LAM confirma adiamento do voo entre Maputo e Lisboa

10-06-2020 (15h43)

Foto: Jordan Sanchez / Unsplash
Foto: Jordan Sanchez / Unsplash

A transportadora Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) confirmou ontem o adiamento do seuregresso ao espaço aéreo europeu, com voos para Lisboa, para uma data a anunciar, devido aos impactos da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

O impacto da covid-19 nas economias e consequentemente no tráfego nesta rota põe em questão os dados com que trabalhamos no passado e que serviram de base para conceção da operação, lê-se em comunicado divulgado ontem.

A companhia chegou a anunciar para 31 de Março o início dos voos para Lisboa, em avião da Hi Fly da família Mirpuri, que depois adiou para 2 de junho e agora voltou a adiar sem data previsível de início, embora tenha chegado a prever começar a 2 de Julho e a permitir reservas a partir de 2 de Agosto (para ler mais clique: LAM adia retoma dos voos entre Maputo e Lisboa).

Assim que as condições forem comunicadas, a LAM retomará o projeto da ligação aérea entre Maputo e Lisboa, indicou a companhia, acrescentando que está ciente da importância e urgência do restabelecimento desta rota que torna Moçambique e Portugal mais próximos.

Em Fevereiro deste ano, o diretor-geral da LAM, João Carlos Pó Jorge, disse que o regresso da companhia ao espaço europeu vai colocar a LAM num novo network, considerando que a rota será sustentável.

O executivo indicou que a analise mostrou que a rota Maputo – Lisboa é “a que tem mais passageiros”, referindo que “não só entre Lisboa e Maputo, como também de Maputo para Lisboa e depois para a Europa Ocidental.

Os voos serão efetuados em Airbus A340-200 da Hi Fly, com 269 lugares e capacidade para 40 toneladas de carga, três vezes por semana: com partidas de Maputo àa segundaa, quartaa e sextas e partidas de Lisboa às terças, quintas e Sábados.

A última vez que a LAM teve voos para Portugal foi em 2011, ano em que Moçambique foi ficou interdito de voar no espaço europeu.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: LAM

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ausência de turistas e pouca actividade na Cidade Velha, em Santiago, gera incertezas

14-07-2020 (13h23)

Quase quatro meses após os primeiros casos de Covid-19 em Cabo Verde, a Cidade Velha, único local património mundial do país, encontra-se com pouca actividade, sem turistas, e com os operadores a reabrirem negócios, mas sem certezas quanto ao futuro.

Número de mortos em África sobe para 13.238 em quase 595 mil casos

13-07-2020 (16h52)

O número de mortos em África devido à covid-19 subiu hoje para 13.238, mais 250 nas últimas 24 horas, em quase 595 mil casos, segundo os dados mais recentes sobre a pandemia no continente.

Marrocos confina Tânger devido a novos focos de infecção de covid-19

13-07-2020 (12h37)

As autoridades marroquinas determinaram hoje o confinamento de Tânger, uma cidade localizada no Norte do país onde habitam cerca de um milhão de pessoas, a partir das 12h (mesma hora em Lisboa), devido ao surgimento de vários focos de infecção pelo novo coronavírus.

TAP e TAAG anunciam dez voos Luanda-Lisboa em Julho

08-07-2020 (18h04)

As companhias aéreas portuguesa TAP e angolana TAAG vão realizar dez voos em Julho para ligar a capital de Angola, Luanda, que continua sob cerca sanitária devido à covid-19, a Portugal.

Voos de e para Luanda limitados a 75% da capacidade e 1/3 da frequência

06-07-2020 (17h28)

Os voos de/para Luanda, uma rota em que no ano passado voaram 517,2 mil passageiros e que a TAP indica no seu website ter planeado retomar duas vezes por semana este mês e chegar a quatro por semana em Agosto, terão limitações de capacidade e frequência fixadas por Angola.

Opinião e Análise