Sonhando confia que a sua operação charter para Cuba vai ser “a mais bem sucedida este ano em Portugal”

05-06-2020 (15h27)

José Manuel Antunes, director-geral do operador Sonhando, está confiante que este ano, apesar do impacto da pandemia de Covid-19 nas viagens e turismo, não só vai conseguir realizar a operação charter para Cuba, como até diz ter a esperança de que será a operação de longo curso “mais bem sucedida este ano em Portugal”.

Na base da sua confiança está em primeiro lugar a segurança do destino, que teve menos de 2,2 mil casos de infecção pelo novo coronavírus, com menos de uma centena de mortes, e que tem condições para proporcionar aos turistas o distanciamento social que é, até ao presente, a melhor estratégia para se evitar o contágio.

“Cuba é um país altamente pacífico, muito bem preparado do ponto de vista sanitário, que teve muito poucos casos, pouco mais de uma centena de casos fatais, com uma confinação muito bem feita”, realça José Manuel Antunes, que destaca que Cuba até ‘exportou’ médicos para ajudar Itália na luta contra a covid-19.

“Se há coisa que funciona bem em Cuba é a saúde”, salienta o director-geral da Sonhando, que enfatiza que adicionalmente os turistas podem contar com hotéis de grande dimensão, “todos entre os 500 e os 1.200 quartos, onde é possível haver distanciamento social bastante grande”, que têm piscinas grandes, além de que o destino proporciona “praias com um mar calmíssimo e areais muito extensos, onde as pessoas não necessitam de estar umas em cima das outras”.

José Manuel Antunes avançou ao PressTUR que o operador, aliás, já conta com “umas largas centenas de reservas”, embora também registe que tem menos reservas do que tinha a 13 de Março, quando a empresa entrou em teletrabalho.

“Nós tivemos uma grande quebra de reservas quando surgiu a pandemia e hoje temos menos reservas do que tínhamos a 13 de Março, quando deixamos os escritórios e fomos para o teletrabalho”, explicou, acrescentando de seguida: “mas ainda assim ainda temos umas largas centenas de reservas, que servem como base para pensarmos que podemos fazer a operação”.

Acresce que o operador decidiu juntar as operações para Cayo Coco e para Varadero num voo único e adiou o começo, de 5 para 20 Julho.

“Nós tínhamos previsto dois voos completamente separados, para Varadero aos Domingos e para Cayo Coco às segundas-feiras, e o início estava previsto para 5 de Julho. Portanto, atrasamos duas semanas e vamos ter só um voo, que vai primeiro a Cayo Coco e depois Varadero”, indicou José Manuel Antunes.

Dessa forma, acrescentou, “as pessoas que vão para Varadero vão ter um stop em Cayo Coco e as pessoas quando regressam de Cayo Coco vão ter um stop em Varadero. O que não é nada de especial. Estamos a falar em mais uma hora. Em vez de oito horas e meia serão nove horas e meia, numa das pernas, porque na outra será sempre voo directo”, frisou José Manuel Antunes, que enfatizou que ao juntar os dois voos, a possibilidade de concretizar a operação ficou mais forte.

 

Continua em:

Reservas já vão ‘pingando’, José Manuel Antunes

 

Clique para mais notícias: Sonhando

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

American Airlines programa retoma dos voos Filadélfia – Lisboa para 27 de Março

14-07-2020 (15h47)

A American Airlines, maior companhia de aviação do mundo que interrompeu os voos de/para Lisboa devido à pandemia de covid-19, tem programado retomar as ligações entre o seu hub de Filadélfia e a capital portuguesa no início do Verão IATA 2021.

Breeze Airways de David Neeleman adia início das operações para 2021

14-07-2020 (15h32)

A Breeze Airways, fundada por David Neeleman e que tinha previsto começar a voar em finais de 2020, adiou o início das operações para 2021.

América Latina e Caraíbas tornam-se segunda região do mundo com mais mortes por covid-19

13-07-2020 (16h50)

A região da América Latina e Caraíbas tornou-se hoje a segunda mais afectada pela pandemia de covid-19 no mundo em número de mortos, depois da Europa, com mais de 144 mil óbitos oficialmente declarados, segundo uma contagem da agência France-Presse.

United Airlines pode vir a despedir mais de um terço dos seus funcionários

09-07-2020 (11h48)

A companhia aérea norte-americana United Airlines, duramente atingida pela crise devido à pandemia de covid-19, advertiu hoje que pode dispensar até 36 mil dos seus 95.200 funcionários em Outubro.

EUA já contam mais de três milhões de pessoas infectadas com covid-19

08-07-2020 (18h02)

Os Estados Unidos ultrapassaram a marca dos três milhões de contágios com o novo coronavírus menos de um mês depois de terem ultrapassado a dos dois milhões, segundo as contas da Universidade de Johns Hopkins.

Opinião e Análise