Agências e operadores do Brasil perspectivam subida das vendas até 20% este Verão

27-12-2018 (10h31)

A Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) perspectiva para os meses de Dezembro a Fevereiro, período de Verão no Brasil, um aumento das vendas entre 18% e 20% face ao ano passado.

A ABAV prevê que 60% das vendas sejam para viagens para destinos brasileiros e 40% para destinos internacionais, tal como no ano passado, de acordo com um comunicado do Ministério de Turismo do Brasil.

“Tivemos uma instabilidade cambial importante este ano, revertida agora, e a projecção é de que a demanda reprimida dos meses anteriores se concretize em vendas para a alta temporada”, disse a presidente da ABAV, Magda Nassar, citada na mesma nota.

Os destinos de Sol e Praia lideram a preferência dos clientes da maior operadora de turismo do país, a CVC, incluindo no Nordeste destinos como Porto Seguro, Fortaleza, Maceió, Salvador e Natal.

Outros destinos com procura assinalada são Foz do Iguaçu, Caldas Novas (Goiás) e Balneário Camboriú, os dois últimos “devido aos parques aquáticos e de diversão”.

A agência de viagens online Decolar, por sua vez, coloca Rio de Janeiro, Porto Alegre e Natal como destinos brasileiros mais procurados para o Ano Novo. Entre os dez mais procurados pelo público estão também Foz do Iguaçu, Recife, Florianópolis, São Paulo, Fortaleza, Vitória e Salvador, reforçando a tese de que Sol e Praia ainda é o segmento mais procurado no país.

A operador turístico CVC identificou para este Verão uma mudança no comportamento do cliente brasileiro, que ao contrário de anos anteriores “quando os brasileiros deixaram a decisão da viagem para a última hora, neste [ano] a CVC percebe que o consumidor voltou a planear e tem fechado a viagem com maior antecedência, aproveitando as promoções do mercado”.

 

Ver também:

Brasileiros farão 75,5 milhões de viagens domésticas até Fevereiro

 

 

Clique para ver mais: Brasil

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: ABAV

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Oásis Atlântico divulga medidas para prevenir a propagação da covid-19 nos seus hotéis

22-05-2020 (11h22)

O grupo português Oásis Atlântico, que tem hotéis em Cabo Verde, Marrocos e Brasil, está a divulgar as medidas que implementou nos seus hotéis para prevenir a propagação da covid-19, incluindo reforço da limpeza e redução de capacidade em restaurantes e bares.

Latam pretende retomar progressivamente 18% da actividade em dois meses

21-05-2020 (10h35)

A companhia aérea Latam, uma das principais na América Latina, anunciou na quarta-feira que entre Junho e Julho vai tentar retomar parte da operação internacional, que ficou suspensa em cerca de 95% desde Abril por causa da pandemia.

Azul passou de lucro em 2019 para ‘vermelho carregado’ no primeiro trimestre deste ano

14-05-2020 (16h34)

A companhia de aviação brasileira Azul, detentora de obrigações convertíveis da TAP, informou hoje que terminou o primeiro trimestre, que é época alta no Brasil, com um prejuízo de 975,3 milhões de reais  (cerca de 152,5 milhões de euros ao câmbio de hoje), sem incluir perdas cambiais e de hedging que diz não terem “impacto de caixa”, com as quais o prejuízo ‘dispara’ para 6.135,9 milhões de reais (perto de 960 milhões de euros).

Azul mantém 15 aviões “subarrendados” à TAP

14-05-2020 (15h15)

A Azul, companhia de aviação brasileira detentora de obrigações convertíveis da TAP, reafirmou que tem “15 aeronaves subarrendadas para a TAP”, cuja gestão tem enaltecido a renovação da frota da companhia sem especificar a propriedade dos aviões.

Azul declara ‘perda’ de 618,5 milhões de reais com “justo valor” da sua participação na TAP

14-05-2020 (14h58)

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada e presidida por David Neeleman, também accionista de referência da TAP, declarou hoje uma perda de R$618,5 milhões (cerca de 97 milhões de euros ao câmbio de hoje) que atribui “principalmente” à “redução no valor justo” da sua participação na TAP.

Opinião e Análise