Turismo em Portugal teve “interrupção quase total” no mês de Abril, INE

29-05-2020 (19h33)

Gráfico: INE - Variação das dormidas nos estabelecimentos de alojamento turístico, por país de residência
Gráfico: INE - Variação das dormidas nos estabelecimentos de alojamento turístico, por país de residência

O alojamento turístico português, que em Abril de 2019 recebera 2,3 milhões de hóspedes e contabilizara 5,94 milhões de dormidas, este ano ficou por 68 mil hóspedes e 193,8 mil dormidas, tendo quebras em 97,1% e em 96,7%, respectivamente, de acordo com "a estimativa rápida" do INE divulgada hoje.


A informação especifica que a quebra de dormidas foi com decréscimos das pernoitas do mercado doméstico em 92,7% e dos mercados internacionais em 98,3% e acrescenta que "no contexto do estado de emergência, cerca de 80,6% dos estabelecimentos de alojamento turístico terão estado encerrados ou não registaram movimento de hóspedes".

O INE informou ainda os resultados de um "questionário específico" que realizou em Abril, segundo o qual "78,4% dos estabelecimentos de alojamento turístico respondentes (representando 90,4% da capacidade de oferta) assinalaram que a pandemia COVID-19 motivou o cancelamento de reservas agendadas para os meses de Março a Agosto de 2020".

O INE especificou ainda que essa percentagem "varia inversamente com a extensão do horizonte temporal: 74,4% reportaram cancelamentos para Junho, 63,6% para Julho e 57,5% para Agosto".

O INE indicou também que se baseia em respostas de cerca de 5.000 estabelecimentos, sobre as perspectivas para a atividade turística nos próximos meses até Agosto.

A informação do Instituto diz ainda que "quando questionados sobre os principais mercados com cancelamentos de reservas (podendo cada estabelecimento identificar até 3 mercados), o mercado nacional foi o mais referido, tendo sido identificado por 60,8% dos estabelecimentos de alojamento turístico".

"O mercado espanhol foi o segundo mais referido (49,4% dos estabelecimentos), seguindo-se os mercados francês (31,9% dos estabelecimentos), alemão (27,1% dos estabelecimentos) e britânico (24,1% dos estabelecimentos)".

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Paradiso Pure.Living Hotel integra Green Pearls

06-07-2020 (17h53)

A unidade hoteleira 100% vegetariana Paradiso Pure.Living Hotel faz parte da rede de hotéis da plataforma de informação e comunicação dedicada ao turismo sustentável Green Pearls.

Travelport promove webinar sobre tendências de recuperação do turismo

06-07-2020 (14h46)

A Travelport, empresa a que pertence o sistema global de reservas mais utilizado pelas agências de viagens portuguesas, vai organizar um webinar sobre as tendências de recuperação do turismo.

Hotéis da Lisbon Heritage Hotels reabrem com restauros e remodelações

06-07-2020 (13h54)

As unidades hoteleiras da Lisbon Heritage Hotels, As Janelas Verdes, Heritage Avenida Liberdade, Hotel Britania, Hotel Lisboa Plaza e Solar do Castelo reabriram com "várias intervenções de restauro e remodelação" nas suas infra-estruturas e serviços.

Neya Lisboa Hotel distinguido com um Energy Globe Award

03-07-2020 (18h47)

O Neya Lisboa Hotel, a primeira unidade do grupo Neya Hotels, foi distinguido com um Energy Globe Award, que destaca "projectos inovadores no sector da eficiência energética, energias renováveis e conservação de recursos em prol do ambiente".

Vila Galé anuncia novidades nas zonas exteriores dos seus hotéis

03-07-2020 (16h54)

O Grupo Vila Galé, de acordo com o programa anual de renovações dos seus hotéis, tem novidades em zonas exteriores de alguns dos seus hotéis, incluindo um novo lounge com espreguiçadeiras e sofá no Vila Galé Ericeira.

Opinião e Análise