Delta despede-se dos B777 até ao final do ano

14-05-2020 (16h31)

Foto: Delta Air Lines
Foto: Delta Air Lines

A companhia de aviação norte-americana Delta, segunda maior do mundo, vai retirar os 18 aviões Boeing B777 da sua frota até ao final do ano, para simplificar a operação e reduzir custos numa altura em que tem mais de 650 aeronaves em terra devido à pandemia de covid-19.

“Estamos a fazer mudanças estratégicas e eficientes a nível de custos na nossa frota para responder ao impacto da pandemia de covid-19”, afirmou Gil West, Chief Operating Officer (COO) da Delta, que garantiu que a mudança também posiciona a companhia no bom caminho para a recuperação da crise.

Os voos de longo curso da Delta serão operados com aviões Airbus A350-900, que segundo a transportadora consomem menos 21% de combustível por lugar que os B777.

A companhia recebeu o seu primeiro B777-200 em 1999 e a primeira versão Long Range do modelo em 2008, o que permitiu inaugurar voos de longo curso como Atlanta - Joanesburgo e Los Angeles - Sydney.

Com a redução da procura provocada pela pandemia de covid-19, a Delta deixou em terra mais de 650 aviões e começou a antecipar a retirada de aeronaves, para reduzir a complexidade e o custo operacional.

Assim, no mês passado, a companhia anunciou planos para acelerar a retirada dos aviões MD-88 e MD-90 até Junho.

A Delta sublinha que, apesar da redução nas viagens internacionais de passageiros, a frota 777 tem sido essencial nas operações de carga, correio e repatriamento de cidadãos norte-americanos durante a pandemia.

 

Clique para ver mais: Delta

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Disney vai despedir mais de 30 mil trabalhadores

27-11-2020 (10h05)

A Walt Disney Company anunciou que vai despedir 32 mil trabalhadores, principalmente funcionários dos seus parques temáticos, devido à pandemia de covid-19.

Carnival Cruise Line cancela cruzeiros com embarque nos Estados Unidos

20-11-2020 (14h38)

A Carnival Cruise Line cancelou uma série de cruzeiros adicionais com embarque nos Estados Unidos, de forma a cumprir os requerimentos do CDC (Center for Disease Control and Prevention - Centro de Controlo e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos.

Brasil, Equador e Chile são os temas dos próximos webinars da LATAM

19-11-2020 (18h36)

Os próximos webinars da companhia aérea LATAM vão abordar os destinos Brasil, Equador e Chile, e contar com a participação de representantes de entidades de turismo dos respectivos países.

Boeing 737 MAX já tem permissão dos EUA para voltar a voar

18-11-2020 (17h23)

Os Estados Unidos autorizaram que o Boeing 737 MAX volte a voar, quase dois anos depois da proibição na sequência de dois acidentes que mataram 346 pessoas em cinco meses.

Royal Caribbean recebe mais de 100 mil candidaturas para cruzeiros de teste

17-11-2020 (17h00)

A Royal Caribbean já recebeu mais de 100 mil candidaturas para os seus cruzeiros de teste integrados no enquadramento condicional do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

Opinião e Análise