UE retira Marrocos da lista de países sem restrições de viagens devido à covid-19

08-08-2020 (09h07)

A União Europeia retirou Marrocos da lista de países isentos de restrições de viagens por causa de um recrudescimento de casos de infeções com covid-19, anunciou o Conselho, em comunicado.

Marrocos tinha sido colocado sob vigilância no final de Julho e a Argélia retirada desta lista de países, devido a uma subida do número de infecções.

Esta decisão não se aplica aos cidadãos da UE e aos membros das suas famílias vindos deste país, nem aos residentes de longa duração na UE e às suas famílias.

A isenção é ainda acordada para os viajantes com funções, ou que supram necessidades, especiais, como pessoal médico.

Desde a sua criação, a lista de países terceiros cujos cidadãos se podem deslocar à UE reduziu-se de 14 para 11, a saber Austrália, Canadá, Geórgia, Japão, Nova Zelândia, Ruanda, Coreia do Sul, Tailândia, Tunísia, Uruguai e China, mas sob reserva de confirmação de reciprocidade para este último.

A lista baseia-se na situação epidemiológica dos países e é revista de 15 em 15 dias.

A recomendação adoptada não é obrigatória, uma vez que cada Estado membro é que decide quem deixa entrar no seu território.

A EU procura, porém, alguma coordenação para manter a liberdade de circulação dentro do Espaço Schengen, sem fronteiras internas, que conta 26 membros, 22 dos quais da UE e quatro Estados associados, a Islândia, o Liechtenstein, a Noruega e a Suíça.

Reino Unido, Irlanda, Chipre, Bulgária, Croácia e Roménia estão fora de Schengen. Apesar de ter saído da UE, o Reino Unido é considerado um Estado-membro até ao fim do período de transição, em 31 de dezembro.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Europa

Clique para mais notícias: Coronavírus

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Privatização da TAAG deverá estar concluída em 2022, ministro

25-11-2020 (16h08)

O ministro dos Transportes de Angola, Ricardo de Abreu, prevê que a privatização da companhia de aviação TAAG esteja concluída em 2022, segundo a Rádio Nacional de Angola.

Cabo Verde fica com mais de uma dezena de imóveis dos antigos TACV

18-11-2020 (17h30)

O Estado de Cabo Verde vai ficar com mais de uma dezena de imóveis que eram propriedade dos TACV, entre terrenos, edifícios e apartamentos, incluindo em Portugal, no âmbito da privatização da companhia áerea.

Aeroportos de Cabo Verde acumulam quebra de 1,5 milhões de passageiros até Outubro

18-11-2020 (17h11)

Os aeroportos de Cabo Verde tiveram nos primeiros dez meses deste ano menos 1,557 milhões de passageiros que no período homólogo do ano passado, segundo os dados oficiais.

Cabo Verde Connect também vai ligar Lisboa ao Sal e a São Vicente

18-11-2020 (14h44)

A Cabo Verde Connect, que fará o seu primeiro voo a 2 de Dezembro entre as capitais portuguesa e cabo-verdiana, tem programado começar ainda este ano a voar entre Lisboa e as ilhas do Sal e de São Vicente, e entre a cidade da Praia e Paris e Boston, via Ponta Delgada.

África ultrapassa 1,9 milhões de infectados com o novo coronavírus

11-11-2020 (12h01)

Os países africanos somaram ontem mais 13.076 pessoas infectadas com o novo coronavírus, elevando o total desde o início da pandemia para 1.904.820, segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC).

Opinião e Análise