China regista menos 41% de deslocações internas na ponte do Dia do Trabalhador

06-05-2020 (10h00)

Xian (foto: China National Tourist Office)
Xian (foto: China National Tourist Office)

O turismo interno na China registou 115 milhões de deslocações a nível nacional durante a ponte do Dia do Trabalhador que terminou na terça-feira, menos 41% em relação ao mesmo período de 2019, indicam dados oficiais citados pelos ‘media’ locais.

As estatísticas do Ministério da Cultura e Turismo indicam que a facturação no sector turístico durante este período de férias foi de 47.560 milhões de iuanes (6.215 milhões de euros).

No entanto, estes números demonstram uma recuperação, mesmo que incompleta, desta indústria particularmente afectada pela crise do novo coronavírus.

Apesar de a ponte do 1.º Maio se ter prolongado este ano por mais um dia face a 2019 (cinco dias, o maior período desde 2008), o número de deslocações caiu 41% em comparação com os registados nas férias do ano transacto.

Estas dados parecem confirmar as previsões dos analistas, que previram viagens de menor duração e a destinos de proximidade pelo facto de o consumo ainda não registar uma recuperação e pelos receios de uma possível “segunda vaga” da covid-19, apesar de a doença infecciosa se manter aparentemente sob controlo na China.

Estes números coincidem com as expectativas do Governo, que tinha projectado 117 milhões de deslocamentos turísticos para estas festividades, a primeira ocasião desde o início da pandemia para a população efectuar viagens de lazer.

Os dados emitidos em finais de abril pelas agências de viagens locais indicam que três quartos dos alojamentos turísticos na China abriram as suas portas na perspectiva desta ponte.

Os números revelam ainda que apenas 70% das atrações turísticas do país entraram em funcionamento, com as autoridades a limitarem em 30% o afluxo máximo de visitantes.

Os dados revelados pela Comissão Nacional de Saúde sobre as últimas 24 horas indicam apenas um novo caso do novo coronavírus na China, um viajante proveniente do estrangeiro que chegou à cidade de Xangai, leste do país.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Macau recebeu em Outubro mais 30% de visitantes que no mês anterior

24-11-2020 (15h38)

Macau recebeu em Outubro quase 600 mil visitantes, mais 29,6% ou mais 132,9 mil que no mês anterior, mas ainda assim muito aquém dos níveis pré-pandemia.

Organização dos Jogos Olímpicos admite ter público sem quarentena

12-11-2020 (14h53)

A obrigação de quarentena pode ser suspensa para os espectadores estrangeiros que se desloquem ao Japão para assistir aos Jogos Olímpicos em 2021, anunciaram hoje os organizadores.

Jogos Olímpicos em Tóquio avançam “qualquer que seja o cenário da pandemia”

11-11-2020 (13h19)

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão realizar-se no Verão de 2021 “qualquer que seja o cenário da pandemia” de covid-19, garantiu hoje o presidente do Comité Olímpico Internacional, Thomas Bach.

Macau alivia restrições fronteiriças a partir de 1 de Dezembro

09-11-2020 (12h51)

O Governo de Macau anunciou hoje novos alívios às restrições fronteiriças para entradas a partir de 1 de Dezembro, facilitando a entrada a quem viaja para importantes actividades empresariais, académicas ou profissionais.

Emirates reclama pioneirismo na retoma do turismo internacional em Phuket

03-11-2020 (17h01)

A Emirates, companhia de aviação do Dubai líder em transporte aéreo internacional pré-pandemia de covid-19, anunciou ontem a retoma dos voos para Phuket, um dos mais famosos destinos turísticos da Tailândia.

Opinião e Análise