Royal Caribbean investe 86 milhões de euros para renovar o Voyager of the Seas

02-07-2019 (13h43)

A Royal Caribbean vai renovar o seu navio de cruzeiros Voyager of the Seas, que estará a navegar no Sudeste Asiático a partir de Outubro, após um investimento de 97 milhões de dólares, cerca de 86 milhões de euros ao câmbio de hoje.

A companhia anuncia que o navio terá características “inéditas na região onde vai operar”, com itinerários de três a cinco noites pelo Sudeste Asiático, com partidas de Singapura, Malásia, a partir de 21 de Outubro.

A partir de 30 de Novembro, o Voyager of the Seas fará itinerários entre nove e 12 noites com partidas desde Sydney, Austrália.

“Da dupla de escorregas aquáticos The Perfect Storm, ao Spa revigorado e a novos espaços para crianças e adolescentes, o Voyager of the Seas apresentará um conjunto emocionante de experiências que irão certamente proporcionar férias inesquecíveis do outro lado do mundo”, sublinha um comunicado da Melair Cruzeiros, que representa a Royal Caribbean em Portugal.

O Voyager of the Seas será o quarto navio a ser transformado no âmbito do projecto de modernização da frota da Royal Caribbean, o Royal Amplified, que terá um investimento de mais de mil milhões de dólares, cerca de 883 milhões de euros, para renovar dez navios em quatro anos.

O Voyager of the Seas, após a renovação, vai passar a estar equipado com uma dupla de escorregas aquáticos “The Perfect Storm”, “com dois percursos diferentes repletos de surpresas e reviravoltas”, juntando-se a outras propostas de entretenimento como o simulador de surf “Flowrider”, a parede de escalada e o mini golfe.

O navio também terá novas experiências para famílias, como o jogo de laser tag “Battle for Planet Z”, o centro de actividades Adventure Ocean para crianças dos três aos 12 anos, um novo berçário para os mais pequenos, um novo espaço para crianças dos três aos cinco anos e ainda uma área para adolescentes.

No departamento das propostas para descontrair e repôr energias, a Royal Caribbean destaca que o Vitality Spa e o Fitness Center serão transferidos para a popa do navio, passando a oferecer espaços renovados e mais diversidade de massagens, tratamentos, acupuntura, estética, ginástica e treino personalizado.

O Voyager of the Seas também terá um solário e piscina só para adultos, 72 novos camarotes, um lounge exclusivo para passageiros acomodados em Grand Suites e tipologias acima, e um Diamond Lounge para membros do programa de fidelidade Crown & Anchor Society da Royal Caribbean.

Os passageiros do navio também vão poder fazer o check-in e reservar actividades, restaurants e excursões através da app da Royal Caribbean International.

 

Ver também:

Royal Caribbean investe 150 milhões de euros na renovação do Oasis of the Seas

 

Clique para ver mais: Royal Caribbean

Clique para ver mais: Melair

Clique para ver mais: Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pandemia ‘destruiu’ cerca de 20 milhões de dormidas no alojamento turístico português até Junho

03-08-2020 (14h59)

A pandemia provocou uma quebra de dormidas no alojamento turístico português que se situa na ordem dos 20 milhões, de acordo com os dados divulgados hoje pelo INE, que indica 1,07 milhões de pernoitas no mês de Junho, elevando para 10,5 milhões o total no semestre.

Lufthansa programa ter este Agosto 60 voos por semana dos seus hubs para Portugal

03-08-2020 (13h17)

A companhia alemã Lufthansa, líder do maior grupo aéreo europeu, tem programado para este mês de Agosto fazer 60 voos por semana dos seus hubs de Frankfurte e Munique aeroportos portugueses.

Portugueses proporcionam “ligeira melhoria” em Junho da actividade turística em Portugal

03-08-2020 (11h21)

O mercado dos residentes em Portugal, proporcionou ao turismo um mês de Junho ‘ligeiramente' menos negativo que os anteriores, informou hoje o INE, que indicou que uma queda das suas dormidas no alojamento turístico duas décimas menor que os 60%, enquanto da parte do turismo internacional a queda manteve-se acima dos 95%.

ACI, A4E e IATA dizem que os governos prejudicam mais do que ajudam

31-07-2020 (17h15)

As associações comerciais representativas de aeroportos e companhias aéreas europeias ACI, A4E e IATA acusaram hoje os governos europeus de terem “uma abordagem inconsistente das restrições de viagem”.

Air Canada anuncia perdas de 1,1 mil milhões de euros no 2º trimestre

31-07-2020 (16h44)

A Air Canada anunciou hoje que perdeu mais de 1,7 mil milhões de dólares canadianos (1,1 mil milhões de euros) no segundo trimestre, devido aos "efeitos devastadores" da pandemia de covid-19.

Opinião e Análise