Câmara de Mirandela abre concurso para reabilitar estação de comboios centenária

13-07-2020 (13h10)

Foto: Unsplash / Paul Jarvis
Foto: Unsplash / Paul Jarvis

A empreitada da centenária estação ferroviária de Mirandela foi posta a concurso com um investimento previsto de quase 2,2 milhões de euros para reabilitar o edifício votado ao abandono desde a desactivação da linha do Tua.

A Câmara de Mirandela é a dona e a autora do anúncio publicado hoje em Diário da República com um prazo de 21 dias para a apresentação de propostas para a empreitada que deve estar concluída, depois de adjudicado, em 545 dias, ou seja cerca de um ano e meio.

A emblemática estação de comboios que ajudou a popularizar a Alheira de Mirandela por serem dali despachadas as encomendas do enchido de Trás-os-Montes para o litoral, está abandonada há décadas e só em Setembro de 2019 se alcançou o acordo que permite a reabilitação do edifício.

A Câmara de Mirandela e a empresa Infraestruturas de Portugal (IP) celebraram um contrato de comodato que garante o usufruto de edifícios e terrenos ao município por um período de 50 anos com o compromisso de realizar obra no prazo de 36 meses (três anos).

Desde a desactivação da linha do Tua entre Bragança e Mirandela, no início da década de 1990, que todo o património ferroviário da cidade está abandonado enquanto ao lado foram construídas novas infraestruturas para o Metropolitano de Superfície, entretanto também desactivado como toda a linha do Tua.

A ligação à linha do Douro perdeu-se definitivamente com a construção da barragem de Foz Tua, com a albufeira a submergir 17 quilómetros da ferrovia para dar lugar a barcos e a um comboio turístico em menos de 30 quilómetros de linha, que será reactivada entre a Brunheda e Mirandela, no âmbito do esperado Plano de Mobilidade do Vale do Tua.

A futura viagem de comboio de turistas e população terminará na estação de Mirandela onde a presidente da Câmara, Júlia Rodrigues, já anunciou que pretende instalar um posto de turismo com o arranjo da zona envolvente.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Covid-19 já atingiu mais de 20 milhões de pessoas e matou mais de 736 mil

11-08-2020 (16h04)

A pandemia do novo coronavírus causou pelo menos 736.828 mortos em todo o mundo desde dezembro, segundo o balanço hoje às 12h00 em Lisboa da agência France-Presse, que indica também que 20.122.700 de pessoas foram diagnosticados com covid-19 em 196 países e territórios, 12.080.900 delas já foram consideradas curadas.

Acionistas da Azul aprovam acordo com Governo português sobre participação na TAP

11-08-2020 (10h37)

Os acionistas da companhia aérea brasileira Azul, liderada por David Neeleman, aprovaram na segunda-feira, em assembleia-geral (AG), o acordo com o Governo português que elimina o seu direito a converter obrigações em ações.

França estima em mais de 30.000 milhões de euros as perdas imediatas no turismo

10-08-2020 (17h16)

O Governo francês admitiu hoje que a pandemia de covid-19 provocou perdas imediatas no setor do turismo de, pelo menos, 30.000 a 40.000 milhões de euros.

TAP e TAAG vão fazer sete entre Luanda e Lisboa este mês

10-08-2020 (16h36)

As transportadoras aéreas TAP e TAAG anunciaram sete novos voos na rota Luanda-Lisboa durante este mês de Agosto, depois de ter sido prorrogada, no Sábado, a situação de calamidade pública até 8 de Setembro.

Cascais cria conjunto de medidas de apoio ao turismo local

10-08-2020 (16h19)

A Câmara Municipal de Cascais, no distrito de Lisboa, vai apoiar o turismo local com "isenção ou suspensão de taxas" no sector e realizar testes à Covid-19 aos funcionários de hotéis e alojamentos locais, anunciou hoje o município.

Opinião e Análise