Aprovado projecto de lei que retira limite ao investimento estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras

21-03-2019 (18h07)

Avianca (imagem: staralliance.com)
Avianca (imagem: staralliance.com)

A Câmara de Deputados do Brasil aprovou um projecto de lei que retira o limite de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras, muito semelhante à Medida Provisória 863 editada em Dezembro de 2018 pelo ex-presidente Michel Temer, que foi preso hoje, 21 de Março, por suspeitas de corrupção.

O projecto de lei foi aprovado pela Câmara de Deputados brasileira com 329 votos a favor e 44 contra, adiantou a imprensa brasileira. O projecto vai seguir para avaliação por parte do Senado e depois para aprovação por parte do Presidente do Brasil.

Segundo este projecto de lei, que permite que uma companhia aérea brasileira tenha capital 100% estrangeiro, as companhias aéreas têm de ser constituídas segundo as leis do país, ter CNPJ brasileiro (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), e contar com sede e administração no Brasil. Há ainda a exigência de um mínimo de 30% de tripulação brasileira nos voos internacionais.

Em Dezembro de 2018, o então presidente Michel Temer editou a Medida Provisória 863, noticiada pelo PressTUR (Clique para ver: Brasil autoriza estrangeiros a ter 100% do capital das companhias aéreas do país), que já tinha aumentado o limite de 20% de investimento estrangeiro em companhias aéreas brasileiras para 100%. A MP 863, segundo o site do Congresso Nacional, é válida até 22 de Maio de 2019. (Para consultar a MP863 no site do Congresso Nacional do Brasil clique aqui)

O governo brasileiro pode optar por investir na tramitação do projecto de lei, ou pela conversão da MP 863 para lei.

O ex-presidente Michel Temer assumiu a presidência do Brasil em Agosto de 2016 após a destituição de Dilma Roussef, e terminou o seu mandato no final de 2018. Hoje, 21 de Março, foi detido pela divisão da Polícia Federal brasileira responsável pela Operação Lava Jato.

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LATAM Brasil programa retomar voos para Lisboa a 17 de Julho

26-05-2020 (10h44)

A LATAM Brasil (antiga TAM), maior companhia de aviação brasileira em voos internacionais e que começou a voar entre o seu hub em São Paulo Guarulhos e Lisboa a 3 de Setembro de 2019, tem programado retomar esta rota a partir de 17 de Julho.

Trump proíbe entrada nos EUA de estrangeiros que tenham estado no Brasil

25-05-2020 (11h00)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decretou a proibição de entrada no país de todos os estrangeiros que tenham estado no Brasil nos 14 dias anteriores à tentativa de entrada.

Oásis Atlântico divulga medidas para prevenir a propagação da covid-19 nos seus hotéis

22-05-2020 (11h22)

O grupo português Oásis Atlântico, que tem hotéis em Cabo Verde, Marrocos e Brasil, está a divulgar as medidas que implementou nos seus hotéis para prevenir a propagação da covid-19, incluindo reforço da limpeza e redução de capacidade em restaurantes e bares.

Latam pretende retomar progressivamente 18% da actividade em dois meses

21-05-2020 (10h35)

A companhia aérea Latam, uma das principais na América Latina, anunciou na quarta-feira que entre Junho e Julho vai tentar retomar parte da operação internacional, que ficou suspensa em cerca de 95% desde Abril por causa da pandemia.

Azul passou de lucro em 2019 para ‘vermelho carregado’ no primeiro trimestre deste ano

14-05-2020 (16h34)

A companhia de aviação brasileira Azul, detentora de obrigações convertíveis da TAP, informou hoje que terminou o primeiro trimestre, que é época alta no Brasil, com um prejuízo de 975,3 milhões de reais  (cerca de 152,5 milhões de euros ao câmbio de hoje), sem incluir perdas cambiais e de hedging que diz não terem “impacto de caixa”, com as quais o prejuízo ‘dispara’ para 6.135,9 milhões de reais (perto de 960 milhões de euros).

Opinião e Análise