Delta despede-se dos B777 até ao final do ano

14-05-2020 (16h31)

Foto: Delta Air Lines
Foto: Delta Air Lines

A companhia de aviação norte-americana Delta, segunda maior do mundo, vai retirar os 18 aviões Boeing B777 da sua frota até ao final do ano, para simplificar a operação e reduzir custos numa altura em que tem mais de 650 aeronaves em terra devido à pandemia de covid-19.

“Estamos a fazer mudanças estratégicas e eficientes a nível de custos na nossa frota para responder ao impacto da pandemia de covid-19”, afirmou Gil West, Chief Operating Officer (COO) da Delta, que garantiu que a mudança também posiciona a companhia no bom caminho para a recuperação da crise.

Os voos de longo curso da Delta serão operados com aviões Airbus A350-900, que segundo a transportadora consomem menos 21% de combustível por lugar que os B777.

A companhia recebeu o seu primeiro B777-200 em 1999 e a primeira versão Long Range do modelo em 2008, o que permitiu inaugurar voos de longo curso como Atlanta - Joanesburgo e Los Angeles - Sydney.

Com a redução da procura provocada pela pandemia de covid-19, a Delta deixou em terra mais de 650 aviões e começou a antecipar a retirada de aeronaves, para reduzir a complexidade e o custo operacional.

Assim, no mês passado, a companhia anunciou planos para acelerar a retirada dos aviões MD-88 e MD-90 até Junho.

A Delta sublinha que, apesar da redução nas viagens internacionais de passageiros, a frota 777 tem sido essencial nas operações de carga, correio e repatriamento de cidadãos norte-americanos durante a pandemia.

 

Clique para ver mais: Delta

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Estados Unidos ultrapassaram as 100 mil mortes por covid-19

28-05-2020 (14h45)

Os Estados Unidos da América (EUA) ultrapassaram hoje as 100 mil mortes associadas ao novo coronavírus, número de óbitos que é significativamente superior ao de qualquer outro país, anunciou a Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, Maryland.

Delta adia retoma dos voos Nova Iorque JFK – Lisboa para 16 de Julho

26-05-2020 (11h52)

A Delta Air Lines, segunda maior companhia de aviação do mundo, adiou para 16 de Julho o recomeço dos seus voos entre Nova Iorque JFK e Lisboa, segundo as alterações ao calendário que efectuou na semana passada.

LATAM Airlines recorre à proteção de credores ao abrigo da lei das falências dos EUA

26-05-2020 (10h36)

A LATAM Airlines, maior companhia de aviação da América Latina, formada pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, anunciou que recorreu à proteção de credores ao abrigo do capítulo 11 da lei de falências dos Estados Unidos, na sequência da queda de atividade devido à pandemia de covid-19.

Copa Airlines adia retoma dos voos por quatro semanas

25-05-2020 (12h16)

A companhia de aviação do Panamá Copa Airlines, parceira da TAP na Star Alliance, adiou por quatro semanas a retoma dos voos, que agora têm início marcado para 26 de Junho, com voos para 23 aeroportos internacionais, um deles o maior aeroporto brasileiro, São Paulo Guarulho, duas vezes por semana em B737-800, passando a voo diário a partir de 3 de Julho.

Trump proíbe entrada nos EUA de estrangeiros que tenham estado no Brasil

25-05-2020 (11h00)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decretou a proibição de entrada no país de todos os estrangeiros que tenham estado no Brasil nos 14 dias anteriores à tentativa de entrada.

Opinião e Análise