Colômbia ultrapassa os 50 mil infectados pelo novo coronavírus

15-06-2020 (11h35)

A Colômbia ultrapassou no Domingo os 50 mil casos de covid-19, com 2.193 infecções e 75 mortos, de acordo com o boletim do Ministério da Saúde colombiano.

O país contabiliza 50.939 pessoas infectadas pelo coronavírus, com 1.667 óbitos, o que representa 3,27% do total, acrescentou.

A região com mais casos é Bogotá, que contabilizou 16.037 infecções desde o início da pandemia.

Na capital, centro da epidemia, registaram-se 17 mortes só no Domingo.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: América

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

EUA registam mais quase 1.200 mortos por covid-19 e atingem total de 127,3 mil

01-07-2020 (14h27)

Os Estados Unidos registaram 1.199 mortos e 42.528 infetados por covid-19 no dia de ontem, em atingiram os somatórios de 127.322 óbitos e 2.629.372 doentes com covid-19, de acordo com o balanço da Universidade Johns Hopkins.

Estados Unidos somam mais 756 mortes por covid-19

25-06-2020 (09h40)

Os Estados Unidos registaram mais 756 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, atingindo os 121.932 óbitos desde o início da pandemia, de acordo com um balanço da Universidade Johns Hopkins.

México teve segundo maior número diário de mortes desde início da pandemia

25-06-2020 (09h36)

O México registou na quarta-feira mais 947 mortes por covid-19, o segundo maior número diário de óbitos desde o início da pandemia, elevando o total para 24.324, informaram as autoridades.

Forte sismo de magnitude 7,7 sentido no Sul e centro do México

23-06-2020 (18h00)

Um forte sismo de magnitude 7,7 na escala de Richter foi hoje sentido nas zonas Sul e centro do México, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), não existindo, até ao momento, relatos de vítimas ou danos materiais.

LATAM Argentina cessa actividade

18-06-2020 (11h08)

O Grupo LATAM anunciou que a LATAM Airlines Argentina cessou as operações por tempo indeterminado devido às condições actuais do mercado, agravadas pela pandemia de covid-19.

Opinião e Análise