Bolsonaro quer retirar obrigação do uso de máscara a vacinados e recuperados

11-06-2021 (11h15)

Foto: Unsplash / Brian Asare
Foto: Unsplash / Brian Asare

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou que o seu Governo irá publicar um parecer retirando a obrigação de utilizar máscara a cidadãos que já foram vacinados contra a covid-19 e para pessoas que já estiveram infectadas.

"Acabei de conversar com um tal de Queiroga — não sei se vocês sabem quem é —, o nosso ministro da Saúde. Ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que estejam vacinados ou que já foram contaminados. Para tirar esse símbolo, que obviamente tem a sua utilidade para quem está infetado", declarou Bolsonaro num evento no Palácio do Planalto, em Brasília, tendo sido aplaudido pela plateia.

Bolsonaro não explicou quando a norma será publicada, nem deu mais detalhes sobre o assunto.

De acordo com dados recolhidos por um consórcio da imprensa brasileira, citados pela Agência Lusa, até quinta-feira, 11,11% da população brasileira tinha recebido a dosagem completa da imunização contra a doença e 24,93% apenas a primeira dose.

O uso de máscara como medida contra a covid-19 já foi bastante criticado por Bolsonaro, que se opõe ainda ao isolamento social para controlar a disseminação do vírus.

No final de Fevereiro, Bolsonaro causou polémica ao dizer que as máscaras de prevenção contra a covid-19 causam "efeitos colaterais", citando um estudo alemão, sem rigor científico e limitado a uma sondagem com ampla participação de negacionistas, para argumentar que as máscaras não são eficazes para conter a propagação do vírus.

Na ocasião, Bolsonaro, que é frequentemente visto em público e em aglomerações sem máscara, frisou que não daria mais detalhes sobre o estudo porque "tudo desagua em crítica em cima" do Presidente.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o "uso generalizado de máscaras" como parte de uma estratégia abrangente para suprimir a transmissão do novo coronavírus.

Já especialistas em saúde defendem que, mesmo após vacinados, os cidadãos necessitam de usar máscara e evitar aglomerações.

Clique para ver mais: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Baleares concentraram mais de 23% dos estrangeiros que procuraram Espanha no 1º semestre

03-08-2021 (16h40)

O arquipélago das Baleares, cujos principais mercados emissores são a Alemanha e os Países Baixos, receberam no primeiro semestre deste ano 1,25 milhões de turistas residentes no estrangeiro, que significam uma quota de 23,2% do total de estrangeiros chegados a Espanha nesse período.

Estudo da Oliver Wyman prevê falta de pilotos na Europa em 2022

03-08-2021 (15h17)

De acordo com um estudo da consultora Oliver Wyman, a Europa vai ter falta de pilotos em 2022, mais precisamente menos 790 pilotos do que aqueles que serão necessários.

Situação pandémica melhora na Tunísia e OMS pede para acelerar vacinação

03-08-2021 (15h07)

A situação pandémica está a melhorar ligeiramente na Tunísia, anunciou a Organização Mundial da Saúde (OMS), pedindo àquele país do norte de África que “acelere” a campanha de vacinação, após o pico de infecções por covid-19 ter passado.

Cabo Verde aprovou três hotéis avaliados em mais de 400M euros no final de Julho

03-08-2021 (14h52)

O Governo cabo-verdiano aprovou na última semana de Julho convenções de estabelecimento para a construção de três empreendimentos turísticos no arquipélago, ultrapassando 400 milhões de euros de investimento privado.

Portugal regista 19 mortes, 2.076 novos casos e menos internamentos em enfermaria

03-08-2021 (14h32)

Portugal regista hoje, 3 de Agosto, 19 mortes atribuídas à covid-19, 2.076 novos casos de infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e uma redução nos internamentos em enfermaria, segundo dados oficiais.

Opinião e Análise