Viajantes para São Tomé devem ter teste de covid-19 negativo feito 72 horas antes da partida

17-06-2020 (11h22)

Os passageiros que viajem de avião para São Tomé e Príncipe devem ter testes negativos de covid-19 realizados até 72 horas antes da partida, anunciou o Instituto da Aviação Civil (IAC) são-tomense.

Os viajantes passam a ser obrigados a apresentar um atestado que comprove que não contraíram infeção pelo novo coronavírus, segundo um comunicado divulgado pelo IAC.

São Tomé e Príncipe passou ontem para situação de calamidade pública, após 90 dias em estado de emergência, prevendo três fases de alívio das medidas de contenção para prevenir a propagação da covid-19 no arquipélago.

Na primeira fase, até dia 30 deste mês, será reaberto o espaço aéreo apenas para voos comerciais excepcionais de repatriamento, exclusivo para passageiros nacionais ou cidadãos estrangeiros residentes em São Tomé e Príncipe.

O director da Empresa Nacional de Segurança e Navegação Aérea (ENASA) disse à Lusa que no final desta semana será realizado um voo da STP Airways, entre Lisboa e São Tomé, transportando "materiais e passageiros".

"Será um voo meio humanitário e meio comercial que vai transportar sobretudo os passageiros prioritários com problemas de saúde", disse Gaudêncio Costa.

Num comunicado publicado na sua página na rede social Facebook, a embaixada de São Tomé e Príncipe em Lisboa refere que os passageiros que embarquem neste voo poderão realizar o teste à covid-19 no Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa, em Lisboa, com o qual as autoridades são-tomenses celebraram "um acordo de colaboração". O custo do teste é de 87,95 euros.

Segundo a embaixada, o voo parte de Lisboa às 00h00 de sexta-feira, dia 19, e regressa de São Tomé no dia seguinte, prevendo-se a chegada a Portugal às 14h05.

Na segunda fase do desconfinamento, entre 1 e 15 de Julho, será reaberto o espaço aéreo e autorizados voos comerciais provenientes dos países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), respeitando as regras gerais e os regulamentos internacionais.

Na terceira fase deste processo, entre 16 e 31 de Julho, o Governo estabelece o retorno às ligações aéreas entre as duas ilhas - de São Tomé e do Príncipe - e do transporte dos passageiros por barco e alargará a autorização dos voos comerciais provenientes de todos os países.

O país regista até ao momento 671 casos e 12 mortos devido à covid-19.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: São Tomé e Príncipe

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cabo Verde garante condições para testes a viajantes em menos de 72 horas

03-07-2020 (11h16)

As autoridades de saúde cabo-verdianas anunciaram que os passageiros de um voo sanitário que partiu na quarta-feira para Lisboa já levaram resultados de testes à covid-19, tendo o país capacidade para os realizar em menos de 72 horas.

Portugueses que viajarem para a Tunísia têm que fazer teste à covid-19

02-07-2020 (10h46)

A Tunísia incluiu os portugueses e os residentes em Portugal entre os viajantes que podem circular no país, desde que apresentem um teste negativo à covid-19.

Cabo Verde perde 536 mil turistas e pode recuar a níveis de 2009

01-07-2020 (12h57)

A procura turística em Cabo Verde deve recuar este ano a níveis de 2009, devido à pandemia de covid-19, com uma perda de 536 mil turistas face à previsão inicial do Governo, que apontava para um crescimento de 6,6% relativamente aos 819 mil turistas recebidos em 2019, ano no qual foi registado um máximo histórico de receitas turísticas de 389 milhões de euros, que em 2020 deve cair para 136 milhões de euros.

STP Airways retoma voos directos Lisboa - São Tomé esta sexta-feira

29-06-2020 (18h48)

A STP Airways vai retomar as ligações directas entre Lisboa e São Tomé esta sexta-feira, dia 3 de Julho, em voos operados pela euroAtlantic airways.

Sonhando anuncia ofertas para férias em São Tomé este Verão

25-06-2020 (10h47)

O operador turístico Sonhando anunciou ao mercado propostas para férias em São Tomé este Verão, desde 758 euros por pessoa em quarto duplo, com voos e sete noites de alojamento.

Opinião e Análise