Hoti Hotéis avança com sete unidades em Portugal até 2023

26-11-2019 (15h32)

O administrador da Hoti Hotéis, Manuel Proença, avançou que o grupo hoteleiro tem programado abrir sete hotéis em Portugal até 2023, num investimento que poderá ascender a 120 milhões de euros.

“O valor de investimento são 105 milhões de euros. Há um que ainda está em dúvida e que nos atira para os 120 milhões, que era um valor que já tínhamos anunciado no ano passado”, disse Manuel Proença ao PressTUR, durante o 31º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, organizado pela AHP na semana passada em Viana do Castelo.

O primeiro hotel a abrir será da marca Moxy, em Lisboa, no Parque das Nações, já em Maio do próximo ano. Trata-se de um hotel com 222 quartos em parceria com a Marriott, num investimento de 15 milhões de euros.

Em Braga, onde já tem um hotel Meliá, o grupo liderado por Manuel Proença tem previsto abrir uma unidade na Avenida Central em 2021, com 110 quartos, para a qual ainda não tem definida uma marca. “Já tem o PIP [Pedido de Informação Prévia] aprovado, vamos para o projecto”, frisou o administrador.

Ainda em 2021, o grupo Hoti Hotéis espera inaugurar um hotel com 128 quartos em Viana do Castelo, tendo já adquirido o terreno junto à Praça de Touros, “uma boa localização”, que era “abrangida pelo Polis Viana”, especificou Manuel Proença.

O administrador da Hoti Hotéis acrescentou que existe nessa localização “uma área residencial em construção, com muitos estrangeiros a comprarem apartamentos”, uma zona “que, embora seja muito central, é quase um resort”.

No ano seguinte, em 2022, o grupo tem programado abrir um hotel Meliá com 120 quartos em Famalicão, “uma área que ainda ninguém explorou e que precisa de um hotel de negócios”.

Os profissionais de Famalicão, “uma cidade extraordinária em termos de indústria e de produtividade”, utilizam “muito o nosso hotel de Braga”, assinalou Manuel Proença.

Em Aveiro, onde tem um hotel Meliá, a Hoti Hotéis espera abrir em 2022 uma unidade da marca Star Inn com 90 quartos, para alcançar “dois segmentos diferentes, com salas que acabam por ser comuns”, um modelo de negócio idêntico ao que montou no Aeroporto de Lisboa, onde tem lado a lado um hotel Tryp e um hotel Star Inn.

O maior hotel que o grupo tem previsto abrir nos próximos anos será um Meliá no Porto, na Avenida da Boavista, com 250 quartos e várias salas de conferências, para 2023.

Por fim, também em 2023, a Hoti Hotéis prevê abrir uma unidade Meliá no Centro Cultural de Belém. “A nossa parceria com a Mota-Engil é um hotel para 173 quartos, que depois tem mais uma área para pequenos apartamentos, uma espécie de suites que ficam ali ao lado, que é um investimento pesado também, na ordem dos 30 milhões”, destacou Manuel Proença.

Questionado sobre o negócio em Moçambique, onde tem o Meliá Maputo Sky, o administrador do grupo afirmou que “está a funcionar bem, mas não dá para estar a fazer mais”. Contudo, “se a economia melhorar, se as condições de segurança também aumentarem, a ideia é fazer mais unidades em Moçambique”.

“Em termos estratégicos queremos posicionar-nos em duas ou três geografias, não mais do que isso, mas ter escala”, prosseguiu Manuel Proença, para concluir: “não nos interessa ter um hotel em cada país, na óptica de multinacional. Isso não é para nós. Mas onde estamos queremos ter escala”.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Hoti Hotéis

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

ADHP promove Curso de Especialização em Direcção Hoteleira

14-01-2022 (11h59)

A Associação dos Directores de Hotéis de Portugal (ADHP) vai promover a próxima edição do Curso de Especialização em Direcção Hoteleira (CEDH), entre 2 de Fevereiro e 31 de Maio de 2022, actualizando o conteúdo com cinco novos módulos.

AHRESP quer que empresas fiquem livres de encargos do apoio excecional à família

13-01-2022 (13h46)

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu hoje que o apoio excepcional à família, no âmbito da covid-19, seja tratado entre os trabalhadores e a Segurança Social, ficando as empresas livres de encargos financeiros e administrativos.

38 crianças estão em quarentena em unidade hoteleira em Macau

13-01-2022 (13h19)

Quase 40 crianças de uma creche de Macau foram hoje colocadas em quarentena compulsória em quartos de hotel depois de um funcionário daquela instituição ter estado num banquete na China onde uma pessoa testou positivo para a covid-19.

Hotel em Porto Santo recebe militares infectados da Corveta António Enes

13-01-2022 (13h10)

Quarenta e um militares infectados com covid-19 a bordo da Corveta António Enes, ancorado em Porto Santo, estão hoje a ser retirados do navio, seguindo para uma unidade hoteleira onde vão continuar o isolamento.

Primeiro hotel Mama Shelter da Península Ibérica inaugurado hoje em Lisboa

12-01-2022 (16h36)

O Mama Shelter Lisboa é, a partir de hoje, a primeira unidade hoteleira da marca francesa na Península Ibérica, com 130 quartos num edifício de oito andares entre o Príncipe Real e a Avenida da Liberdade.

Opinião e Análise