “não temos dúvida que para a hotelaria vai ser substancialmente um ano perdido”, afirmou hoje a CEO da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Cristina Siza Vieira.

Hilton Vilamoura reabre a 1 de Julho

04-06-2020 (14h09)

O Hilton Vilamoura - As  Cascatas Golf Resort & Spa vai reabrir a 1 de Julho, com metade da sua capacidade de alojamento, medidas de segurança adaptadas como o distanciamento social nas áreas públicas, o programa Hilton CleanStay, e ainda o selo Clean & Safe.

The Yeatman reabre amanhã, 5 de Junho, com novidades

04-06-2020 (12h07)

O 5-estrelas The Yeatman vai reabrir amanhã, 5 de Junho, renovado e com novidades que incluem barbecues informais no terraço e novos programas de alojamento.

Reabre amanhã, 4 de Junho, o Riu Plaza Miami Beach

03-06-2020 (17h39)

O Riu Plaza Miami Beach, a primeira unidade Riu Plaza nos Estados Unidos, vai reabrir amanhã 4 de Junho, com o protocolo de segurança da cadeia hoteleira.

Garden Rooftop by imperium reabre a partir de 6 de Junho

03-06-2020 (16h56)

O Garden Rooftop by imperium, em Lisboa, vai receber os seus primeiros hóspedes a partir de 6 de Junho, com o selo Clean & Safe do Turismo de Portugal.

Opinião e Análise