Turismo português em Cabo Verde cresce 4,6% no 2º trimestre

29-08-2019 (16h50)

A hotelaria de Cabo Verde teve um aumento das dormidas de turistas residentes em Portugal em 4,6% no segundo trimestre, impulsionado pelo crescimento do número de visitantes em 7,2%, que compensou a redução da sua estada média em 2,4%.

Dados do INE de Cabo Verde recolhidos pelo PressTUR permitiram ver que a hotelaria do arquipélago de língua oficial portuguesa recebeu no segundo trimestre 21.790 turistas residentes em Portugal, mais 7,2% ou mais quase 1,5 mil que no período homólogo de 2018.

Esta evolução, concluiu o PressTUR, foi proporcionada pelos aumentos de 925 turistas residentes em Portugal nos estabelecimentos da ilha de Santiago, onde se localiza a capital, Cidade da Praia, a que se somaram mais 636 na ilha do Sal e mais 63 no conjunto da restantes ilhas.

Boavista e São Vicente, por sua vez, tiveram respectivamente menos 91 e menos 73 turistas residentes em Portugal.

Assim, estas foram também as únicas ilhas que no segundo trimestre deste ano tiveram menos dormidas de turistas residentes em Portugal que no período homólogo de 2018, com decréscimos de 14,7% ou 655 em São Vicente e de 1,2% ou 267 na Boavista, segunda ilha turística mais procurada do país.

O maior aumento de dormidas de turistas residentes em Portugal no segundo trimestre deu-se na ilha do Sal, com mais 3,8 mil que há um ano, seguida por Santiago, com mais 1,6 mil, e o conjunto das restantes ilhas, com mais 190.

O Sal concentrou assim 62,5% das dormidas de residentes em Portugal na hotelaria de Cabo Verde no segundo trimestre, com um total de 68,2 mil, A Boavista teve 20,4%, com 22,2 mil, Santiago teve 12,1%, com 13,2 mil, São Vicente teve 3,5%, com 3,8 mil, e o conjunto das restantes ilhas teve 1,6%, com 1,7 mil.

Relativamente ao segundo trimestre de 2018, o Sal reforçou a sua quota em 0,8 pontos, Santiago aumentou em um ponto e o conjunto das restantes ilhas teve +0,1 pontos, enquanto a Boavista baixou 1,2 pontos e São Vicente, 0,8 pontos.

Ver também:

Hotelaria de Cabo Verde fecha 1º semestre com mais 30 mil hóspedes

 

Clique para ver mais: Cabo Verde

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP vai fazer dez voos entre Portugal e Moçambique até final de Agosto, Embaixada

30-07-2020 (16h20)

A Embaixada de Portugal em Maputo anunciou a realização de dez voos entre Lisboa e a capital moçambicana, cinco em cada sentido, até final de Agosto, para ultrapassar restrições impostas pela covid-19.


TAP e TAAG fazem mais oito voos Luanda-Lisboa no final de Julho e em Agosto

29-07-2020 (14h41)

As companhias aéreas portuguesa TAP e angolana TAAG vão realizar mais oito voos no final Julho e durante o mês de Agosto para ligar a capital de Angola, Luanda, que continua sob cerca sanitária devido à covid-19, a Portugal.

Cabo Verde reabre fronteiras internacionais na segunda quinzena de Agosto

29-07-2020 (10h45)

Cabo Verde vai retomar os voos comerciais internacionais na segunda quinzena de Agosto e “muito provavelmente” vai exigir a apresentação de testes antecipados à covid-19 aos visitantes e turistas, disse à Lusa o ministro do Turismo.

Cabo Verde corta 25% do investimento no terminal de cruzeiros em São Vicente

27-07-2020 (16h24)

O Governo cabo-verdiano vai cortar um quarto do investimento que previa fazer este ano na construção do terminal de cruzeiros em São Vicente, uma empreitada de 26 milhões de euros e lançada a concurso público no início do ano.

Cabo Verde com mais 58 casos novos eleva total para 1.837

16-07-2020 (13h49)

Cabo Verde registou mais 58 novos casos de infecção pelo novo coronavírus, aumentando o acumulado desde 19 de Março para 1.837, informou o director nacional de Saúde.

Opinião e Análise