Ryanair reduz mais 20% na capacidade para Outubro

18-09-2020 (17h04)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A Ryanair anunciou hoje uma redução adicional de 20% na capacidade para Outubro, além da redução de 20% já anunciada em Agosto, devido ao impacto das “contínuas mudanças nas políticas e restrições de viagens” na União Europeia.

Em comunicado, a Ryanair sublinha que a “redução adicional de 20% na capacidade de Outubro” tornou-se necessária pelas alterações às restrições nas viagens, face à pandemia de covid-19, “muitas das quais são introduzidas sem aviso prévio, prejudicando a intenção dos consumidores de realizar reservas com antecedência”.

A Ryanair espera, assim, que a capacidade de Outubro caia de 50% para cerca de 40%, em comparação com os níveis de Outubro de 2019.

No entanto, a transportadora aérea espera manter uma taxa de ocupação superior a 70%.

“Estamos desapontados por reduzir a nossa capacidade de Outono de 50% (em relação a 2019) para 40%. A confiança dos clientes está a ser prejudicada pela má gestão governamental em relação a políticas de viagens”, defendeu um porta-voz da companhia, citado no comunicado.

A Ryanair considera que há governos que têm mantido restrições de viagem “excessivas e deficientes” desde 1 de Julho, sobretudo na Irlanda, onde a companhia está sediada.

A transportadora argumenta que, naqueles países, “as taxas de covid-19 aumentaram para 50 por cada 100.000 habitantes nas últimas semanas, mais do dobro das taxas verificadas na Alemanha e Itália, onde as viagens aéreas intracomunitárias estão permitidas desde 1 de Julho”.

Desta forma, a Ryanair diz-se a favor do plano da Comissão Europeia para eliminar as restrições de viagem dentro da União Europeia (UE), sujeito apenas à análise da evolução dos casos de covid-19 por país e região.

A empresa apela também a todos os Estados-membros, “especialmente a Irlanda”, para que implementem uma abordagem coordenada, no sentido de permitir que os cidadãos da UE possam reservar as suas viagens com segurança.

“Apelamos ao ministro dos Transportes da Irlanda, Eamon Ryan, para explicar por que razão, mais de dois meses depois, ainda não implementou nenhuma das 14 recomendações apresentadas no passado 7 de Julho pelo Grupo de Trabalho para a Aviação”, refere o mesmo porta-voz.

Mais de 20 organizações europeias dos sectores do turismo e aviação pediram hoje à Comissão Europeia para acabar com a “contínua falta de coordenação” e as “restrições de viagens divergentes”, implementando um programa de testes comum para os viajantes (clique para ler: Turismo europeu pede a Bruxelas testes coordenados para acabar com restrições de viagens divergentes).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Ryanair

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHRESP pede reforço do Adaptar Turismo que esgotou em dois dias

26-10-2021 (15h56)

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) pediu hoje o reforço urgente do programa Adaptar Turismo, cuja dotação esgotou em dois dias, marcados por dificuldades no acesso à plataforma para submissão de candidaturas.

Aeroportos enfrentam novas perdas e dívidas elevadas

26-10-2021 (15h32)

Os aeroportos europeus viram a sua dívida aumentar 200% em relação aos níveis anteriores à pandemia e muitos vão registar de novo perdas importantes este ano, advertiu hoje a associação do sector.

Presidente do Grupo Minor, Dillip Rajakarier, espera um "grande salto" na procura turística

26-10-2021 (15h26)

Portugal está a “abrir caminho” na recuperação turística e deverá registar um “grande salto” na procura devido ao alívio das restrições e à ampla cobertura vacinal contra a covid-19, disse hoje o presidente executivo do grupo tailandês Minor.

Rendas das casas em Lisboa mantém-se 18% abaixo do período pré-covid-19

26-10-2021 (15h08)

As rendas das casas em Lisboa terminaram o terceiro trimestre deste ano 17,9% abaixo dos níveis pré-covid, de acordo com os resultados do Índice de Rendas Residenciais da Confidencial Imobiliário hoje divulgados.

Invest in Tourism: “a montra das oportunidades de investimento no turismo em Portugal”

26-10-2021 (14h29)

O Turismo de Portugal lançou uma nova plataforma, a Invest in Tourism, que pretende ser “a montra das oportunidades de investimento no turismo em Portugal”, segundo a secretária de Estado de Turismo, Rita Marques.

Opinião e Análise