Reis Magos saem de Valença para Tui no dia 5 e vão distribuir mais de 1.500 quilos de caramelos

30-12-2011 (09h20)

Cavalgata Internacional de Reis Valença/Tui

Vai ter lugar no dia 5 de Janeiro a Cavalgata internacional de Reis vai sair de Valença, em direcção a Tui, Galiza, às 16h00, com carruagens alegóricas, os Reis Magos e respectivos pajens, um comboio de Natal mais de 200 figurantes e 1.500 quilos de caramelos.

A partir do Quartel dos Bombeiros Voluntários de Valença, a Cavalgata vai percorrer as avenidas dos Bombeiros e de Espanha, a antiga Ponte Internacional e já em Tui seguirá pela Avenida de Portugal, rua Martínez Padín e Augusto González Besada e Paseo da Corredoira, diz a Câmara de Valença.
Ao longo do percurso, os Reis Magos vão oferecer mais de 1.500 quilos de caramelos sem glutén, assim como milhares de balões.
No final do percurso, no Cantón de Diómedes, na Corredoura, onde está instalado o Portal de Belém, será lida uma mensagem, enquanto Melchior, Gaspar e Baltasar farão a oferta ao Menino Jesus de Ouro, Incenso e Mirra.
Após a oferta os mais pequenos poderão subir ao palco real e saudar os Reis Magos.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ávoris promove Johan Tyren para liderar operadores turísticos

23-07-2020 (10h17)

O Grupo Ávoris, que em Portugal tem o operador turístico Jolidey e as agências B the Travel Brand, entre outras marcas, promoveu Johan Tyren para liderar a área de operação turística, após as saídas de Enric Riera, José Segura e Fernando Sánchez Doctor.

Pedro Oliveira nomeado director financeiro do IHG para a Península Ibérica

21-07-2020 (12h51)

Pedro Oliveira, que conta sete anos como funcionário do InterContinental Hotels Group, foi promovido a area director of finance and business support para a região da Península Ibérica.

Um olhar sobre a aviação comercial perante a pandemia de covid-19

20-05-2020 (20h51)

Há pouco mais de três meses muitas das companhias aéreas do mundo debatiam-se com problemas de falta de aviões que assegurassem as suas estratégias de crescimento e melhoria da sua eficiência. Reclamavam e pediam compensações da Boeing, pelo atraso no regresso à operação do B737 Max, bem como da Airbus, pelos sucessivos atrasos na entrega de novas aeronaves. Hoje, entre muitas outras, as dificuldades passam por encontrar lugar para parquear as suas frotas e em determinar quando as irão colocar novamente nos céus. Quase ninguém quer ouvir falar em ter mais aviões.

Nunca acreditaram. Sempre falaram e… nada fizeram!...

19-05-2020 (18h00)

Uns disseram que «não haveria lei dos vouchers», claro que não, pois se «os agentes de viagens não têm voz em Portugal»…

IAG adia mudanças na gestão de topo

16-03-2020 (11h23)

O IAG, segundo maior grupo europeu de aviação, anunciou hoje o adiamento das alterações da sua gestão de topo, nomeadamente a substituição de Willie Walsh como CEO por Luis Gallego, justificando com a pandemia de covid-19 e designadamente a sua evolução em Espanha.

Opinião e Análise