EUA anunciam acordos para conceder empréstimos a sete grandes companhias aéreas

30-09-2020 (11h00)

Imagem: American Airlines
Imagem: American Airlines

O Tesouro norte-americano anunciou terça-feira que chegou a acordos para conceder empréstimos a sete grandes companhias aéreas, incluindo a American Airlines e a United Airlines, para salvaguardar postos de trabalho em risco, devido à crise da covid-19.

Além da American Airlines e a United Airlines, a Alaska Airlines, a Frontier Airlines, a JetBlue Airways, a Hawaiian Airlines e a SkyWest Airlines assinaram o acordo com a administração de Trump.

Não surpreende que a Delta Airlines e a Southwest Airlines não façam parte destes novos acordos, uma vez que já tinham indicado que não participariam neles.

"Temos o prazer de contrair empréstimos que irão apoiar esta indústria vital, assegurando ao mesmo tempo uma compensação adequada aos contribuintes", disse o Secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, citado no comunicado.

O secretário apelou ao Congresso para expandir o programa de apoio para manter os postos de trabalho em toda a indústria aeroespacial.

Contudo, o Tesouro disse que as empresas signatárias obterão os seus empréstimos "sob certas condições" que não foram especificadas, e que receberão "um empréstimo de até 7,5 mil milhões de dólares ou 30% de 25 mil milhões de dólares".

As empresas têm vindo a negociar desde o início de Julho sobre a concessão destes empréstimos.

Em Julho, o Tesouro tinha indicado que os mutuários teriam de se comprometer com determinadas condições, tais como a manutenção de um certo nível de emprego e de limites ao pagamento dos empregados, ao pagamento de dividendos e à recompra de acções.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: América

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

American Airlines declara prejuízo líquido de 2,4 mil milhões de dólares no 3º trimestre

22-10-2020 (17h51)

A American Airlines, maior companhia de aviação do mundo antes da pandemia, informou hoje que no terceiro trimestre, tradicionalmente o seu melhor, teve um prejuízo líquido de 2,4 mil milhões de dólares, com uma quebra das receitas em 73,4%.

Iberia vai ‘dar boleia’ à Qatar em mais oito rotas americanas

21-10-2020 (15h37)

A Qatar Airways, maior accionista do IAG, grupo a que pertencem a British Airways, a Iberia, a Vueling e a Aer Lingus, já tem ‘luz verde' das autoridades dos Estados Unidos para ter code-share com a Iberia em oito rotas da espanhola.

Air Transat vai operar voos ‘triangulares’ de Toronto para Lisboa e Porto em Novembro

19-10-2020 (12h26)

A companhia de aviação canadiana Air Transat, do grupo Transat AT, em processo de venda ao grupo Air Canada, parceiro da TAP na Star Alliance, em Novembro e até 7 de Dezembro vai ‘juntar’ os voos de Toronto para Lisboa e Porto.

EUA somam mais 1.148 mortos com covid-19 e mais 70.334 infectados

16-10-2020 (11h39)

Os Estados Unidos somaram ontem mais 1.148 mortos e mais 70.334 pessoas infectadas com o novo coronavírus, os valores mais altos desde Julho, de acordo com uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

México contabiliza mais 387 mortos e 5.514 infectados com o novo coronavírus

16-10-2020 (11h35)

O México contabilizou ontem mais 387 mortes provocadas pelo novo coronavírus e mais 5.514 pessoas infectadas, informaram as autoridades de Saúde mexicanas.

Opinião e Análise