Delta e American também eliminam taxas de alteração de voos nos EUA

01-09-2020 (11h50)

As companhias aéreas Delta Air Lines e American Airlines eliminaram em definitivo algumas taxas cobradas pela alteração de voos nos Estados Unidos, uma medida idêntica à anunciada um dia antes pela United.

A Delta Air Lines anunciou que “a eliminação das taxas de alteração entra em vigor imediatamente e inclui passagens compradas para viagens dentro dos Estados Unidos, Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas”.

A medida é válida para bilhetes em Primeira Classe, Premium Select, Comfort+ e Cabine Principal, o que deixa de fora apenas as tarifas Económica Básica.

A Delta também prolongou a isenção da cobrança de taxas de alteração de voos para novas reservas feitas até ao fim do ano em todos os voos, incluindo internacionais e tarifa Económica Básica.

A American Airlines, por sua vez, eliminou “com efeito imediato” todas as taxas de alteração de voos domésticos e internacionais de curta distância para as tarifas de Primeira Classe, Classe Executiva, Económica Premium e Cabine Principal, excepto Económica Básica.

A medida abrange todos os voos domésticos nos EUA e voos para Canadá, México, Caraíbas, Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas.

A American acrescenta que “também permitirá que os clientes mantenham o valor total das suas passagens originais se alterarem os seus planos antes da viagem programada”, embora tenham que pagar a diferença de tarifa para o novo voo. Por outro lado, os clientes recebem um voucher com o valor da diferença no caso do novo voo ser mais barato que a reserva original.

A partir de 1 de Outubro, a American Airlines também permitirá que os clientes se inscrevam numa lista de espera (fly standby) para viajar em qualquer voo com partida marcada para o mesmo dia e o mesmo destino da sua reserva, sem custos, independentemente da tarifa.

Ver também:

United elimina definitivamente algumas taxas de alteração de voos nos EUA

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Delta Air Lines

Clique para ver mais: American Airlines

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

United e American Airlines vão despedir 32.000 trabalhadores

01-10-2020 (15h26)

A companhia aérea norte-americana United Airlines anunciou que vai despedir a partir de hoje 13.000 funcionários, poucas horas depois da American Airlines ter anunciado que iria dispensar 19.000.

EUA anunciam acordos para conceder empréstimos a sete grandes companhias aéreas

30-09-2020 (11h00)

O Tesouro norte-americano anunciou terça-feira que chegou a acordos para conceder empréstimos a sete grandes companhias aéreas, incluindo a American Airlines e a United Airlines, para salvaguardar postos de trabalho em risco, devido à crise da covid-19.

American Airlines programa retomar voos para Lisboa no final de Março

28-09-2020 (13h04)

A American Airlines, maior companhia de aviação do mundo, tem programado retomar os voos de Filadélfia para Lisboa a 27 de Março, início do chamado Verão IATA 2021.

Carnival adia retoma das operações de quatro navios de cruzeiros

16-09-2020 (18h04)

A Carnival Cruise Line anunciou hoje o adiamento até ao primeiro semestre de 2021 da retoma das operações de quatro navios (Magic, Paradise, Valor e Spirit), para concluir as suas renovações.

Colômbia reabre fronteiras a voos internacionais a partir de 21 de Setembro

16-09-2020 (10h50)

A Colômbia vai reabrir gradualmente as suas fronteiras a voos internacionais a partir de 21 de Setembro, após uma suspensão de quase seis meses, devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19.

Opinião e Análise