Receitas da Vila Galé no Brasil sobem 18% em 2019

20-01-2020 (19h37)

Os nove hotéis do grupo Vila Galé no Brasil facturaram 371 milhões de reais no ano passado, cerca de 80,3 milhões de euros ao câmbio de hoje, mais 18% que no ano anterior, revelou o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Os hotéis urbanos da Vila Galé no Brasil, situados em Salvador, Fortaleza e Rio de Janeiro, mostraram melhorias no ano passado depois de terem atravessado “um momento difícil” nos últimos anos, disse o administrador na apresentação de resultados, esta segunda-feira em Lisboa.

A taxa média de ocupação no Rio de Janeiro "subiu significativamente", salientou Gonçalo Rebelo de Almeida.

Os resorts, que representam a maior ‘fatia’ do negócio do grupo no Brasil, registaram “genericamente” resultados positivos.

A contribuir para o crescimento esteve o resort de Touros, inaugurado em Setembro de 2018 e que, assim, fez o seu primeiro ano completo em 2019.

Gonçalo Rebelo de Almeida afirmou que a origem dos hóspedes da Vila Galé no Brasil “não alterou significativamente”, pelo que continua a existir uma “forte dependência do mercado interno brasileiro”.

“Argentina e Portugal, dois mercados mais ou menos importantes para o Brasil, mantêm mais ou menos os mesmos números e portanto não há grande variação na origem do cliente”, acrescentou.

Os três hotéis urbanos (Rio de Janeiro, Salvador e Fortaleza) e os seis resorts (Marés, Eco Resort do Cabo, Eco Resort de Angra, Cumbuco, Tourose VG Sun Cumbuco by Vila Galé) somaram 1,5 milhões de dormidas no ano passado.

Ver também:

Vila Galé fechou 2019 com mais três milhões de euros de receitas em Portugal

China supera Bélgica entre os principais mercados para o grupo Vila Galé

Mudança nos mercados de origem pode explicar quebra da estada média nos hotéis Vila Galé

 

 

Clique para ver mais: Vila Galé

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Brasil
Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes

18-09-2020 (14h00)

Mais de 20 organizações europeias de turismo e de aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes.

Turim Saldanha Hotel reabre amanhã

15-09-2020 (16h13)

O Grupo Turim Hotéis anunciou que vai reabrir amanhã, dia 16, o Turim Saldanha Hotel, cumprindo as directrizes da DGS e o plano de higiene e segurança da empresa.

Alojamento turístico português voltou a ter mais de um milhão de hóspedes, com aumento de portugueses

15-09-2020 (15h54)

O alojamento turístico português acolheu em Julho, pela primeira vez desde Fevereiro, mais de um milhão de hóspedes, graças a um aumento em 25,8% dos residentes em Portugal, que assim perfizeram 71,1% do total, quando há um ano tinham representado 20,3%.

Alojamentos turísticos do Alentejo e do Centro até conseguiram subir preços médios em Julho

15-09-2020 (14h24)

Ao arrepio da tendência geral e do que ‘seria de esperar' face à grave crise para a qual a pandemia de covid-19 ‘atirou' o turismo, o alojamento turístico de duas regiões portuguesas, o Alentejo e o Centro, ainda conseguiram ter preços médios mais elevados este Julho.

Pandemia tirou 1.633 milhões de euros de receitas ao alojamento turístico português

15-09-2020 (13h09)

Os estabelecimentos de alojamento turístico portugueses somavam no fim de Julho uma quebra de receitas que superava os 1.633 milhões de euros, com as regiões menos preponderantes em turismo, como o Alentejo e o Centro, a serem as que registam menores quebras relativas, como já o assinalara o presidente do Turismo de Portugal.

Opinião e Análise