Vendas das agências de viagens RAVT subiram 2% em 2018

06-05-2019 (10h25)

As agências de viagens RAVT tiveram no ano passado um aumento de cerca de 2% das suas vendas globais face ao ano anterior, segundo Maria José Silva, CEO da rede, que perspectiva um crescimento menor para este ano.

O aumento das vendas registado no ano passado foi atingido apesar de um decréscimo do número de balcões na rede, “em cerca de 2%, devido a problemas pessoais que acabaram por influenciar de forma inesperada clientes”, indicou Maria José Silva, num comunicado.

“A produção situa-se em pouco mais de 60 milhões de euros, analisando apenas os fornecedores contratados pela RAVT”, indica a CEO da rede, concluindo que o ano foi “razoavelmente positivo”, com aumentos de preço médio por viagem, número de clientes a viajar e rentabilidade.

Os destinos de Sol e Praia foram os mais vendidos, com destaque para as Caraíbas, Cabo Verde, Algarve, Ilhas Espanholas e Sul de Espanha, seguindo-se City Breaks na Europa, “com um incremento muito forte na hotelaria, e algum incremento das low cost”.

Maria José Silva destaca ainda a comercialização de cruzeiros, circuitos europeus, viagens longas (luas-de-mel, Tailândia, São Tomé e Dubai), assim como os parques temáticos.

Os principais fornecedores da RAVT, por sua vez, foram as empresas Soltour, Solférias, Veturis, Nortravel, Ávoris, Soltrópico, Marsol, Teldar, Tour 10, MSC Cruzeiros, W2MPRO e Viajar Tours.

Para este ano, a RAVT perspectiva “um ano semelhante ao anterior, talvez um crescimento menor como indicam todos os parâmetros de economia internacional, embora com um estabilizar de formas de trabalhar e agir após segundo ano de novas leis”.

A CEO da rede prevê “um desacelerar nos valores de produção, maiores irregularidades e atrasos nomeadamente na aviação e aeroportos, alguma instabilidade política e as habituais greves”, além de “maior reforço de segurança para evitar terrorismo e calamidades” e “mais burocracias para alguns destinos devido a necessidade de novos registos, vistos, pagamentos de taxas várias”.

As agências da RAVT e os seus fornecedores reuniram-se este Sábado, dia 4 de Maio, para o Fórum RAVT - XIV Convenção Nacional, no Grande Hotel do Luso, juntando cerca de 150 participantes, incluindo 80 agentes de viagens da rede.

 

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: RAVT

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo aprova alteração do apoio extraordinário à retoma progressiva de atividade de empresas em crise

27-11-2020 (16h04)

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros uma alteração ao apoio extraordinário relativo à retoma progressiva das empresas, permitindo que em Dezembro possam passar para o escalão de apoio imediatamente seguinte ao de limite de facturação pelo qual seriam abrangidos pelo regime actualmente vigente.

Casinos Espinho e Chaves encerram nos fins-de-semana prolongados de Dezembro

27-11-2020 (16h03)

Os Casinos Espinho e Chaves, do Grupo Solverde, vão encerrar durante os fins-de-semana prolongados de Dezembro, enquanto que os Casinos do Algarve vão continuar em funcinamento com o horário normal.

TAP voltou a ser em Outubro a líder em transporte aéreo internacional de passageiros de/para o Brasil

27-11-2020 (14h40)

A TAP completou em Outubro três meses consecutivos a liderar o transporte aéreo internacional de passageiros de/para o Brasil, com cerca de 30 mil, praticamente o triplo da segunda maior companhia europeia, a Air France, de acordo com dados da autoridade de aviação civil do Brasil (ANAC).

Voos internacionais de/para o Brasil perdem 70,1% de passageiros até Outubro

27-11-2020 (14h39)

Cerca de seis milhões de passageiros voaram de/para o Brasil entre Janeiro e Outubro, o que significa uma quebra em 70,1% ou 14,18 milhões, concluiu o PressTUR a partir dos dados publicados pela autoridade de aviação civil do Brasil (ANAC).

KLM reduz oferta de voos para Lisboa e Porto em Dezembro

27-11-2020 (12h43)

A companhia de aviação holandesa KLM anunciou uma redução de 15% da sua oferta de voos de Amesterdão para Lisboa e Porto durante o mês de Dezembro.

Opinião e Análise