Moçambique suspende voos internacionais até 31 de Maio

14-05-2020 (12h00)

Foto: redcharlie / Unsplash
Foto: redcharlie / Unsplash

Moçambique suspendeu voos internacionais até 31 de Maio, para travar casos importados de infecção pelo novo coronavírus, disse à Lusa fonte do Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM).

A decisão baseia-se no facto de as autoridades terem registado "uma subida de casos de covid-19", disse João de Abreu, presidente do IACM. "Estamos a operacionalizar os dois decretos presidenciais que limitam a entrada e saída de pessoas em território nacional", acrescentou.

De acordo com o presidente do IACM, há excepções para voos humanitários, de carga ou de Estado.

Desde a declaração do estado de emergência, a 1 de Abril, apenas a Ethiopian Airlines continuava a fazer voos para Moçambique, efectuando dois voos por semana.

"A Ethiopian Airlines era a única que continuava a voar, mas também com algumas restrições. Eles só podiam trazer os moçambicanos que decidiam regressar à sua pátria e levar daqui cidadãos estrangeiros para os seus respectivos países. Mas agora já não poderá voar", afirmou.

Do total de 104 casos de covid-19 registados em Moçambique, 10 são importados e 94 de transmissão local.

O país vive em estado de emergência, que vai decorrer até final de Maio, com espaços de diversão e lazer encerrados, proibição de todo o tipo de eventos e de aglomerações, recomendando-se à população que fique em casa, se não tiver motivos de trabalho ou outros essenciais para tratar.

Durante o mesmo período, há limitação de lotação nos transportes colectivos com obrigatoriedade do uso de máscaras, as escolas estão encerradas e a emissão de vistos para entrar no país está suspensa.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: África

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LAM adia retoma dos voos entre Maputo e Lisboa

22-05-2020 (16h34)

A companhia de aviação LAM – Linhas Aéreas de Moçambique  adiou a retoma dos voos entre Maputo e Lisboa operados pela Hi Fly da família Mirpuri, que tinha previsto para o dia 2 de Junho, de Lisboa, para 2 de Julho, mas só tem disponíveis reservas a partir de 2 de Agosto.

Oásis Atlântico divulga medidas para prevenir a propagação da covid-19 nos seus hotéis

22-05-2020 (11h22)

O grupo português Oásis Atlântico, que tem hotéis em Cabo Verde, Marrocos e Brasil, está a divulgar as medidas que implementou nos seus hotéis para prevenir a propagação da covid-19, incluindo reforço da limpeza e redução de capacidade em restaurantes e bares.

Tunísia garante estar "preparada" para receber progressivamente os turistas

21-05-2020 (13h34)

O Governo da Tunísia anunciou um plano de resgate para o sector do turismo, que sofreu perdas avaliadas em dois mil milhões de euros, e garantiu que o país está “preparado” para acolher progressivamente turistas.

euroAtlantic faz três voos entre China e Angola com material sanitário

20-05-2020 (17h04)

A companhia de aviação portuguesa euroAtlantic está a operar o que designa por “ponte aérea” entre a China e Angola, num total de três voos, com material sanitário.

TAP adiou para Agosto o início dos voos Porto – Sal

20-05-2020 (15h05)

A TAP adiou para 1 de Agosto o início da rota Porto – Sal, que no início de Março tinha indicado iria começar a 20 de Junho, com preços one way a partir de 170 euros.

Opinião e Análise