Pestana abre hotel em Tânger a 4 de Novembro

18-10-2021 (17h13)

O Pestana Hotel Group anunciou hoje que o seu novo Pestana Tânger City Center Hotel Suites & Apartments vai abrir em soft opening no dia 4 de Novembro, um 4-estrelas com 120 suites e apartamentos T1 e T2.

Tânger é apresentada pelo grupo Pestana em comunicado como a "porta de entrada no Estreito de Gibraltar e ao alcance da vista a partir da Europa", uma cidade que se reinventou nos últimos anos "sem perder o espírito boémio e o seu exotismo".

O segundo hotel do Pestana Hotel Group em Marrocos, depois do Pestana Casablanca, também aposta na componente corporate e pretende "responder à revitalização turística que Tânger vive, num contexto da aposta do Reino de Marrocos no turismo e nos negócios".

Um sinal deste investimento destacado no comunicado é a Tanja Marina Bay, "uma das marinas mais modernas do continente e primeira infra-estrutura deste género em zona urbana no Reino de Marrocos", que fica a "dois passos" do Pestana Tânger.

O hotel também está próximo da nova Estação de Comboios de alta velocidade, e está integrado num centro de negócios com um centro comercial, cinema e residências de luxo.

O hotel tem 90 apartamentos T1 e 30 apartamentos T2, disponibiliza Wi-Fi gratuito, sala com espaço de refeições e zona de lazer ou de trabalho, e kitchenette equipada, incluindo máquina de lavar roupa.

Para encontros de negócios, o hotel tem uma sala de reuniões e um parque de estacionamento com vigilância e capacidade para 86 viaturas.

A oferta de serviços do hotel inclui ainda um novo restaurante-bar, "especializado nas carnes mais suculentas".

Citado no comuicado, o CEO do Pestana Hotel Group, José Theotónio, afirma que "Tânger é tradicionalmente popular entre empresários e turistas marroquinos, franceses e espanhóis, mas tem potencial para atrair também cada vez mais portugueses e outras nacionalidades".

"Com um crescente dinamismo empresarial, turístico e industrial, Tânger está cada vez mais próxima da Europa, além de se ter ligado às grandes cidades do sudoeste de Marrocos por intermédio do comboio de alta velocidade", acrescenta José Theotónio.

 

Clique para ver mais: Pestana Hotel Group

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHP e SITESE/FETESE celebram novo Contrato Colectivo de Trabalho

03-12-2021 (14h42)

A Associação da Hotelaria de Portugal, AHP, e a Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores de Serviços, Comércio, Restauração e Turismo, SITESE/FETESE, celebraram um novo Contrato Colectivo de Trabalho (CCT).

Alojamento turístico teve aumento de dormidas de três mercados internacionais em Outubro

30-11-2021 (16h30)

O alojamento turístico português voltou a atenuar em Outubro a quebra de dormidas de turistas não residentes face ao período homólogo pré-pandemia e, inclusivamente, até teve aumento de três, o mais forte dos quais por parte de residentes em Espanha, que atingiram um novo recorde de dormidas num mês de Outubro.

Madeira e Algarve já superaram impacte da pandemia no mercado doméstico e atingem recordes

30-11-2021 (15h49)

A Madeira, “Destino Preferido da APAVT” e que este ano suscitou interesse acrescido da operação turística, e o Algarve, maior região turística portuguesa, acumulam no fim de Outubro mais dormidas no alojamento turístico de turistas residentes no país que no período homólogo pré-pandemia, em 2019, e atingem mesmo novos recordes para o período.

CTP preocupada com controlo de testes caso a caso nos aeroportos

26-11-2021 (16h49)

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP) manifestou-se hoje preocupado com a medida que obriga as companhias aéreas a controlarem caso a caso os testes à covid-19, nomeadamente em alturas de maior movimento nos aeroportos.

Companhias aéreas consideram "intolerável" aumento das multas para 20 mil euros em Portugal

26-11-2021 (15h44)

A Associação das Companhias Aéreas em Portugal (RENA) disse à Lusa que considera “intolerável” o aumento para 20 mil euros das multas em que as companhias aéreas incorrem a partir de 1 de Dezembro caso transportem passageiros sem teste negativo à covid-19.

Opinião e Análise