Madeira elimina recolher obrigatório e limite horário para restaurantes

15-10-2021 (15h50)

Foto: Unsplash / Marcus Siemens
Foto: Unsplash / Marcus Siemens

O Governo da Madeira alterou a situação de calamidade na região autónoma para situação de alerta, abolindo algumas restrições impostas devido à pandemia de covid-19, como o recolher obrigatório, anunciou o executivo.

“A presente resolução produz efeitos às 00:00 do dia 15 de Outubro de 2021”, é referido em comunicado divulgado após reunião semanal do Conselho do Governo Regional.

O executivo liderado pelo social-democrata Miguel Albuquerque indica que se mantém em vigor a apresentação de teste negativo para covid-19 ou certificado de vacinação para cada viajante que desembarque nos aeroportos, portos e marinas da Região Autónoma da Madeira.

A decisão do Governo surge após o anúncio feito por Albuquerque, no decurso das últimas duas semanas, do aligeiramento e abolição de várias medidas restritivas a partir de sexta-feira, como o fim do recolher obrigatório (entre as 02:00 e as 05:00) e do horário de encerramento dos estabelecimentos (às 01:00), a reabertura das discotecas e o uso obrigatório de máscara na rua.

De acordo com a Lei de Bases da Proteção Civil, a situação de alerta pode ser declarada quando, face à ocorrência ou iminência de ocorrência de acontecimentos graves, é reconhecida a necessidade de adoptar medidas preventivas e ou medidas especiais de reação.

De acordo com os dados mais recentes da Direção Regional de Saúde, o arquipélago da Madeira, com cerca de 251 mil habitantes, regista 78 casos ativos de covid-19, num total de 11.859 confirmados desde o início da pandemia, e 72 mortos associados à doença.

 

Clique para ver mais: Madeira

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

75% das agências de viagens recorreram a linhas de apoio – Rita Marques

03-12-2021 (18h17)

A secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, afirmou hoje em Aveiro, no 46º Congresso da APAVT, que "75% das agências de viagens socorreram-se até ao momento das várias linhas de apoio disponibilizadas" desde o início da pandemia de covid-19.

Foram multadas 13 companhias aéreas no segundo dia de restrições

03-12-2021 (17h33)

No segundo dia da obrigatoriedade de desembarcarem em Portugal continental apenas passageiros com teste negativo à covid-19 ou certificado de recuperação, 13 companhias aéreas e 59 passageiros foram multados nos aeroportos portugueses.

João Fernandes reeleito presidente da Associação Turismo do Algarve

03-12-2021 (16h26)

João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), foi reeleito para um segundo mandato na presidência da Associação Turismo do Algarve (ATA), entidade que promove a região nos mercados externos.

Costa Cruzeiros recebe terceiro navio movido a GNL

03-12-2021 (15h26)

A Costa Cruzeiros anunciou que recebeu o Costa Toscana, o terceiro navio do Grupo Costa movido a gás natural liquefeito (GNL), que vai realizar o seu primeiro itinerário no Mediterrâneo Ocidental no início de Março.

AHP e SITESE/FETESE celebram novo Contrato Colectivo de Trabalho

03-12-2021 (14h42)

A Associação da Hotelaria de Portugal, AHP, e a Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores de Serviços, Comércio, Restauração e Turismo, SITESE/FETESE, celebraram um novo Contrato Colectivo de Trabalho (CCT).

Opinião e Análise