Vila Galé chega aos Açores em 2021

20-01-2020 (20h37)

O Grupo Vila Galé vai estrear-se nos Açores em 2021, com a abertura de um hotel com 100 quartos em Ponta Delgada, São Miguel, anunciou esta segunda-feira o presidente do grupo, Jorge Rebelo de Almeida.

O hotel vai ficar instalado num edifício da Santa Casa da Misericórdia localizado na Praça de São Francisco, em Ponta Delgada, cuja reconversão deverá arrancar no segundo semestre deste ano.

O presidente do grupo, que falava esta segunda-feira em Lisboa, anunciou também que está a negociar com as entidades locais um hotel em Tomar, reabilitando o antigo Convento de Santa Iria e o ex-Colégio Feminino D.Inês.

O grupo Vila Galé tem previsto inaugurar três hotéis este ano, começando Vila Galé Collection Alter Real, que abre a 13 de Março e tem a sua inauguração oficial prevista para 4 de Abril.

Esta hotel de 4-estrelas está instalado na Coudelaria de Alter do Chão, entre Elvas e Portalegre, e terá 78 quartos, resultado de um investimento de 10 milhões de euros.

A segunda abertura, prevista para 27 de Março, será do Vila Galé Serra da Estrela, um 4-estrelas com 91 quartos localizado em Manteigas, resultado de um investimento de cerca de 10 milhões de euros. A inauguração oficial está prevista para 26 de Abril.

A última abertura do ano será em São Paulo, no Brasil, em Junho. O Vila Galé Paulista, localizado na Bela Cintra, perto da Avenida Paulista, terá 108 quartos e envolverá um investimento de 80 milhões de reais (cerca de 17,3 milhões de euros ao câmbio atual).

Outro investimento previsto para este ano é a ampliação do hotel Vila Galé Douro Vineyards, que a partir de Junho deverá passar a ter 49 quartos, mais 42 do que inicialmente, após um investimento de sete milhões de euros.

A Vila Galé tem outros projectos em carteira para Portugal, incluindo um hotel só para adultos e outro “onde as crianças é que levam os pais”, em Beja, e um segundo hotel em Elvas, que será baptizado as Casas de Elvas by Vila Galé (clique para ler: Vila Galé vai investir cinco milhões de euros em novo hotel em Elvas, diz autarca).

No Brasil, além de um resort em Alagoas, o grupo também tem programado abrir um novo hotel em Salvador, instalado no primeiro palácio do governo de Portugal no Brasil, o Palácio do Rio Branco (clique para ler: Vila Galé confirma construção de novo resort em Alagoas / Jorge Rebelo de Almeida confirma proposta do Vila Galé para o Palácio Rio Branco na Bahia).

Ver também:

Vila Galé fechou 2019 com mais três milhões de euros de receitas em Portugal

China supera Bélgica entre os principais mercados para o grupo Vila Galé

Mudança nos mercados de origem pode explicar quebra da estada média nos hotéis Vila Galé

Receitas da Vila Galé no Brasil sobem 18% em 2019

 

Clique para ver mais: Vila Galé

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes

18-09-2020 (14h00)

Mais de 20 organizações europeias de turismo e de aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes.

Turim Saldanha Hotel reabre amanhã

15-09-2020 (16h13)

O Grupo Turim Hotéis anunciou que vai reabrir amanhã, dia 16, o Turim Saldanha Hotel, cumprindo as directrizes da DGS e o plano de higiene e segurança da empresa.

Alojamento turístico português voltou a ter mais de um milhão de hóspedes, com aumento de portugueses

15-09-2020 (15h54)

O alojamento turístico português acolheu em Julho, pela primeira vez desde Fevereiro, mais de um milhão de hóspedes, graças a um aumento em 25,8% dos residentes em Portugal, que assim perfizeram 71,1% do total, quando há um ano tinham representado 20,3%.

Alojamentos turísticos do Alentejo e do Centro até conseguiram subir preços médios em Julho

15-09-2020 (14h24)

Ao arrepio da tendência geral e do que ‘seria de esperar' face à grave crise para a qual a pandemia de covid-19 ‘atirou' o turismo, o alojamento turístico de duas regiões portuguesas, o Alentejo e o Centro, ainda conseguiram ter preços médios mais elevados este Julho.

Pandemia tirou 1.633 milhões de euros de receitas ao alojamento turístico português

15-09-2020 (13h09)

Os estabelecimentos de alojamento turístico portugueses somavam no fim de Julho uma quebra de receitas que superava os 1.633 milhões de euros, com as regiões menos preponderantes em turismo, como o Alentejo e o Centro, a serem as que registam menores quebras relativas, como já o assinalara o presidente do Turismo de Portugal.

Opinião e Análise