Futuro de Macau passa por patriotismo, integração e cooperação sino-lusófona, diz novo líder

20-12-2019 (12h56)

O novo chefe do Governo de Macau, Ho Iat Seng, afirmou hoje na sua tomada de posse que o futuro de Macau passa por reforçar o patriotismo, a integração nacional e a cooperação sino-lusófona.

No seu primeiro discurso na qualidade de chefe do Executivo, Ho Iat Seng sublinhou os “sólidos alicerces de desenvolvimento” e os “progressos notáveis” de Macau assegurados pelos dois antecessores nos últimos 20 anos, com a ajuda do Governo central.

Ho Iat Seng sustentou que o caminho a seguir tem de incluir a diversificação da indústria turística, o programa internacional de Pequim “Uma faixa, uma rota” e o projecto regional de construção de uma metrópole mundial que vai juntar o território, Hong Kong e nove cidades da província chinesa de Guangdong.

Por outro lado, o ex-presidente da Assembleia Legislativa (AL) prometeu “acelerar o planeamento urbano, a construção de habitações públicas, melhorar o trânsito, reforçar a protecção ambiental e impulsionar o desenvolvimento da renovação urbana e também da cidade inteligente”.

O novo chefe do Governo destacou o facto de Macau possuir “vantagens únicas” pelo seu “multiculturalismo”, como ponte entre o oriente e o ocidente e entre a China e os países de língua portuguesa, um posicionamento que pode ser potenciado, sustentou, pelo seu novo Governo que tomou posse, e pelos vários sectores da sociedade, sempre com o apoio de Pequim, sob o princípio “um país, dois sistemas”.

“Iremos reforçar os cursos de formação sobre a situação nacional aos funcionários públicos, no sentido de elevar a sua consciência nacional” e “reforçar a o patriotismo dos jovens” para “assegurar que o amor à pátria e o princípio ‘Um país, dois sistemas’ sejam transmitidos de geração em geração”, acrescentou.

O novo Governo de Macau, liderado por Ho Iat Seng, tomou posse perante o Presidente da República Popular da China, Xi Jinping.

Trata-se do quinto Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), que celebra hoje o seu 20º aniversário, depois de em 20 de Dezembro de 1999 o território ter voltado à tutela da China, após mais de 400 anos de administração portuguesa.

Na cerimónia da tomada de posse estiveram presentes os anteriores chefes do Governo a RAEM, Edmund Ho e Fernando Chui Sai On, que exerceram ambos dois mandatos no cargo, e a chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam.

A transferência da administração de Macau de Lisboa para Pequim, em 1999, foi feita sob a fórmula 'um país, dois sistemas', que garante ao território um elevado grau de autonomia, a nível executivo, legislativo e judiciário.

A fórmula aplica-se também à outra região da China com esta administração especial, Hong Kong, onde os últimos seis meses têm sido marcados por protestos o poder político.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Macau

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cidade de Wuhan recebe primeiro voo internacional desde Janeiro

18-09-2020 (13h09)

A cidade chinesa de Wuhan, primeiro local onde o novo coronavírus foi registado em Dezembro de 2019, recebeu o seu primeiro voo internacional desde Janeiro, quando o aeroporto foi encerrado devido à covid-19.

Voo euroAtlantic Lisboa - Dili confirmado para 20 de Setembro

07-09-2020 (15h10)

A euroAtlantic vai voar de Lisboa para Dili, em Timor-Leste, no próximo dia 20, confirmou ao PressTUR José Manuel Antunes, director-geral da Sonhando, operador turístico do grupo que está a comercializar os lugares disponíveis à partida de Portugal e no regresso de Timor.

Voo da euroAtlantic para Timor-Leste adiado até 17 de Setembro

02-09-2020 (13h59)

Um voo que a companhia aérea portuguesa euroAtlantic previa realizar para Timor-Leste no Domingo foi adiado até 17 de Setembro, confirmou à Lusa fonte da empresa.

Macau já testou mais de 53 mil trabalhadores nas seis operadoras de jogo

27-08-2020 (14h18)

Macau testou 53.025 trabalhadores nas seis operadoras de jogo no território até quarta-feira, dia em foram retomados os vistos turísticos da província de Guangdong, de onde vem a maioria dos jogadores, anunciaram hoje as autoridades.

Tailândia prolonga estado de emergência até ao final de Setembro

26-08-2020 (12h29)

As autoridades tailandesas prolongaram até 30 de Setembro o estado de emergência decretado para combater a covid-19.

Opinião e Análise