United Airlines promete reduzir emissões em 50% até 2050

14-09-2018 (18h41)

A companhia aérea norte-americana United Airlines anunciou o objectivo de, até 2050, reduzir para metade as emissões de gases que contribuem para o efeito estufa, usando como base as emissões registadas em 2005.

A United reforçou ainda a sua aposta em iniciativas ambientais como aumentar a utilização de bio-combustíveis, operar em aeronaves mais eficientes e implementar medidas operacionais que privilegiem a poupança de combustível.

Esta promessa de redução de emissões da United é equivalente a haver menos 4,5 milhões de automóveis a circular, ou equivalente ao número total de automóveis em Nova Iorque e Los Angeles.

Oscar Munoz, CEO da United, citado em comunicado, afirmou que "na United, acreditamos que não faz sentido definir objectivos desafiantes e ambiciosos sem dar passos tangíveis para os alcançar, especialmente no que diz respeito a assegurar as condições de saúde das nossas comunidades e do nosso planeta".

Para celebrar este compromisso, a United realizou hoje o voo 44, que partiu de São Francisco (Califórnia) para Zurique (Suiça), num Boeing 787 Dreamliner com recurso a 60.000 litros de bio-combustível (rácio de 30-70 com combustível convencional).

Em comunicado a United destaca que este é o voo transatlântico mais longo, efectuado com recurso a um volume de bio-combustível como este.

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: United Airlines

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

MSC Cruzeiros anuncia medidas de higiene e segurança

04-08-2020 (18h16)

A MSC divulgou os detalhes do seu novo protocolo "para apoiar o recomeço das operações no Mediterrâneo, criado para proteger a saúde e a segurança dos passageiros, tripulação e as comunidades locais" onde os navios fazem escala, que incluem teste à Covid-19 antes do embarque.

easyJet destaca êxito dos voos para Faro

04-08-2020 (16h33)

A low cost britânica easyJet expressou hoje satisfação com os resultados dos seus voos para Faro, que aponta como exemplo de êxito, a par de Nice, França.

Noruega suspende desembarques de cruzeiros durante duas semanas após surto em navio

04-08-2020 (15h52)

O Governo norueguês anunciou que vai impedir nas próximas duas semanas o desembarque de cruzeiros nos seus portos, após a confirmação de um surto de Covid-19 num navio da companhia Hurtigruten.

Quebra de passageiros na Ryanair este ano pela covid-19 já ultrapassa os 50 milhões

04-08-2020 (15h14)

A low cost Ryanair informou hoje que nos 12 meses terminados em Julho regista uma quebra de passageiros que já excede os 50 milhões, passando de 148,2 milhões de Agosto de 2018 a Julho de 2019 para 96,8 milhões de Agosto de 2019 a Julho de 2020.

Ryanair volta aos milhões de passageiros em Julho... mas menos 10,4 milhões que há um ano

04-08-2020 (14h44)

A low cost Ryanair transportou 4,4 milhões de passageiros em Julho, o primeiro mês em que repôs parte significativa da operação, atingindo, segundo anunciou, mil voos por dia, mas ainda assim sem evitar uma quebra que supera os dez milhões.

Opinião e Análise