Acionistas da Azul aprovam acordo com Governo português sobre participação na TAP

11-08-2020 (10h37)

Foto: TAP
Foto: TAP

Os acionistas da companhia aérea brasileira Azul, liderada por David Neeleman, aprovaram na segunda-feira, em assembleia-geral (AG), o acordo com o Governo português que elimina o seu direito a converter obrigações em ações.

Os acionistas aprovaram os dois pontos em discussão, de acordo com a acta da AG.

Foram assim aprovadas a eliminação dos direitos de conversão em ações das obrigações relativas ao empréstimo da Azul à TAP, realizado em 2016, de 90 milhões de euros, e a alienação da posição da Global AzurAir Projects na TAP pelo "valor total de, ao menos", 10,5 milhões de euros.

Estas decisões estão relacionadas com a saída da empresa do capital da companhia aérea portuguesa, no âmbito do acordo para a injeção de 1,2 mil milhões de euros na TAP, aprovada pela Comissão Europeia.

Em 2 de Julho, o Governo anunciou que tinha chegado a acordo com o fundador e presidente da Azul, David Neeleman, para a cedência da posição que tinha na TAP através do consórcio Atlantic Gateway, em troca de 55 milhões de euros.

De acordo com o website da companhia brasileira, David Neeleman detém 67% das acções ordinárias da Azul, 0,6% das acções preferenciais e 3% dos direitos económicos.

Além de Neeleman, só os accionistas da Trip, comprada pela Azul, detêm também acções ordinárias, com 33% do total, bem como 5,5% das acções preferenciais e 6,5% dos direitos económicos.

Também tem acções preferenciais da Azul a norte-americana United Airlines, com 8,2%, e 85,5% estão dispersos em Bolsa.

Os direitos económicos, além de Neeleman e accionistas da Trip estão com a United (7,9%) e accionistas não identificados (82,4%).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Brasil suspende restrição à entrada de estrangeiros por via aérea

28-09-2020 (11h12)

Governo do Brasil suspendeu as restrições à entrada de estrangeiros no país por via aérea devido à pandemia de covid-19, mas mantém a proibição de entrada por vias terrestres e aquáticas.

Quebra de gastos dos brasileiros em turismo no estrangeiro atenuou-se em Agosto

23-09-2020 (16h10)

A quebra de gastos dos brasileiros em turismo no estrangeiro atenuou-se em Agosto para 79,4%, mantendo-se, no entanto, acima dos 1.000 milhões de dólares, de acordo com os dados divulgados hoje pelo Banco Central do Brasil.

TAP foi a companhia que mais passageiros transportou de/para o Brasil em Agosto

21-09-2020 (16h48)

A TAP foi a companhia aérea líder em transporte internacional de/para o Brasil, com um total 33% superior à segunda maior, a brasileira LATAM, e 166,7% mais que as terceiras maiores, a alemã Lufthansa, a norte-americana United e a brasileira Azul.

PortoBay já reabriu hotéis em todos os destinos onde está presente

10-09-2020 (11h11)

O grupo hoteleiro português PortoBay anunciou que voltou a ter hotéis abertos em todos os destinos onde está presente, em Portugal e no Brasil.

GOL reduziu operação em Agosto em 70,7%

08-09-2020 (16h36)

A GOL, maior companhia de aviação no mercado doméstico brasileiro, indicou que este Agosto reduziu a sua operação em 70,7%, por total ausência de ligações internacionais e redução em 65,6% no mercado doméstico.

Opinião e Análise