Viajar Tours vai ter mais 18% de lugares em voos charter este Verão

20-02-2020 (17h14)

Foto: Viajar Tours
Foto: Viajar Tours

O operador turístico Viajar Tours vai ter mais 18% de lugares em voos charter este Verão, que este ano distribuem-se por 13 operações para nove destinos, anunciou hoje a direcção da empresa.

Com os lugares garantidos em voos regulares, a programação do Viajar Tours para este Verão tem um aumento de 28% face a 2019, especificou Eduardo Almeida, director de contratação e produto do Viajar Tours, num encontro com jornalistas, hoje em Lisboa.

O operador vai ter 13 operações charter para nove destinos este Verão, a que se juntam sete destinos em voos regulares com lugares garantidos.

Para o aumento da oferta de lugares contribui o prolongamento das operações, que, na sua maioria, começam mais cedo que em 2019. “Só três operações começam em Julho, o resto começa tudo em Junho”, enfatizou Eduardo Almeida.

O aumento da capacidade decorre também do lançamento de uma operação charter para Cagliari (Sardenha) à partida do Porto, em voos contratados à TAP, de 14 de Junho a 6 de Setembro, bem como a programação para Menorca, com voos do Porto contratados à TAP, de 20 de Julho a 31 de Agosto.

Para a Tunísia, a operação do Porto para Monastir aumenta de oito para 13 rotações em voos contratados à tunisina Nouvelair, de 8 de Junho a 13 de Setembro.

Ainda para a Tunísia, o Viajar Tours também lançou um novo charter de Lisboa para Enfidha, com voos contratados à Privilege Style, de 6 de Junho a 7 de Setembro.

O operador também reforçou a oferta para a Sicília, uma operação com voos de Lisboa operados pela Bulgarian Air Charter, de 15 de Julho a 26 de Agosto, enquanto para Saïdia e para Djerba, as operações mantêm-se similares a 2019.

Sobre as expectativas para este ano, o director-geral do Viajar Tours, Álvaro Vilhena, sublinhou que “as reservas antecipadas estão ao mesmo ritmo do ano passado”.

Face à dificuldade de obtenção de slots no Aeroporto de Lisboa por parte da TAP, companhia aérea que realiza várias das operações charter programadas pelo Viajar Tours, Álvaro Vilhena salientou que aguarda confirmação apenas sobre a operação de Olbia (Sardenha).

“A TAP partilhou connosco algumas dificuldades a esse nível, mas não se dá por vencida e obviamente está a tentar desenvolver todos os esforços ao mais alto nível no sentido de reverter o que em primeira instância lhes terá sido comunicado”, frisou o director do Viajar Tours.

“Para nós nada é definitivo para já. Pediram-nos para aguardarmos mais algum tempo e é o que nós estamos a fazer, expectantes, e deixamos para esse momento uma tomada definitiva de decisões”, sublinhou Álvaro Vilhena, acrescentando que este “é o terceiro ano que estamos a operar com a TAP para Olbia. Não faz sentido não ter sido confirmada”.

 

Clique para ver mais: Viajar Tours

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AIDA Cruises cancela cruzeiros na Europa e prolonga temporada nas Canárias

05-03-2021 (15h42)

A AIDA Cruises, subsidiária da Carnival Corporation, anunciou o prolongamento da sua temporada nas Ilhas Canárias até meados de Maio, e o cancelamento de uma série de outras partidas na Europa.

Ryanair vai voar Faro – Belfast City este Verão

04-03-2021 (15h07)

A Ryanair anunciou que vai retomar as suas operações no aeroporto Belfast City este Verão com oito novas rotas, incluindo uma para Faro, no Algarve.

Solférias promove webinar sobre Cabo Verde no dia 11 de Março

04-03-2021 (14h42)

O operador turístico Solférias vai organizar um webinar para agentes de viagens sobre Cabo Verde no dia 11 de Março, às 11h.

Trey Urbahn, Lacerda Machado e Esmeralda Dourado deixam administração da TAP

04-03-2021 (10h33)

Trey Urbahn, Diogo Lacerda Machado e Esmeralda Dourado vão deixar o conselho de administração da TAP a partir do final de Abril, depois de fechadas as contas do exercício do ano passado.

Certificado para viajar na UE não prevê troca de dados nem se limita a vacinas, Didier Reynders

03-03-2021 (17h43)

O comissário europeu para a Justiça, Didier Reynders, garantiu que o certificado digital para a covid-19 que permitirá viajar dentro da União Europeia não prevê qualquer partilha de dados entre Estados-membros.

Opinião e Análise