American Airlines declara prejuízo líquido de 2,4 mil milhões de dólares no 3º trimestre

22-10-2020 (17h51)

Imagem: American Airlines
Imagem: American Airlines

A American Airlines, maior companhia de aviação do mundo antes da pandemia, informou hoje que no terceiro trimestre, tradicionalmente o seu melhor, teve um prejuízo líquido de 2,4 mil milhões de dólares, com uma quebra das receitas em 73,4%.

O balanço do trimestre indica que a companhia retirou 150 aviões da frota, chegou a acordo com a Boeing para adiar a recepção de 18 B737 MAX e teve mais de 20 mil funcionários a optarem por desvincularem-se mais cedo ou optarem por licença de longo prazo, bem como mais 19 mil em licença desde 1 de Outubro.

O balanço mostra que a quebra de receitas em 73,4% foi com decréscimo das receitas de passagens em 76,9%, que baixaram 8.455 milhões de dólares, para 2.540 milhões, e que o resultado operacional do trimestre foi um prejuízo de 2.871 milhões de dólares, pior que no período homólogo de 2019 em 3.348 milhões.

Para o conjunto dos primeiros nove meses do ano, a companhia declarou um prejuízo de 6.707 milhões de dólares, quando no período homólogo de 2019 tivera um lucro de 1.272 milhões.

A informação mostra que a companhia acumulou uma quebra de proveitos em 61,4% ou 21.146 milhões de dólares, para 13.309 milhões, principalmente pela quebra das receitas de passagens em 64,2% ou 20.337 milhões, para 11.328 milhões.

O resultado operacional no semestre elevou-se a 7.906 milhões de dólares, que compara com um lucro de 2.336 no período homólogo de 2019, e o resultado líquido foi um prejuízo de 6.707 milhões, que compara com um lucro de 1.272 milhões em 2019.

 

Clique para mais notícias: American Airlines

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Disney vai despedir mais de 30 mil trabalhadores

27-11-2020 (10h05)

A Walt Disney Company anunciou que vai despedir 32 mil trabalhadores, principalmente funcionários dos seus parques temáticos, devido à pandemia de covid-19.

Carnival Cruise Line cancela cruzeiros com embarque nos Estados Unidos

20-11-2020 (14h38)

A Carnival Cruise Line cancelou uma série de cruzeiros adicionais com embarque nos Estados Unidos, de forma a cumprir os requerimentos do CDC (Center for Disease Control and Prevention - Centro de Controlo e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos.

Brasil, Equador e Chile são os temas dos próximos webinars da LATAM

19-11-2020 (18h36)

Os próximos webinars da companhia aérea LATAM vão abordar os destinos Brasil, Equador e Chile, e contar com a participação de representantes de entidades de turismo dos respectivos países.

Boeing 737 MAX já tem permissão dos EUA para voltar a voar

18-11-2020 (17h23)

Os Estados Unidos autorizaram que o Boeing 737 MAX volte a voar, quase dois anos depois da proibição na sequência de dois acidentes que mataram 346 pessoas em cinco meses.

Royal Caribbean recebe mais de 100 mil candidaturas para cruzeiros de teste

17-11-2020 (17h00)

A Royal Caribbean já recebeu mais de 100 mil candidaturas para os seus cruzeiros de teste integrados no enquadramento condicional do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

Opinião e Análise