Ex-accionista americano da TAP angaria 83 milhões de dólares para a sua nova companhia

06-10-2020 (15h45)

Foto: Breeze Airways
Foto: Breeze Airways

David Neeleman, até ao mês passado accionista de referência da TAP, conseguiu cem milhões de dólares para financiar o lançamento da sua nova companhia, a Breeze Airways, de acordo com a imprensa dos Estados Unidos especializada em aviação.

As notícias realçam que obteve esse financiamento para um novo projecto em plena pandemia e chegam mesmo a descrevê-lo como um “golpe de boa sorte”.

As notícias referem que o projecto angariou os 83 milhões de dólares da Peterson Partners e Sandlot Partners.

O projecto aposta em preencher o vazio de voos directos em cidades dos Estados Unidos de média dimensão, com aviões Embraer E190 e E195 alugados à brasileira Azul, também um projecto do empresário norte-americano, e a aquisição de 60 Airbus A220-300, já encomendados à Airbus Canadá.

Mas a pandemia de covid-19 não deixou de causar turbulência, obrigando ao adiamento do início da actividade, que está agora para Março de 2021.

A aposta do novo projecto é convencer os clientes que lhes poupa tempo e dinheiro.

As notícias da imprensa norte-americana referem que embora ainda não seja conhecida a lista de cidades para onde tenciona voar, sabe-se que tenciona começar com sete rotas ao longo da costa Leste, incluindo três aeroportos do Sudeste dos EUA e outros quatros “mais a Sul”.

Em comunicado, a Breeze Airways, sediada em Salt Lake City, Utah, apresenta-se como “ultra-low cost” que aposta em mercados mal servidos e assinala que se trata do 5º projecto lançado por David Neeleman, depois da Morris Air, da WestJet, da JetBlue e da Azul.

O comunicado refere que com o novo financiamento de 83 milhões tem disponíveis cem milhões, com os quais pode continuar a reunir uma equipa de classe mundial e proporcionar uma experiência de primeira classe aos seus clientes.

A Breeze Airways irá proporcionar nas cidades para onde terá ligações voos directos de tarifas baixas e alta qualidade, com inovações na área da tecnologia de consumo.

O comunicado apresenta Neeleman como CEO da Breeze e cita-o numa declaração em que realça o lançamento de mais um projecto em que tem como parceiros financeiros a Peterson Partners e a Sandlot Partners.

 

Clique para mais notícias: Breeze Airways

Clique para mais notícias: David Neeleman

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

American Airlines declara prejuízo líquido de 2,4 mil milhões de dólares no 3º trimestre

22-10-2020 (17h51)

A American Airlines, maior companhia de aviação do mundo antes da pandemia, informou hoje que no terceiro trimestre, tradicionalmente o seu melhor, teve um prejuízo líquido de 2,4 mil milhões de dólares, com uma quebra das receitas em 73,4%.

Iberia vai ‘dar boleia’ à Qatar em mais oito rotas americanas

21-10-2020 (15h37)

A Qatar Airways, maior accionista do IAG, grupo a que pertencem a British Airways, a Iberia, a Vueling e a Aer Lingus, já tem ‘luz verde' das autoridades dos Estados Unidos para ter code-share com a Iberia em oito rotas da espanhola.

Air Transat vai operar voos ‘triangulares’ de Toronto para Lisboa e Porto em Novembro

19-10-2020 (12h26)

A companhia de aviação canadiana Air Transat, do grupo Transat AT, em processo de venda ao grupo Air Canada, parceiro da TAP na Star Alliance, em Novembro e até 7 de Dezembro vai ‘juntar’ os voos de Toronto para Lisboa e Porto.

EUA somam mais 1.148 mortos com covid-19 e mais 70.334 infectados

16-10-2020 (11h39)

Os Estados Unidos somaram ontem mais 1.148 mortos e mais 70.334 pessoas infectadas com o novo coronavírus, os valores mais altos desde Julho, de acordo com uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

México contabiliza mais 387 mortos e 5.514 infectados com o novo coronavírus

16-10-2020 (11h35)

O México contabilizou ontem mais 387 mortes provocadas pelo novo coronavírus e mais 5.514 pessoas infectadas, informaram as autoridades de Saúde mexicanas.

Opinião e Análise