Brasil vai eliminar taxa extra cobrada a brasileiros em voos internacionais

28-10-2019 (19h37)

Foto: Ross Parmly / Unsplash
Foto: Ross Parmly / Unsplash

O ministro da Infraestrutura do Brasil, Tarcísio Freitas, afirmou hoje que “muito em breve” eliminará uma taxa de 18 dólares (16 euros) cobrada há 20 anos a passageiros brasileiros que voam para o estrangeiro, segundo a imprensa local.

“O adicional de tarifa de embarque para voos estrangeiros foi criado no passado, para recompor a dívida (...) do Estado, e ficou. Mas vai ser eliminado em breve. Os 18 dólares que são pagos, devemos eliminar em breve", disse o governante à imprensa em Brasília, num evento ligado ao sector da aviação, sem, no entanto, referir uma data para a anulação desse tributo.

A taxa em questão foi criada em 1999 e tornou-se uma das fontes de abastecimento do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), que tem como intuito financiar melhorias na infraestrutura aeroportuária do país sul-americano. De acordo com o jornal “O Globo”, no ano passado, o Governo arrecadou 700 milhões de reais (158 milhões de euros) com a cobrança dessa taxa.

Actualmente, e incluindo a taxa ainda em vigor de 18 dólares, as tarifas de embarque internacional vão 106,76 a 122,20 reais (24,14 a 27,63 euros), dependendo do aeroporto, segundo “o Globo”.

Com a eliminação dos 18 dólares a pagar para voos internacionais, a taxa de embarque cairá para metade.

Através desta medida, o executivo brasileiro pretente atrair para o país companhias aéreas low cost, reduzindo o preço das viagens de avião.

"A nossa ideia é chegar a 200 milhões de passageiros, em 200 localidades, em 2025, com os investimentos que estão a ser criados agora. Estamos a transferir aeroportos para a iniciativa privada, serão 41 até 2022. Vamos atingir 63 aeroportos concedidos. Estamos ainda a realizar diversos investimentos na aviação regional, dando mais conectividade ao país", afirmou Tarcísio Freitas.

No presente, o mercado da aviação doméstica do Brasil encontra-se concentrado em três companhias: GOL, LATAM e Azul.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Air Europa retoma a 15 de Julho ligações com Lisboa, Porto e 15 destinos intercontinentais

02-06-2020 (17h31)

A Air Europa vai retomar as ligações com Lisboa e Porto, com voos diários de Madrid, no dia 15 de Julho, o mesmo dia em que tem programado voltar a operar 15 rotas intercontinentais a partir da capital espanhola.

Abril foi pior mês de sempre para as agência corporate brasileiras, ABRACORP

02-06-2020 (15h46)

As agências corporate brasileiras tiveram em Abril uma “queda sem precedentes” da sua actividade, informou ontem a sua associação, a ABRACORP, que enfatiza que se tratou de uma queda que “supera até mesmo os dados das semanas que sucederam ao fatídico atentado às torres gémeas, em 2001, nos EUA”.

Brasil somou mais de mil mortos e 20 mil infectados com o novo coronavírus em 24 horas

28-05-2020 (14h49)

O Brasil registou 1.086 mortes e 20.599 infectados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, estando ainda a ser investigada a eventual relação de 4.108 óbitos com a covid-19, informou hoje o executivo.

LATAM Brasil programa retomar voos para Lisboa a 17 de Julho

26-05-2020 (10h44)

A LATAM Brasil (antiga TAM), maior companhia de aviação brasileira em voos internacionais e que começou a voar entre o seu hub em São Paulo Guarulhos e Lisboa a 3 de Setembro de 2019, tem programado retomar esta rota a partir de 17 de Julho.

Trump proíbe entrada nos EUA de estrangeiros que tenham estado no Brasil

25-05-2020 (11h00)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decretou a proibição de entrada no país de todos os estrangeiros que tenham estado no Brasil nos 14 dias anteriores à tentativa de entrada.

Opinião e Análise