Maseyka Holdings investe 61,9 milhões de euros em dois hotéis em São Vicente

18-02-2021 (11h11)

A Maseyka Holdings Investments vai investir 61,9 milhões de euros na construção de dois hotéis na ilha cabo-verdiana de São Vicente, um Four Points by Sheraton para abrir em Julho de 2022 e um Le Meridien para abrir em 2025.

A empresa, que segundo a agência Lusa é uma sociedade de direito cabo-verdiano, recebeu aprovação do Governo para conceber, desenvolver e explorar o projecto turístico "Four Points by Sheraton e Le Meridien".

A primeira fase do projecto, que já está em curso, é a construção de um hotel de 5-estrelas da marca Four Points by Sheraton, com 128 quartos, na zona da Laginha, Mindelo, para abrir em Julho do próximo ano.

A segunda fase prevê a construção de um hotel de 5-estrelas da marca Le Meredien ou de "qualquer marca equivalente dentro do grupo Marriott", com 172 quartos e abertura prevista para Janeiro de 2025.

"O Governo de Cabo Verde considera o projeto «Four Points by Sheraton e Le Meridien» de grande valia e, por isso, o declara de interesse excecional no quadro da sua estratégia de desenvolvimento económico do país, tendo em conta o impacto que representará em termos de investimento, do emprego, da formação profissional, na riqueza que gerará, incremento da oferta turística e da qualidade e quantidade da capacidade de alojamento nacional", diz a resolução que aprova a convenção com o Estado cabo-verdiano, citada pela Lusa.

O acordo prevê a assinatura de um protocolo entre os investidores e a Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde para formação e estágios profissionais do pessoal necessário ao funcionamento dos hotéis, bem como a criação de uma Academia de Língua Inglesa acreditada para o quadro de pessoal dos hotéis e particulares, e a "colaboração" com o Governo de Cabo Verde para "explorar as potencialidades do capital humano local e/ou regional para a promissão de investimentos em Call Centers na ilha de São Vicente", entre outras.

Em contrapartida, os investidores, ao abrigo desta convenção com o Estado cabo-verdiano, ficam isentos do pagamento de direitos aduaneiros na importação de materiais e equipamentos para a construção e operação dos hotéis, beneficiando ainda de isenção total de tributação dos lucros durante os cinco primeiros anos de funcionamento, que passa depois a ser de 50% até ao termo do período de vigência da convenção, que tem a duração total de 15 anos.

Está ainda prevista a concessão de incentivos fiscais em sede de Imposto Único sobre o Património, entre outros apoios estatais.

O turismo representa 25% do Produto Interno Bruto de Cabo Verde, mas o sector está parado desde Março do ano passado devido às restrições provocadas pela pandemia de covid-19.

 

Clique para ver mais: Cabo Verde

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Marriott já tem novo CEO

23-02-2021 (18h10)

A Marriott, maior rede hoteleira do mundo, anunciou a escolha de Anthony Capuano, um veterano com mais de 25 anos na companhia que era presidente para o desenvolvimento global, design e operações, para substituir o falecido Arne Sorenson à frente da gestão executiva.

Muthu Hotels MGM assume gestão do Hotel Almirante em Cuba

23-02-2021 (16h45)

O Hotel Almirante, na província de Holguín, em Cuba, vai ser gerido pela Muthu Hotels MGM, que vai reabrir a unidade hoteleira 5-estrelas com o nome Gran Muthu Almirante Beach.

Marriott abre hotel boutique da marca Aloft em Tulum, México

22-02-2021 (16h05)

A Marriott abriu um novo hotel boutique da sua marca Aloft em Tulum, no México, num edifício de quatro pisos com 140 quartos e suites, um lounge com piscina infinita no topo e espaço para reuniões e eventos.

Quarta fase do Galaxy Macau prevista para 2024

22-02-2021 (13h52)

A quarta fase do resort Galaxy Macau está prevista para 2024, sendo a obra de expansão, avaliada em cerca de 1,3 mil milhões de euros, entregue à China Construction.

easyHotel vai inaugurar quarto hotel em Espanha

17-02-2021 (17h57)

A easyHotel, marca de hotéis criada pelo fundador da easyJet, vai inaugurar o seu quarto hotel em Espanha em finais de 2022, uma unidade hoteleira de 75 quartos em Barcelona.

Opinião e Análise