Pandemia põe uma das companhias mais lucrativas do mundo a perder mais de 500 milhões

26-02-2021 (15h30)

Foto: Amadeus
Foto: Amadeus

O impacto da pandemia de covid-19 no sector das viagens e turismo é evidenciado pelo Amadeus, uma das companhias mais lucrativas do mundo, que teve um ‘rombo’ de 1.618,5 milhões no resultado líquido, passando de 1.113,2 milhões de lucro em 2019 para um prejuízo de 505,3 milhões em 2020.

O balanço do Amadeus evidencia que ‘o problema’ esteve do lado da receita, que teve uma quebra de 61% ou 3.396,1 milhões de euros, para 2.174 milhões, já que do lado dos custos até pode celebrar uma redução de 500 milhões, segundo indica no documento.

A quebra de receitas foi de 77,1% ou 2.415 milhões de euros na área que denomina por Distribuição, e que é principalmente o processamento de reservas de voos por agências de viagens, e a área que denomina por IT Solutions, e que é principalmente a actividade gerada pela sua solução Altéa para gestão de passageiros das companhias de aviação, teve um decréscimo dos proveitos em 40,2% ou 981,1 milhões de euros.

Os proveitos de Distribuição ficaram em 715,6 milhões de euros e a IT Solutions gerou 1.458,4 milhões, ‘invertendo’ a proporção verificada nos anos anteriores, como por exemplo em 2019, ano em que a Distribuição teve receitas de 3.130,6 milhões e a IT teve 2.439,5 milhões.

 

Clique para mais notícias: Amadeus

Clique para mais notícias: Agências de viagens

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

MSC Cruzeiros lança novos itinerários para este Verão na Europa com pelo menos dez navios

16-04-2021 (17h02)

A MSC Cruzeiros divulgou para o mercado novos itinerários para viajar no Mediterrâneo e no Norte da Europa este Verão, com pelo menos dez navios, incluindo o seu novo MSC Virtuosa, que fará viagens a começar e a terminar em Lisboa a partir de Setembro.

PRR tem 7.700 milhões de euros para apoios directos e indirectos às empresas

16-04-2021 (16h27)

O Programa de Recuperação e Resiliência (PRR) terá 7.700 milhões de euros de apoios dedicados às empresas, de acordo com o Programa de Estabilidade (PE) aprovado na quinta-feira em Conselho de Ministros e entregue à Assembleia da República (AR).

Governo prevê injectar este ano mais 970 milhões de euros na TAP

16-04-2021 (16h24)

O Governo prevê injectar 970 milhões de euros na TAP este ano, uma medida classificada como temporária e cujo efeito nas contas públicas é revertido em 2022 e 2023, de acordo com o Programa de Estabilidade (PE) hoje conhecido.

Agências de viagens portuguesas atingem máximo de vendas de voos em BSP durante a pandemia

16-04-2021 (15h47)

As vendas de voos regulares pelas agências de viagens IATA portuguesas ascenderam em Março a 13,5 milhões de euros, que é um máximo em tempos de pandemia.

Portugal passa a permitir voos do Brasil e Reino Unido para viagens essenciais

16-04-2021 (15h27)

O Governo português anunciou que os voos com origem ou destino no Brasil e Reino Unido são permitidos a partir de hoje para viagens essenciais, mantendo-se as medidas restritivas do tráfego aéreo devido à pandemia de covid-19.

Opinião e Análise