LATAM avança com rompimento do contrato com o Amadeus

29-01-2021 (15h56)

Foto: LATAM
Foto: LATAM

A LATAM Airlines está em processo de rompimento do contrato global de distribuição que tem com a Amadeus, mas nega que tenha subjacente o objectivo de concentrar na venda directa, fazendo o bypass às agências de viagens.

O portal de notícias brasileiro Panrotas noticiou que a companhia de aviação aguarda decisão do tribunal de Nova Iorque onde tem em curso um processo de protecção de credores ao abrigo da legislação norte-americana, o chamado Chapter 11 (clique para ler: LATAM Airlines recorre à proteção de credores ao abrigo da lei das falências dos EUA), para concretizar a cessação do contrato com o Amadeus a 1 de Março.

O diretor de Vendas e Marketing da companhia, Diogo Elias, assegurou, segundo escreve o Panrotas, que “nada mudará e todos os clientes continuarão recebendo o inventário da empresa chilena (e suas subsidiárias, como a Latam Brasil) normalmente”, mas que “o conteúdo na Amadeus seguirá apenas até 28 de Fevereiro”.

“Estamos em um processo de transformação interno desde o começo da pandemia, com o Chapter 11, fechamento da filial na Argentina, reestruturação das equipas e, também, os contratos de distribuição”, declarou Diogo Elias, que argumentou também que “a Amadeus é parceira em várias outras frentes, mas chegamos em um ponto que não conseguimos mais evoluir na negociação comercial e, por conta até mesmo do Chapter 11, optamos por sair do contrato”.

A notícia do Panrotas assinala que o Amadeus foi até 2017 “parceira preferencial da LATAM no Brasil, incluindo sendo a responsável por toda a plataforma tecnológica” da companhia.

A integração da TAM na LAN levou a brasileira a “migrar toda a plataforma para a tecnologia Sabre” em inícios de 2018, diz também o Panrotas, que acrescenta que o “Amadeus briga com o Sabre no Brasil pela liderança no País e é grande a quantidade de agências impactadas pela decisão”.

Para que a decisão de romper o contrato com o Amadeus não venha a prejudicar o canal de distribuição, a LATAM, segundo o Panrotas, está em contato com os agentes de viagens, informando as outras opções – canais directos e outros GDS, como Sabre e Travelport, que continuam com o seu conteúdo, “explicando como fazer a migração e tirando dúvidas para que o processo seja feito de forma ‘suave’.

O director da LATAM avançou também ao Panrotas que a companhia pretende lançar ainda neste ano o seu NDC e referiu que o sistema próprio eLatam, a que já tem acesso “a maioria dos clientes no Brasil” e está disponível em todos os países, “já possui uma configuração mais avançada neste quesito e é uma evolução do NDC”.

 

Clique para mais notícias: LATAM

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP realiza voo de repatriamento do Brasil a 27 de Fevereiro

19-02-2021 (17h05)

O voo da TAP de repatriamento de portugueses no Brasil ou cidadãos estrangeiros residentes em Portugal, afectados pela suspensão dos voos, vai realizar-se no dia 27 de Fevereiro, anunciou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

TAP transporta insumos para o Brasil para mais de 8,7 milhões de vacinas contra a covid-19

11-02-2021 (12h37)

A TAP Air Cargo aterrou ontem no Aeroporto de Guarulhos, no estado brasileiro de São Paulo, com 5.600 litros de Insumo Farmacêutico Activo que permitirá produzir mais de 8,7 milhões de doses da CoronaVac, uma vacina contra a covid-19.

Voos internacionais suspensos em Salvador devido à pandemia de covid-19

04-02-2021 (10h58)

Os voos internacionais de/para o Aeroporto de Salvador, no estado nordestino brasileiro da Bahia, foram suspensos devido à pandemia de covid-19, mantendo-se apenas as ligações domésticas.

Espanha suspende voos de/para Brasil e África do Sul devido a novas variantes

02-02-2021 (15h06)

O Governo de Espanha anunciou hoje a suspensão dos voos de/para o Brasil e a África do Sul devido às novas variantes da covid-19, sendo excepções a chegada de cidadãos ou residentes em Espanha.

Gastos dos brasileiros em turismo no estrangeiro caíram 69,3% em 2020

27-01-2021 (17h37)

Os brasileiros despenderam em turismo no estrangeiro 5.393,6 milhões de dólares em 2020, uma verba que fica 69,3% ou 12.199,7 mil milhões de dólares abaixo do total do ano de 2019.

Opinião e Análise