Madeira e Algarve já superaram impacte da pandemia no mercado doméstico e atingem recordes

30-11-2021 (15h49)

Foto: Unsplash / Marcus Siemens
Foto: Unsplash / Marcus Siemens

A Madeira, “Destino Preferido da APAVT” e que este ano suscitou interesse acrescido da operação turística, e o Algarve, maior região turística portuguesa, acumulam no fim de Outubro mais dormidas no alojamento turístico de turistas residentes no país que no período homólogo pré-pandemia, em 2019, e atingem mesmo novos recordes para o período.

Dados divulgados hoje pelo INE indicam que o alojamento turístico da Madeira tem um aumento de dormidas de residentes em Portugal em 19,2% em relação aos primeiros dez meses de 2019, atingindo um novo máximo absoluto para o período de 991,7 mil dormidas no alojamento turístico.

Em valor absoluto, o alojamento turístico do Algarve é o que tem o maior aumento de pernoitas de residentes no país face ao período homólogo de 2019, com mais 298,8 mil (+6,4%), e atinge também o maior total de sempre do mercado doméstico nos primeiros dez meses do ano, com 4,99 milhões.

Mais nenhuma região averba aumento de dormidas do mercado dos residentes em Portugal nos primeiros dez meses face ao período homólogo de 2019, especialmente a de Lisboa e Vale do Tejo, que é a que regista a maior quebra, com um decréscimo em 33,6% ou 1,1 milhões, para 2,18 milhões.

Com quebras também a dois dígitos estão também Porto e Norte de Portugal, com -18,4% ou menos 678,1 mil, para 2,99 milhões, e Centro, com -16,7% ou menos 573,1 mil, para 2,85 milhões.

Quedas mais moderadas ocorrem nos Açores, com -9,4% ou menos 82,6 mil, para 797,1 mil, e Alentejo, com -3,6% ou menos 61,3 mil, para 1,65 milhões.

A informação do INE indica que nos primeiros dez meses deste ano os residentes em Portugal realizaram 16,47 milhões de dormidas no alojamento turístico, 11% ou 2,04 milhões abaixo de 2019, pré pandemia, mas com uma recuperação acentuada face a 2020, ano de início da pandemia a partir de Março, que ainda assim no final de Outubro apresentava uma quebra acumulada face a 2019 em 32,6% ou seis milhões de pernoitas.

No mês de Outubro deste ano, o alojamento turístico somou 1,95 milhões de dormidas de residentes em Portugal, não só acima do mês homólogo de 2020 (+65,4% ou mais 771,1 mil) como também de Outubro de 2019, pré pandemia, com +28,2% ou mais 429,5 mil, incluindo aumentos em todas as regiões turísticas, com +76,2% ou mais 56,4 mil na Madeira, +48,5% ou mais 113,7 mil no Algarve, +45,4% ou mais 61,9 mil no Alentejo, +25,7% ou mais 81,6 mil no Centro, +22% ou mais 20 mil nos Açores, +20,2% ou mais 70,6 mil no Porto e Norte e +7,9% ou mais 24,9 mil em Lisboa.

 

Clique para mais notícias: Alojamento turístico português

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

ADHP promove Curso de Especialização em Direcção Hoteleira

14-01-2022 (11h59)

A Associação dos Directores de Hotéis de Portugal (ADHP) vai promover a próxima edição do Curso de Especialização em Direcção Hoteleira (CEDH), entre 2 de Fevereiro e 31 de Maio de 2022, actualizando o conteúdo com cinco novos módulos.

AHRESP quer que empresas fiquem livres de encargos do apoio excecional à família

13-01-2022 (13h46)

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu hoje que o apoio excepcional à família, no âmbito da covid-19, seja tratado entre os trabalhadores e a Segurança Social, ficando as empresas livres de encargos financeiros e administrativos.

38 crianças estão em quarentena em unidade hoteleira em Macau

13-01-2022 (13h19)

Quase 40 crianças de uma creche de Macau foram hoje colocadas em quarentena compulsória em quartos de hotel depois de um funcionário daquela instituição ter estado num banquete na China onde uma pessoa testou positivo para a covid-19.

Hotel em Porto Santo recebe militares infectados da Corveta António Enes

13-01-2022 (13h10)

Quarenta e um militares infectados com covid-19 a bordo da Corveta António Enes, ancorado em Porto Santo, estão hoje a ser retirados do navio, seguindo para uma unidade hoteleira onde vão continuar o isolamento.

Primeiro hotel Mama Shelter da Península Ibérica inaugurado hoje em Lisboa

12-01-2022 (16h36)

O Mama Shelter Lisboa é, a partir de hoje, a primeira unidade hoteleira da marca francesa na Península Ibérica, com 130 quartos num edifício de oito andares entre o Príncipe Real e a Avenida da Liberdade.

Opinião e Análise