Marriott apresenta novo director-geral do Penha Longo Resort

11-08-2020 (13h45)

A Marriott International, maior rede hoteleira do mundo, designou o britânico Oliver Key, “com mais de 25 anos de experiência nalguns dos melhores hotéis no Reino Unido, Estados Unidos da América, Emirados Árabes Unidos e Indonésia”, para dirigir o seu resort 5-estrelas em Portugal, o Penha Longo, da marca Ritz Carlton.

“É um momento emocionante para me mudar para Portugal e chegar ao Penha Longa. Estou ansioso por trabalhar com todas as partes envolvidas para ajudar a trazer o resort, os restaurantes, o campo de golfe e todas as instalações, para um próximo nível”, diz uma declaração do executivo divulgada no comunicado que informa da sua nomeação para dirigir o Penha Longa.

A informação indica que Oliver Key entrou para a Marriott quando “fez a abertura do St. Regis Hotel em Abu Dhabi” e acrescenta que chegou a Portugal depois de dois anos e meio em Bali.

“A sua carreira em resorts internacionais de luxo preparou-o bem para o papel que agora assume de liderar um dos mais históricos e espectaculares resorts em Portugal”, salienta o comunicado, que descreve Oliver Key como “apaixonado pela gestão hoteleira, “líder enérgico” e portador de “uma expediência enriquecedora”.

“Os seus pontos-fortes incluem liderar equipas, definindo prioridades críticas e estratégicas às unidades que dirige, assim como desenvolver conceitos e planos operacionais que se ajustem ao local, levando à satisfação dos hóspedes, à evolução dos colaboradores e a um excelente desempenho financeiro”. Sustenta a informação.

Sobre o seu percurso profissional, o comunicado refere que começou na Fairmont Hotels & Resorts, “em vários destinos, tendo começado a sua carreira no icónico Savoy Hotel London e dali para o Plaza Hotel, em Nova York, após o qual esteve em vários postos em São Francisco, Hawai e Dubai”.

O comunicado assinala ainda que a sua carreira profissional “está recheada de experiências de vida”, citando a “gestão de eventos no Savoy em Londres onde se destacam jantares para Margaret Thatcher, para a Princesa Diana ou para a banda U2”, a organização do casamento de Michael Douglas e Catherine Zeta Jones entre outros “casamentos da alta-sociedade” organização de eventos de angariação de fundos políticos em São Francisco e “eventos no cenário do filme Missão Impossível, no Burj Khalifa, no Dubai, bem como grandes eventos de imprensa para a Sony Pictures, em Bali”.

 

Clique para mais notícias: Penha Longa Resort

Clique para mais notícias: Marriott

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

easyJet promove Javier Gándara a director para o Sul da Europa

07-10-2020 (15h01)

A companhia aérea easyJet promoveu o seu actual responsável pelo mercado de Portugal e Espanha, Javier Gándara, para director-geral para o Sul da Europa.

TAP explica finalmente saída da família Pedrosa da administração da TAP, SA

02-10-2020 (18h26)

A Administração da TAP explicou hoje ao pessoal que a saída de Humberto Pedrosa e David Pedrosa do Conselho de Administração da TAP, SA deve-se a terem passado a ser apenas accionistas da holding TAP SGPS, de que a empresa de aviação é subsidiária, e ‘formaliza’ a saída de David Neeleman.

‘Família’ Pedrosa sai da Administração da TAP, mas grupo Barraqueiro mantém ‘representante’ (Actualiza)

01-10-2020 (12h41)

A TAP anunciou hoje a renúncia de Humberto Pedrosa e do seu filho David Pedrosa dos cargos que exerciam no grupo aéreo, nomeadamente de presidente da Administração e Vogal da Administração da companhia aérea TAP, SA, mas sem que o seu Grupo Barraqueiro deixe de estar representado.

José Caetano Pestana deixa euroAtlantic após duas décadas

30-09-2020 (14h32)

José Caetano Pestana deixou a euroAtlantic airways para passar à reforma, depois de 20 anos como director de Relações Públicas da companhia aérea.

José Avillez é o único português na lista dos 100 melhores chefs do mundo

24-09-2020 (15h22)

José Avillez foi cotado na 70.ª posição na lista dos 100 melhores chefs do mundo, cujo primeiro lugar foi atribuído ao dinamarquês René Redzepi (do Noma, Copenhaga, 2-estrelas Michelin), anunciou hoje a organização dos The Best Chef Awards.

Opinião e Análise