Mesmo com pandemia de covid-19, portugueses aumentaram dormidas no Algarve e Alentejo e Setembro

30-10-2020 (10h55)

Gráfico: INE
Gráfico: INE

O alojamento turístico do Algarve e do Alentejo tiveram este Setembro mais dormidas que no mês homólogo de 2019, de acordo com a estimativa rápida do INE, que indica que, porém, a tendência foi de queda, que atingiu 37,7% em Lisboa e 32,3% nos Açores.

A estimativa rápida do INE relativa ao mês de Setembro indica que o alojamento turístico português, incluindo hotéis, hotéis-apartmentos, apartamentos turísticos, aldeamentos turísticos, pousadas, quintas da Madeira, alojamentos locais com mais dez ou mais camas e turismos no espaço rural e de habitação, teve em Setembro menos de metade das dormidas de há um ano, com uma quebra em 53,4% ou 4,07 milhões face a Setembro de 2019.

Essa quebra foi provocada principalmente pela quebra dos mercados internacionais, que fizeram menos 3,88 milhões de dormidas no alojamento turístico português que há um ano (-71,9%), sobressaindo as quebras dos emissores de longo curso, como os Estados Unidos, com -95,5%, Canadá, com -94,7%, e China, -94,5%.

Tal como em Agosto, a atenuar o impacto das quebras dos mercados internacionais, as mais ‘suaves’ das quais para menos de metade de há um ano, como nos casos de Espanha, com -51%, Países Baixos, com -51,2%, Bélgica, com -52,3%, e Suíça, com -55,4%, estiveram os turistas residentes em Portugal, que asseguraram 57,2% das pernoitas do mês de Setembro, com uma queda limitada a 8,5% ou 188,7 mil.

E até com aumentos ao arrepio dos impactos negativos que a pandemia de covid-19 tem em todas as áreas do turismo, como aconteceram nos estabelecimentos do Algarve e do Alentejo, os primeiros com aumento em 10,3% ou mais 67,9 mil e os segundos com mais 5,2% ou 10,8 mil.

Mas na realidade foram excepções, ainda mais flagrantes quando se compara com as quebras nas regiões de Lisboa, com -37,7% ou menos 127,4 mil, Açores, com -32,3% ou menos 31,1, Madeira, com -17,3% ou menos 18,4 mil, Norte, com -13,6% ou menos 57,1 mil, e Centro, com -8,4% ou menos 33,4 mil.

 

Clique para mais notícias: Alojamento turístico português

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Meliá anuncia dois hotéis em Nha Trang, no Vietname

03-12-2020 (12h14)

A Meliá Hotels International anunciou os hotéis Gran Meliá Nha Trang e Meliá Nha Trang, em Nha Trang, no Vietname, que têm inauguração prevista para 2023.

Dormidas de portugueses subiram em Outubro no Algarve com a Fórmula 1

02-12-2020 (15h46)

O Algarve conseguiu a única variação positiva de dormidas no alojamento turístico português durante o mês de Outubro, nas pernoitas de turistas residentes em Portugal, que o INE atribui à realização do Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, que se disputou no Autódromo do Algarve, em Portimão, no final do mês.

Holanda foi a ‘boa surpresa’ em Outubro para o alojamento turístico português

02-12-2020 (15h06)

A Holanda foi a excepção mais inesperada em Outubro às quebras de dormidas no alojamento turístico português, ao registar o menor decréscimo relativo de todos os principais emissores, de acordo com a estimativa rápida divulgada pelo INE.

Hilton anuncia novos hotéis em Cascais, Gaia e São Miguel

02-12-2020 (13h04)

A Hilton anunciou que vai abrir mais três hotéis em Portugal até 2023, em Cascais, Vila Nova de Gaia e em São Miguel, nos Açores, com as suas marcas Hilton, Curio Collection e DoubleTree.

Bairro Alto Hotel volta a encerrar temporariamente devido à pandemia

27-11-2020 (09h08)

O Bairro Alto Hotel voltou a encerrar temporariamente, justificando a decisão com “as sucessivas renovações do Estado de Emergência e as novas medidas de contenção e prevenção, cada vez mais restritivas, impostas pelo Governo português”.

Opinião e Análise