Marriott apresenta novo director-geral do Penha Longo Resort

11-08-2020 (13h45)

A Marriott International, maior rede hoteleira do mundo, designou o britânico Oliver Key, “com mais de 25 anos de experiência nalguns dos melhores hotéis no Reino Unido, Estados Unidos da América, Emirados Árabes Unidos e Indonésia”, para dirigir o seu resort 5-estrelas em Portugal, o Penha Longo, da marca Ritz Carlton.

“É um momento emocionante para me mudar para Portugal e chegar ao Penha Longa. Estou ansioso por trabalhar com todas as partes envolvidas para ajudar a trazer o resort, os restaurantes, o campo de golfe e todas as instalações, para um próximo nível”, diz uma declaração do executivo divulgada no comunicado que informa da sua nomeação para dirigir o Penha Longa.

A informação indica que Oliver Key entrou para a Marriott quando “fez a abertura do St. Regis Hotel em Abu Dhabi” e acrescenta que chegou a Portugal depois de dois anos e meio em Bali.

“A sua carreira em resorts internacionais de luxo preparou-o bem para o papel que agora assume de liderar um dos mais históricos e espectaculares resorts em Portugal”, salienta o comunicado, que descreve Oliver Key como “apaixonado pela gestão hoteleira, “líder enérgico” e portador de “uma expediência enriquecedora”.

“Os seus pontos-fortes incluem liderar equipas, definindo prioridades críticas e estratégicas às unidades que dirige, assim como desenvolver conceitos e planos operacionais que se ajustem ao local, levando à satisfação dos hóspedes, à evolução dos colaboradores e a um excelente desempenho financeiro”. Sustenta a informação.

Sobre o seu percurso profissional, o comunicado refere que começou na Fairmont Hotels & Resorts, “em vários destinos, tendo começado a sua carreira no icónico Savoy Hotel London e dali para o Plaza Hotel, em Nova York, após o qual esteve em vários postos em São Francisco, Hawai e Dubai”.

O comunicado assinala ainda que a sua carreira profissional “está recheada de experiências de vida”, citando a “gestão de eventos no Savoy em Londres onde se destacam jantares para Margaret Thatcher, para a Princesa Diana ou para a banda U2”, a organização do casamento de Michael Douglas e Catherine Zeta Jones entre outros “casamentos da alta-sociedade” organização de eventos de angariação de fundos políticos em São Francisco e “eventos no cenário do filme Missão Impossível, no Burj Khalifa, no Dubai, bem como grandes eventos de imprensa para a Sony Pictures, em Bali”.

 

Clique para mais notícias: Penha Longa Resort

Clique para mais notícias: Marriott

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CCB quer fechar contrato este ano com Mota Engil para hotel e zona comercial

01-10-2020 (16h57)

O Centro Cultural de Belém (CCB) espera assinar ainda este ano o contrato com a construtora Mota Engil, para a construção e exploração de um hotel e zona comercial nos módulos que faltam ao edifício original.

Marriott estreia marca Aloft no Japão

01-10-2020 (16h22)

A Marriott International abriu o primeiro hotel da sua marca Aloft no Japão, em Tóquio, uma unidade hoteleira com um design arrojado e cores brilhantes, num piscar de olho ao movimento cultural dos anos 1960 Miyuki-zoku.

Quebra de dormidas de turistas estrangeiros em Portugal atingiu 4,46 milhões

01-10-2020 (15h28)

O alojamento turístico português sofreu em Agosto uma quebra das dormidas de turistas residentes no estrangeiro em 72%, com quebras acima de 80% em sete dos 16 principais emissores, nomeadamente os de longo curso.

Algarve teve mais turismo de portugueses em Agosto do que há um ano, apesar da pandemia

01-10-2020 (12h07)

O alojamento turístico do Algarve teve este Agosto mais 9% de dormidas de turistas residentes em Portugal, apesar dos tempos de pandemia, que provocou uma quebra dos estrangeiros em 67,5%.

Meliá sinaliza confiança na China com novo hotel em Chengdu

29-09-2020 (11h32)

A Meliá Hotels International inaugurou um hotel da sua marca Gran Meliá em Chengdu, na China, país que considera pioneiro na recuperação da crise provocada pela pandemia da covid-19.

Opinião e Análise